Menu

Como fazer uma boa oração

Cristãos orar a Deus

Eu tinha sido consumida por uma doença no disco da lombar e nenhuma melhora foi encontrada após ter tomado vários remédios. Por isso vivia todos os dias na tortura da doença. Vendo-me com dor, minha vizinha pregou o evangelho do Senhor Jesus para mim. Depois de vir à igreja, ouvi o Pastor pregar as seguintes palavras: “Nós, crentes no Senhor, basearmo-nos na oração em tudo, pois é dito na Bíblia: ‘Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que o recebereis, e tê-lo-eis’ (Marcos 11:24). ‘E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. […] Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós, e orou com fervor para que não chovesse, e por três anos e seis meses não choveu sobre a terra. E orou outra vez e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto’ (Tiago 5:15-18).”

Após ouvir o sermão, entendi que enquanto nós, crentes no Senhor, orássemos com fé, Ele nos daria tudo o que precisássemos. Por isso, eu sempre orava. Orava ao amanhecer, ao entardecer por agradecimento e louvor, e, pelas coisas simples e cotidianas. Como esperado, depois de mais ou menos uma semana, minha doença de disco lombar foi curada de forma inconsciente e os negócios da minha família - criação de gado - transcorreram sem problemas. Depois que recebi a graça do Senhor, tive mais fé Nele. A partir de então, orava ao Senhor pelas coisas grandes e pequenas, pedindo a Ele que me desse paz e bênçãos. Muitas vezes orei ao Senhor, dizendo: “Senhor Jesus! Tu criaste os céus ,a terra, todas as coisas, e os seres humanos também. O destino do homem é controlado por Ti. Guarde toda minha família e a faça feliz. Senhor Jesus! O sangue que derramaste na cruz nos redimiu. Tu és o meu único Redentor, a minha única ajuda e a minha confiança sempre presente. Tu me selecionaste dentre o vasto mar de pessoas e me levaste para a Tua casa. Tu me amas muito. Ó Senhor! Eu também te amo. Tu sabes o que me falta e também sabes o que penso. Fortalece-me e dê-me de acordo com a minha necessidade. Por favor, mantenha os negócios da minha família - criação de gado – são e salvos e guarde o meu marido e meus filhos todos os dias. Deixe os meus filhos serem obedientes e proteja-os de serem corrompidos pelo mal do mundo. Por favor, dê à minha filha um namorado agradável. Ó Senhor! Tu és uma lâmpada para os meus pés e uma luz para a minha senda. Por favor, brilhe sobre mim. Eu Te agradecerei, Te louvarei e cantarei louvores a Ti todos os dias. Oro em nome do Senhor Jesus. Amém!” Após essa oração, pensei: Todos os dias orarei ao Senhor várias vezes, dizendo-Lhe tudo o que preciso dizer, me comprometendo por inteiro e Ele por certo me concederá. Durante os primeiros anos, minha família tornou-se próspera sob a misericórdia do Senhor. No entanto, por alguma razão, posteriormente parecia que o Senhor não me ouvia mais. Muitas coisas deram errado na minha família. Não importava o quanto eu orasse com sinceridade ao Senhor e como intensificasse as minhas orações, de nada adiantava. Aos poucos, minha fé foi diminuída cada vez mais e eu orava cada vez menos. Minha primeira fé desapareceu.

Em 2005, recebi o evangelho do reino de Deus Todo-Poderoso. Soube então que o Senhor Jesus já havia retornado para realizar uma nova obra e que o Espírito Santo suspendeu a obra na Era da Graça. Portanto, não havia utilidade para o homem orar ao Senhor Jesus. Apenas orando a Deus Todo-Poderoso, o homem pode ser aprovado por Deus. Fiquei feliz e participei das reuniões com maior frequência. Cada vez que me reuni com os irmãos e irmãs da Igreja de Deus Todo-Poderoso, eu orava como antes, mas achei que suas orações eram totalmente diferentes das minhas. Suas orações tocaram muito o meu coração.

Um dia, ouvi um irmão orando: “Deus Todo-Poderoso! Obrigado por salvar-me e trazer-me para hoje. Ao ler as Tuas palavras, percebi que no passado acreditava em Ti, na religião, apenas pelas bênçãos, muitas vezes fazendo exigências não razoáveis em orações. Ao ler as Tuas palavras, compreendi que desde que eu, como criatura, creio em Ti, devo procurar obedecer-Te e deixar o meu caráter corrupto para viver à semelhança de um homem real. Esse homem está busca o Teu coração. Eu descobri que minha busca anterior estava errada. Sem a revelação e a orientação das Tuas palavras, mesmo que acreditasse em Ti, na religião, por toda a minha vida, eu não conseguiria entender tudo isto, muito menos conhecer a mim mesmo. É através da Tua elevação que posso saber disso tudo. No entanto, muitos irmãos e irmãs que são boas pessoas e acreditam de fato em Ti, na religião, ainda não vieram perante a Ti. Desconhecem que estão vivendo em seus caracteres corruptos,resistindo a Ti. Ó Deus! Ilumine-os, guie-os e permitas que mais deles voltem para a Tua casa em breve, recebendo a Tua salvação. Dê-me a vontade de cooperar para pregar a Tua obra nos últimos dias àqueles que realmente acreditam em Ti, para que aqueles que vivem nas trevas possam também receber a Tua salvação. Amém!”

Após ouvir estas orações algumas vezes, senti vergonha pois suas orações eram muito reais. Eles oraram buscando uma mudança em seu caráter para satisfazer a Deus e para espalhar o evangelho, enquanto eu só sabia orar pela minha própria família, pedindo por graça e bênçãos. Vi que eu era muito irracional. Estava com vergonha de abrir a boca para orar de novo. Por algum tempo, ficava perplexa sobre como orar a Deus. Mesmo quando nas reuniões, só conseguia dizer: “Ó Deus Todo-Poderoso! Eu Te agradeço e Te louvo…” e, em seguida, não sabia o que falar, incapaz de encontrar uma palavra para dizer por um tempo longo. Naquele momento, fiquei muito envergonhada e, na verdade, queria entrar em um pequeno buraco. Embora acreditasse em Deus por anos, não sabia como orar, o que era muito constrangedor. Comecei a ter medo de orar e até escapei das reuniões. Assim, pratiquei em particular, orando em casa, mas sempre repetia as mesmas palavras inúmeras vezes, sem nada novo. Eu estava sofrendo.

Minha condição durou por algum tempo, e senti-me culpada em meu coração, por isso, procurei as palavras de Deus relacionadas à oração. Vi as palavras de Deus: “Qual é o significado da oração? A oração é uma das maneiras pelas quais o homem coopera com Deus, é um meio pelo qual o homem clama a Deus e é o processo pelo qual o homem é tocado pelo Espírito de Deus. Pode-se dizer que aqueles que não oram são mortos desprovidos de espírito, uma prova de que lhes faltam as faculdades para serem tocados por Deus. Sem oração, seria impossível levar uma vida espiritual normal, muito menos acompanhar a obra do Espírito Santo. Não orar é cortar o relacionamento com Deus e impossibilitar o recebimento de Sua aprovação. Como alguém que crê em Deus, quanto mais o indivíduo ora, isto é, quanto mais é tocado por Deus, mais cheio de resolução e mais capaz de receber novo esclarecimento de Deus ele se torna. Como resultado, este tipo de pessoa pode ser rapidamente aperfeiçoado pelo Espírito Santo” (‘Acerca da prática da oração’ em “A Palavra manifesta em carne”). Lendo isto, pensei: “Acreditei no Senhor por tantos anos e orei por tantas vezes, mas nunca fui tocada por Deus. De fato, sou um homem morto e sem espírito! Destruí o meu relacionamento com Deus e o Espírito Santo não age mais sobre mim. Dessa forma, posso ainda ser considerada uma crente em Deus? Além disso, durante estes dias, por não saber o que dizer, evitei orar, não falando com Deus. Isso não é muito perigoso?” Naquele momento, senti medo e não pude deixar de ajoelhar-me para orar: “Ó Deus Todo-Poderoso! Eu Te agradeço! Tuas palavras iluminaram o meu coração entorpecido. No passado, sempre negligenciei a oração, o que me fez perder a obra do Espírito Santo, a Tua orientação e iluminação e destruir o meu relacionamento contigo. Ás vezes, quis vir diante de Ti para dizer as palavras do meu coração, mas era incapaz de dizê-las. Sempre vivi na escuridão e na dor e sentia-me impotente, mas não sabia como falar contigo. Ó Deus! Não me abandones. Por favor, toques-me de modo grandioso. De agora em diante, estarei mais perto de Ti e orarei mais a Ti. Eu não quero mais ser um homem morto e sem espírito. Ilumines-me para falar minhas palavras sinceras em minhas orações. Amém!” Após a oração, senti muita paz em meu coração. Ao praticar orando dessa forma, continuei buscando nas palavras de Deus a verdade relacionada à oração.

Vi as palavras de Deus: “O que é a oração verdadeira? É contar a Deus o que está dentro do seu coração, comungar com Deus ao captar Sua vontade, comunicar-se com Deus por meio de Suas palavras, sentir-se particularmente próximo de Deus, sentir que Ele está diante de você e crer que você tem algo a dizer a Ele. Seu coração parece cheio de luz e você sente como Deus é amável. Você se sente especialmente inspirado, e ouvir você traz gratificação aos seus irmãos e irmãs. Eles sentirão que as palavras ditas por você são as palavras que estão no coração deles, as palavras que eles desejam dizer, como se as suas palavras substituíssem as deles. É isso o que significa verdadeira oração”.

Ao orar, seu coração deve estar sereno perante Deus e ser sincero. Você está comungando e orando verdadeiramente com Deus; não deve tentar enganá-Lo com palavras que soam bem. A oração deveria ser centrada em torno daquilo que Deus deseja realizar agora. Peça a Deus que lhe conceda mais esclarecimento e iluminação; coloque seu estado atual e seus problemas em Sua presença ao orar, incluindo a resolução que fez perante Ele. Orar não é seguir um procedimento, mas buscar a Deus com um coração sincero. Peça a Deus que proteja seu coração, a fim de que esteja constantemente sereno perante Ele; para que, no ambiente em que Ele o colocou, você se conheça, despreze a si mesmo e se abandone, permitindo, assim, que tenha um relacionamento normal com Deus e verdadeiramente se torne alguém que ama a Deus” (‘Acerca da prática da oração’ em “A Palavra manifesta em carne”).

As palavras de Deus Todo-Poderoso indicaram a maneira de praticar a oração, dizendo-me qual é o seu significado, o que significa verdadeiramente orar e como entrar na verdadeira oração. Enquanto eu lesse mais as palavras de Deus, não saberia aos poucos como orar? Em comparação com as palavras de Deus, minhas orações anteriores eram formalidades e procedimentos a seguir, estavam cheias de exigências irracionais para com Ele e não buscavam o Seu coração. Eu nunca tinha orado a Deus de modo verdadeiro antes. Pedia graça e bênçãos de Deus ao invés de amá-Lo e obedecê-Lo, completamente por minha própria carne e para satisfazer os meus desejos excessivos. Almejava que Deus satisfizesse as minhas necessidades, de acordo com a minha vontade, mas nunca orei considerando a Sua vontade, nem por ganhar a verdade e a vida. Esta era, em sua totalidade, uma oração de resistência e desobediência a Deus. Naquele momento, percebi que não acreditava em Deus nem na busca da verdade, nem em amá-Lo ou em satisfazê-Lo, e que minha oração não era por mudança de caráter em minha vida. Apenas considerava-me como um credor de Deus e fazia exigências cegas a Ele. Essas minhas orações, não importa o quanto eu tenha dito e quantas vezes orado, não seriam aprovadas por Deus.

Depois que comparei-me com as palavras de Deus e examinei as minhas orações anteriores, tinha uma maneira de praticar a oração. Não tive mais medo de orar. De acordo com as palavras de Deus, pratiquei palavras honestas e sinceras a Deus em minhas orações. Orei para receber a Sua salvação, pela limpeza em meu caráter corrupto, por cumprir o meu dever, por satisfazer a Sua vontade e pela verdade que não entendia. Eu estava muito ansiosa quando vi que a obra de Deus espalhou-se por todo o universo, como entendia muito pouco da verdade, então não pude oferecer a minha porção para espalhar o evangelho e fui incapaz de testificar a obra que Deus tinha feito em mim e o esforço meticuloso que Ele havia gasto em mim. Assim, orei a Deus: “Deus Todo-Poderoso! Através da experiência da Tua obra, descobri que pagaste o preço penoso para salvar a humanidade profundamente corrompida por Satanás. Agora a Tua obra já se espalhou por todo o universo e Tu almejas por mais pessoas que tenham um coração e um espírito possam retornar perante a Ti em breve. No entanto, como não conheço muito bem da verdade, não posso cumprir o meu dever de divulgar o Teu evangelho, por isso, sinto-me em dívida contigo. Realizes a Tua obra em mim e toques em meu coração, para que eu possa fazer tudo o que puder para espalhar o evangelho do reino.”

Em seguida, vi o evangelho do Reino espalhando-se, em sua totalidade, on-line e todos os irmãos e irmãs cooperando positivamente com Deus para espalhar o evangelho e dar testemunho Dele, carregando os seus artigos na internet sobre seus ganho em acreditar em Deus. Neste momento, eu também quis escrever sobre o ganho de minhas experiências para dar testemunho de Deus e oferecer a minha porção na divulgação do evangelho do reino. No entanto, não tinha conhecimento e entendia muito pouco da verdade, por isso não pude usar as palavras mais adequadas para expressar o que ganhei com a obra de Deus. Fiquei tão preocupada com esse assunto. Por isso, vim diante de Deus e orei: “Ó Deus Todo-Poderoso! Guies-me e ilumines-me e me dês o conhecimento para escrever artigos. Estou disposta a testificar os meus reais entendimentos e ganhos com das minhas experiências em ser limpa e salva por Ti para ajudar mais pessoas que anseiam pela Tua manifestação e têm sede da verdade, vejam os Teus feitos maravilhosos. Assim, elas podem chegar com rapidez diante de Ti e receber a Tua salvação. Este é o dever que devo cumprir. Amém!” Assim, orei a Deus enquanto praticava escrever os artigos. Inconscientemente, fui movida e guiada pelo Espírito Santo e tive palavras infinitas escrevendo os artigos. Senti que quanto mais orava para estar consciente da vontade de Deus, mais fé tinha em meu coração e mais força tinha para satisfazê-Lo. Também gostei do prazer trazido pela obra do Espírito Santo, sentindo-me muito tranquila e segura. De fato, é tão bom dizer minhas palavras sinceras a Deus em minhas orações. Percebo que apenas se nossas orações forem destinadas a satisfazer a Deus e buscar a verdade, podem ser aprovadas por Ele, e podemos ter a esperança de sermos salvos. Agradeço a Deus por Sua orientação, que me fez entender a importância da oração e também a experiência de que o benefício trazido pela oração verdadeira é notável demais. Esforçarei-me mais para praticar orando e falando palavras práticas e sinceras, só assim posso receber grandemente a obra do Espírito Santo e trilhar o caminho para a salvação. Toda a glória seja dada a Deus Todo-Poderoso!

Leia mais artigo sobre volte para Deus:

Testemunho Cristão: Ela encontrou o caminho para se libertar do pecado (I)

Testemunho evangélico: vejam, o Senhor desceu sobre uma nuvem

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.