Menu

A Bíblia foi inspirada por Deus?

Olá irmãos Xiangming:

Nos últimos tempo, eu estou confuso sobre algo e gostaria de buscar a sua ajuda. Eu acredito no Senhor há décadas e sempre pensei que a Bíblia foi inspirada por Deus. Mas, ultimamente, enquanto eu lia as escrituras, fui surpreendido ao descobrir que os registros na Bíblia não são consistentes. Por exemplo: nos registros da Bíblia sobre as três negações de Pedro ao Senhor, Mateus 26:34 diz, “Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que esta noite, antes que o galo cante três vezes me negarás”. Mas Marcos 14:30 diz, “Replicou-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que o galo cante duas vezes, três vezes tu me negarás”. Apesar de ambas as passagens tratarem da negação de Pedro, uma diz que ele negará o Senhor três vezes antes do galo cantar, e outra diz antes do galo cantar duas vezes, então há uma inconsistência óbvia no horário. Além disso, o Antigo Testamento registra Davi numerando Israel. Samuel 24:1 declara, “A ira do Senhor tornou a acender-se contra Israel, e o Senhor incitou a Davi contra eles, dizendo: Vai, numera a Israel e a Judá”. Mas, 1 Crônicas 21:1 declara, “Então Satanás se levantou contra Israel, e incitou Davi a numerar Israel”. Ambas as passagens relatam Davi numerando Israel, mas uma diz que Jeová moveu Davi a numerá-los, e a outra diz que Satanás moveu Davi a numerá-los. São significados completamente opostos. Fiquei chocado quando descobri isso. Por que a Bíblia teria registros contraditórios de um mesmo evento, até o ponto de serem afirmações diretamente opostas? Se todas as palavras na Bíblia foram inspiradas por Deus, não existiria nenhum registo inconsistente! Estou curioso para saber quais são suas visões sobre esta questão? Espero que Irmão Xiangming possa me ajudar a resolver minha confusão!

Liu Xun

A Bíblia foi inspirada por Deus?

Olá, Irmão Liu Xun,

Saudações! A questão que você perguntou confunde muitos irmãos e irmãs. Por que existem registros inconsistentes na Bíblia? Para entender essa questão, primeiro devemos saber como a Bíblia foi criada e que tipo de livro ela é. Na verdade, muitos de nossos irmãos e irmãs que acreditam no Senhor sabem que a Bíblia inteira é composta dos livros de profecia dos profetas, registros históricos, salmos de Davi, o Livro da Sabedoria, os quatro evangelhos do Novo Testamento, as cartas dos apóstolos e Apocalipse. Dentre esses, somente os livros de profecia dos profetas e Apocalipse foram inspirados diretamente por Deus. As outras partes, como os cinco livros de Moisés, os livros de Josué a Ester no Antigo Testamento, os quatro evangelhos e as cartas dos apóstolos no Novo Testamento são registros escritos por pessoas após experimentarem a palavra de Deus. Por exemplo: dos registros históricos da obra de Deus na Era da Lei no Antigo Testamento, podemos ver como Deus escolheu os israelitas, como Ele os guiou para fora do Egito, como eles cruzaram o rio Jordão, e como entraram em Canaã; também podemos aprender com os reinados de Saul, Davi e Salomão. Estes registros históricos foram todos escritos a partir das memórias de testemunhas contemporâneas ou compiladores posteriores, e apresentam um registro dos fatos históricos que realmente ocorreram. Não foram inspirados por Deus. No Novo Testamento, os quatro evangelhos escritos por homens, como Mateus e Marcos, assim como as cartas de pessoas como Pedro e Paulo também caem nessa categoria. Os evangelhos são registros escritos por homens de coisas que viram e ouviram após se tornarem seguidores de Deus, e alguns são escritos para seus irmãos e irmãs, baseados nas circunstâncias da igreja. Portanto, os quatro evangelhos e todas as cartas também não foram inspirados por Deus. Já que somente os livros dos profetas e Apocalipse foram inspirados diretamente por Deus, e as outras partes da Bíblia são todas baseadas na sabedoria e experiência de homens, é surpreendente que contenham inconsistências? Não seria possível que noções humanas as contaminassem? O mesmo acontece quando as pessoas escrevem sobre coisas que ocorreram há anos. Quem poderia escrever o que ocorreu sem nenhum erro ou adições ou subtrações? Isso é impossível! É por isso que existem inconsistências quando Mateus e Marcos registraram a negação de Pedro no Novo Testamento, e quando Samuel e 1 Crônicas registraram Davi numerando a Israel no Antigo Testamento. Isto é difícil de ser evitado. Os registros humanos sempre conterão erros, então isso é fácil de entender.

Mas, se dizemos que somente os livros dos profetas e Apocalipse na Bíblia foram diretamente inspirados por Deus, e as outras partes da Bíblia são todas baseadas na sabedoria e experiência dos homens, então por que está escrito em 2 Timóteo 3:16 que “Toda Escritura é divinamente inspirada”? Primeiro, devemos entender que “Toda Escritura é divinamente inspirada” foi a visão do próprio Paulo. O Senhor Jesus Cristo alguma vez disse essas palavras? O Espírito Santo alguma vez testemunhou este fato na Bíblia? Se investigarmos a Bíblia, veremos que o Senhor Jesus e o Espírito Santo nunca testemunharam este fato. O fato de que Paulo disse isso só representa que era sua própria opinião, mas isso não está de acordo com a verdade.

Além disso, se olharmos para a afirmação de Paulo, “Toda Escritura é divinamente inspirada”, a qual parte da “escritura” ele se refere? Todos sabemos que Paulo escreveu 2 Timóteo mais de 60 anos após a vinda do Senhor, e que o Novo Testamento da Bíblia não havia sido escrito naquela época. Só o Antigo Testamento existia. Somente 300 anos após a vinda do Senhor, no Primeiro Concílio de Niceia, líderes religiosos de todos os países selecionaram os quatro evangelhos e as cartas dos homens como Paulo, Pedro e João dentre os vários disponíveis, e então os compilaram com Apocalipse escrito por João para criar as escrituras do Novo Testamento. Depois disso, eles juntaram o Antigo e o Novo Testamento para formar a Bíblia de hoje, que é constituída por ambos. Isto nos diz que Paulo escreveu Timóteo mais de 200 anos antes das Escrituras do Novo Testamento serem decididas, o que confirma que quando Paulo escreveu que “Toda Escritura é divinamente inspirada” em sua carta a Timóteo, a “escritura” à qual ele se referia não incluía o Novo Testamento. A partir disso, podemos ver que a crença de que a Bíblia inteira, apesar de escrita pelos homens, foi inspirada por Deus, é uma compreensão humana absurda, que não se encaixa com os fatos.

Eu também li algo sobre a questão em outro livro, “Nem tudo contido na Bíblia é um registro das palavras pronunciadas pessoalmente por Deus. A Bíblia simplesmente documenta os dois estágios prévios da obra de Deus, dos quais uma parte é um registro das previsões dos profetas, enquanto a outra registra as experiências e conhecimentos escritos por pessoas empregadas por Deus ao longo das eras. Experiências humanas estão contaminadas com opiniões e conhecimentos humanos, e isso é algo que é inevitável. Em muitos dos livros da Bíblia, há noções e preconceitos humanos e a compreensão absurda dos humanos. É claro que a maioria das palavras resulta da iluminação e esclarecimento do Espírito Santo e são compreensões corretas — mas ainda assim, não se pode dizer que são expressões inteiramente corretas da verdade.” “Na verdade, à parte dos livros de profecia, a maior parte do Antigo Testamento é um registro histórico. Algumas das epístolas do Novo Testamento vêm das experiências das pessoas, enquanto algumas vêm da iluminação do Espírito Santo; as epístolas paulinas, por exemplo, surgiram do trabalho de um homem, todas resultaram da iluminação do Espírito Santo e foram escritas para as igrejas, eram palavras de exortação e encorajamento para os irmãos das igrejas. Não eram palavras ditas pelo Espírito Santo; Paulo não podia falar em nome do Espírito Santo, nem era ele um profeta, muito menos teve as visões que João contemplou. Suas epístolas foram escritas para as igrejas de Éfeso, Filadélfia, Galácia e outras. E, assim, as epístolas paulinas do Novo Testamento são epístolas que Paulo escreveu para as igrejas, e não inspirações do Espírito Santo, nem são declarações diretas do Espírito Santo. […] Se as pessoas consideram as epístolas ou palavras como as de Paulo como declarações do Espírito Santo e as adoram como Deus, só se pode dizer que elas não sabem discernir. Para falar de forma mais áspera, será que isso não passa de blasfêmia? Como um homem poderia falar em nome de Deus? E como as pessoas podem se curvar diante dos registros de suas epístolas e das palavras que ele falou como se fossem um livro sagrado ou um livro celestial? Poderiam as palavras de Deus ser proferidas casualmente por um homem? Como um homem poderia falar em nome de Deus?” (“A respeito da Bíblia (3)”).

Esse livro declara com clareza que a Bíblia contém as palavras de Deus, mas também contém cartas benéficas dos apóstolos a seus irmãos e irmãs na igreja para abordar seus fardos na vida. Isto é um fato, então devemos discernir e ver a Bíblia corretamente. Nela, à parte dos profetas transmitindo a palavra de Deus e o Apocalipse, Deus nunca ordenou a ninguém que divulgasse Suas palavras, e apesar das cartas dos apóstolos estarem incluídas na Bíblia, nunca foi afirmado que elas têm inspiração de Deus em seus escritos. Antes de qualquer palavra de Deus na Bíblia, está escrito diretamente que “Jeová apareceu a tal e tal profeta”, “tal e tal profeta foi inspirado por Jeová”, “Jeová disse”, “Jeová declarou” ou “o Senhor Jesus disse”. Qualquer coisa fora dessa categoria são palavras dos homens e não palavras de Deus. Se, por sermos supersticiosos sobre a Bíblia ou a adorarmos, dissermos que todas as palavras dela são diretamente inspiradas por Deus ou são as palavras de Dele, nossa compreensão será absurda e estaremos blasfemando contra Ele! As palavras dos homens são as palavras dos homens, mesmo se estão incluídas na Bíblia. Isto é um fato indiscutível.

Espero que nossa comunhão possa te ajudar a ver essa questão mais claramente. Se tiver mais perguntas, é bem-vindo a postar novamente.

Xiangming

Xiangming

Veja também:

- O que é a Bíblia? 3 aspectos da verdade que você precisa saber

- Quem é o autor da Bíblia?

- Reflexão bíblica para hoje: todas as palavras de Deus estão na Bíblia?

Recomendado para você: Filme evangélico "Quem é meu Senhor" Trecho – Tudo sobre o debate Se a Bíblia é inspirada por Deus

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.