Menu

A crença em Deus se equipara à crença na Bíblia?

Eu nasci em uma família cristã. Como minha família era pobre, meu pai foi trabalhar longe de casa e raramente voltava. Minha mãe trabalhava na redondeza, mas mesmo assim, todos os dias ela estava ocupada trabalhando de manhã até a noite, por isso, tinha pouco tempo para cuidar de nós. Então, quando eu era jovem, não só precisei fazer algumas tarefas domésticas, como também tive que cuidar de meus irmãos e irmãs mais novos. Normalmente, quando eu via pessoas da minha idade sob os cuidados dos pais, tinha um sentimento de perda. Naquela época, embora eu soubesse pouco sobre a Bíblia, gostava muito de participar das aulas da escola dominical, onde eu soube que há um Pai celestial que ama muito o homem. Então, se eu me sentisse feliz ou não, podia orar a Ele. Gradualmente, o Pai celestial se tornou Aquele com quem eu falava intimamente.

Quando tinha 12 anos, fui batizado formalmente como cristão. Naquela época, meu pastor me disse: “Nossa crença no Senhor deve ser baseada na Bíblia, porque ela é o fundamento da crença do cristianismo. Além disso, toda a obra e palavras de Deus estão registradas na Bíblia. Se nos apegarmos à Bíblia, nunca seremos enganados. Qualquer crença fora da Bíblia é heresia”. Da mesma forma, enquanto pregava, ele sempre dizia: “Baseamos nossa fé na Bíblia. Pode-se dizer que crer em Deus é crer na Bíblia, e crer na Bíblia é crer em Deus”. Naquela época, embora eu tivesse pouco conhecimento sobre a Bíblia, fiquei entusiasmado e participava ativamente das reuniões, e nunca faltei a nenhuma, sentido que podia experimentar alegria e ser fiel ao Senhor quando me reunia com os irmãos e irmãs. Especialmente, depois de ouvir as palavras do pastor, soube que a Bíblia era bastante preciosa e diferente de outros livros. Então, sempre levava a Bíblia comigo a todo lugar e depois de estudá-la, a guardava em uma bolsa de pano. Mais tarde, a situação da igreja começou a piorar cada vez mais. A maioria dos irmãos e irmãs perderam a fé, e alguns deles até voltaram às obras do mundo. Os colaboradores na igreja sempre brigavam uns com os outros quando tinham ideias diferentes, o que fez com que alguns irmãos e irmãs deixassem a igreja. Vendo essa condição, senti meu espírito fraco e passivo. Embora ainda fosse à igreja participar de reuniões, na verdade eu o fazia mecanicamente toda vez. Entretanto, ainda valorizava a Bíblia e a protegia bem, como de costume. Depois do casamento, eu nem permitia que meu filho a tocasse.

No Festival da Lua de 2017, conheci o irmão Liang na internet e soube que era um pregador ao conversar com ele. Pensei: ele também crê no Senhor e, além disso, é um pregador, então deve entender a Bíblia muito bem. Mais tarde, eu sempre estudava a Bíblia com ele em um grupo de reuniões. Depois de um período de exploração da Bíblia em grupo, eu me sentia muito feliz. As comunhões deles eram tão esclarecedoras que entendi muitas verdades que não compreendia antes. Meu espírito sedento obteve rega e nutrição. Gradualmente, comecei a amar reunir-me com eles, e eu sempre mantinha nosso compromisso de participar das reuniões com alegria.

Certo dia, os irmãos e irmãs reproduziram um vídeo para mim, no qual eu vi um livro diferente da Bíblia. Naquele momento, meu coração imediatamente foi parar na boca. Perguntei a uma irmã: “Vocês são crentes da Relâmpago do Oriente? Realmente não leem mais a Bíblia? Por que há um livro diferente da Bíblia no vídeo? O que é isso?” Depois de ouvir minhas perguntas, ela gentilmente me disse: “Apocalipse 5:1-5 diz: ‘Vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, bem selado com sete selos. Vi também um anjo forte, clamando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de romper os seus selos? E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele. E eu chorava muito, porque não fora achado ninguém digno de abrir o livro nem de olhar para ele. E disse-me um dentre os anciãos: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, venceu para abrir o livro e romper os sete selos’. A partir desses versículos, podemos aprender que, nos últimos dias, um novo livro surgirá, que é o pergaminho profetizado na Bíblia e que pode ser aberto apenas por Deus”. Naquele dia, ela comungou muitas coisas; mesmo assim, quanto mais eu ouvia sua comunhão, mais resistente eu ficava. Pensei: “Toda a obra e palavras de Deus foram registradas na Bíblia. Como pode haver um novo livro fora da Bíblia? A crença em Deus se equipara à crença na Bíblia. A fé daqueles que não leem a Bíblia poderia ser chamada de fé no Senhor?” Portanto, não importava o que eles comungou, eu respondia: “Não sei”, “não consigo entender” e “sou incapaz de fazer isso”. Na verdade, eu não estava disposto a comungar mais com eles, mas não era educado recusá-los, então finalmente preferi ficar silente.

Depois da reunião, recebi muitas mensagens do irmão Liang, mas não o respondi. De noite, me virava inquieto na cama e não conseguia pegar no sono. Minha mente estava confusa. Quando me levantei na manhã seguinte, quis ouvir alguns hinos, esperando aquietar meu coração. Inesperadamente, depois que abri o Facebook, vi as palavras dizendo: “A Igreja de Deus Todo-Poderoso também é chamada de Relâmpago do Oriente. Evite fazer contato com eles”. Vendo isso, eu estava com medo e não pude me acalmar. Pensei: “Parece que eles creem errado, porque não leem a Bíblia”. Então enviei uma mensagem ao irmão Liang: “Não quero mais investigar e comungar”. Ele me ligou diretamente e comungou: “A visão de que ‘a obra e as palavras de Deus estão todas na Bíblia, fora da Bíblia não há obra e palavras de Deus, e qualquer crença fora da Bíblia é heresia’ não tem base concreta. Não está de acordo com o fato da obra de Deus A Bíblia diz: ‘E ainda muitas outras coisas há que Jesus fez; as quais, se fossem escritas uma por uma, creio que nem ainda no mundo inteiro caberiam os livros que se escrevessem’ (João 21:25). A partir desse versículo, podemos ver que as palavras e obra do Senhor Jesus não foram completamente registradas no Novo Testamento. De fato, todas as pessoas que entendem a Bíblia sabem que ela foi escrita e compilada por homens. Na compilação da Bíblia, devido a discordâncias e omissão dos compiladores, algumas das palavras de Deus transmitidas pelos profetas não foram incluídas nela. Então, como podemos dizer que fora da Bíblia não há palavras ou obra de Deus? As profecias omitidas dos profetas não são palavras de Deus? Portanto, as palavras dos pastores e élderes na comunidade religiosa de que ‘a obra e as palavras de Deus estão todas na Bíblia, e fora dela não há obra ou palavras de Deus’ não estão de acordo com a realidade. É um conhecimento e uma concepção completamente falsa, que eles têm, porque não conhecem a obra de Deus. Além disso, quando o Senhor Jesus veio fazer Sua obra, não o fez de acordo com o Antigo Testamento, mas executou a obra redentora na Era da Graça fora dele. A obra que Ele fez, assim como o caminho de arrependimento e a obra da crucificação, todas excederam o Antigo Testamento. Se nos apegarmos à noção de que ‘qualquer fé à parte da Bíblia é heresia’, então não estamos condenando a obra do Senhor Jesus?”

Pensei que a comunhão do irmão Liang fazia sentido. Nunca pensei nessa questão antes. Então, prometi a ele participar das reuniões e investigar. Entretanto, depois disso, ainda não conseguia superar aquilo e pensei: “Não importa como, não me separarei da Bíblia, pois ela é a base da fé de todo o Cristianismo. Crer no Senhor não é crer na Bíblia?” Portanto, mudei de ideia, mas estava com vergonha de dizer a ele. Então, no dia seguinte, desliguei de propósito meu celular e o coloquei em um lugar onde não podia vê-lo, temendo que, se o irmão Liang me ligasse novamente e me pedisse para participar das reuniões, eu não saberia como recusá-lo. Entretanto, naquele dia, me senti péssimo e meu coração ficava batendo apressado, o que dificultava respirar, comer e trabalhar com atenção. No dia seguinte, ainda não tinha me recuperado. O irmão Liang me ligou para investigar e eu o recusei. Pensei que, se eu não investigasse, meu coração se acalmaria. Mas acabou acontecendo o oposto. Mais tarde, a fim de acalmar meu coração, tentei orar mais, ouvir meus hinos favoritos, fazer exercício físico e tocar piano, mas fracassei. Pensei: “Me recusei a investigar, mas por que não consigo me acalmar?” Pensava naquilo continuamente, mas não conseguia descobrir por que. Aos poucos, comecei a sentir um pouco de medo: será que algo ruim vai acontecer comigo se meu coração continuar batendo tão rápido? Será que Deus Todo-Poderoso é realmente o Senhor Jesus que retornou? Será que o Senhor está me disciplinando, porque resisti a Deus Todo-Poderoso e, dessa forma, me opus ao Senhor? Caso contrário, por que não consigo acalmar meu coração por esses meios? Temendo me opor ao Senhor, me determinei a investigar a Igreja de Deus Todo-Poderoso. Depois, liguei para o irmão Liang: “Quero me reunir com vocês”. Surpreendentemente, quando fiquei disposto a buscar e investigar, meu coração se acalmou.

Na reunião, os irmãos e irmãs leram para mim as palavras de Deus Todo-Poderoso: “Desde que existe a Bíblia, a crença das pessoas no Senhor tem sido a crença na Bíblia. Em vez de dizer que as pessoas acreditam no Senhor, é melhor dizer que acreditam na Bíblia; em vez de dizer que começaram a ler a Bíblia, é melhor dizer que começaram a acreditar na Bíblia; e em vez de dizer que retornaram ao Senhor, seria melhor dizer que retornaram à Bíblia. Dessa forma, as pessoas adoram a Bíblia como se fosse Deus, como se fosse sua força vital, e perdê-la seria o mesmo que perder sua vida. As pessoas veem a Bíblia tão elevada quanto Deus, e há até aqueles que a veem mais elevada que Deus. Se as pessoas estão sem a obra do Espírito Santo, se não conseguem sentir Deus, podem continuar vivendo, mas, assim que perdem a Bíblia ou os famosos capítulos e dizeres da Bíblia, é como se tivessem perdido a vida.

Eles acreditam em Minha existência apenas no escopo da Bíblia. Para eles, Sou o mesmo que a Bíblia; sem a Bíblia Eu não existo e sem Mim não há Bíblia. Eles não prestam atenção em Minha existência nem em Minhas ações, mas, ao contrário, devotam extrema e especial atenção a toda e qualquer palavra das Escrituras. Muitos deles até acreditam que Eu não deva fazer nada que deseje fazer, a menos que esteja profetizado nas Escrituras. Eles atribuem importância demasiada a elas. Pode-se dizer que veem palavras e expressões como importantes demais, a ponto de usarem versículos da Bíblia para avaliar toda palavra que Eu digo e para Me condenar. O que eles buscam não é o caminho da compatibilidade Comigo nem o caminho da compatibilidade com a verdade, mas o caminho da compatibilidade com as palavras da Bíblia e acreditam que qualquer coisa que não esteja em conformidade com a Bíblia, sem exceção, não é a Minha obra. Não são essas pessoas os descendentes zelosos dos fariseus? Os fariseus judeus usaram a lei de Moisés para condenar Jesus. Eles não buscavam compatibilidade com o Jesus daquela época, mas seguiam diligentemente a lei à risca, a ponto de, no fim, pregarem o inocente Jesus à cruz, acusando-O de não seguir a lei do Velho Testamento e de não ser o Messias. Qual era a essência deles? Não era que eles não buscavam o caminho da compatibilidade com a verdade? Eram obcecados por toda e qualquer palavra das Escrituras sem, no entanto, prestar atenção à Minha vontade, às etapas e aos métodos da Minha obra. Eles não eram pessoas que buscavam a verdade, mas pessoas que se agarravam rigorosamente às palavras; não eram pessoas que acreditavam em Deus, mas que acreditavam na Bíblia. Eram, em essência, os cães de guarda da Bíblia.

Uma irmã comungou: “Por anos, comparamos a Bíblia a Deus e baseamos nossa fé apenas na Bíblia. Em nossos corações cremos que a Bíblia representa ao Senhor, representa a Deus. É melhor dizermos que cremos na Bíblia em vez de dizermos que cremos em Deus. Toda a comunidade religiosa até pensa que crer em Deus é crer na Bíblia, e sair dela significa não crer em Deus. Todos nós cremos e adoramos cegamente a Bíblia e lhe damos o mesmo status que damos a Deus. Alguns até usam a Bíblia para substituir a obra do Senhor e de Deus. Entretanto, ninguém realmente conhece a Deus e O obedece. O motivo porque adoramos cegamente a Bíblia se deve principalmente a que não conhecemos sua essência e o relacionamento entre ela e Deus. Recordemos os fariseus judeus daquela época. Eles se apegavam cegamente à Bíblia e a adoravam, a ponto de que, quando a interpretaram, condenaram e resistiram com fanatismo Senhor Jesus e O pregaram à cruz. No final, foram punidos por Ele. Os fatos são suficientes para provar que só ser capaz de interpretar a Bíblia e entender o conhecimento bíblico não significa conhecer a Deus; apegar-se à Bíblia não significa obedecer ao caminho do Senhor; crer na Bíblia não equivale a crer em Deus. O Senhor Jesus disse certa vez: ‘Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim; mas não quereis vir a mim para terdes vida!’ (João 5:39-40). A partir das palavras do Senhor Jesus, podemos saber que não há vida na Bíblia. Ela é apenas um testemunho de Deus, simplesmente um registro da obra anterior de Deus. Portanto, a Bíblia não representa a Deus e não podemos compará-la a Ele. Apenas Deus pode salvar a humanidade através de Sua obra, enquanto a Bíblia não; apenas Deus pode expressar a verdade, enquanto a Bíblia não; Deus pode inspirar, iluminar e guiar o homem a qualquer momento, enquanto a Bíblia não; Deus é a fonte de água viva, enquanto há apenas palavras mortas na Bíblia. Então ela não representa a Deus de jeito nenhum. Se colocarmos a Bíblia no mesmo nível de Deus, pensando que ela pode representá-Lo, não estamos diminuindo e blasfemando a Deus? Deus é Deus, e a Bíblia é a Bíblia. Ela não pode representar a Deus, muito menos representa Sua obra. É apenas um registro da obra de Deus”.

Depois de ouvir sua comunhão, entendi a diferença entre Deus e a Bíblia. Crer nela não equivale a crer em Deus. Apegar-se à Bíblia não significa manter-se no caminho do Senhor. Se continuar a me apegar à Bíblia, além de não ganhar a aprovação do Senhor, também serei condenado por Ele. Não posso seguir as pegadas dos fariseus e resistir a Deus. Entretanto, de acordo com a comunhão dela, será que é errado lermos a Bíblia no passado? Então busquei comungar com ela essa questão.

Assim, ela leu outras duas passagens das palavras de Deus para mim: “O que ensino a você é simplesmente a substância e a história interna da Bíblia. Não estou pedindo que você não leia a Bíblia ou que saia por aí proclamando que ela é totalmente desprovida de valor, mas apenas que você tenha o conhecimento e o ponto de vista corretos sobre a Bíblia. Não seja tão unilateral! Embora a Bíblia seja um livro de história que foi escrito por homens, também documenta muitos dos princípios pelos quais os santos e profetas antigos serviram a Deus, e as experiências dos apóstolos recentes em servir a Deus — todas as quais foram realmente vistas e conhecidas por essas pessoas e podem servir de referência para as pessoas desta era na busca do verdadeiro caminho. […] Embora a Bíblia reúna alguns dos livros das palavras de vida, como as epístolas paulinas e as petrinas, e embora as pessoas possam ser providas e auxiliadas por esses livros, eles ainda estão desatualizados e ainda pertencem à era antiga, e não importa quão bons sejam, são apenas adequados para um período e não são eternos. Pois a obra de Deus está sempre em desenvolvimento e ela não pode simplesmente parar no tempo de Paulo e Pedro, ou permanecer sempre na Era da Graça, quando Jesus foi crucificado. E assim, esses livros são apenas adequados para a Era da Graça, não para a Era do Reino dos últimos dias. Eles só podem prover para os crentes da Era da Graça, não para os santos da Era do Reino e não importa o quanto eles sejam bons, eles ainda são obsoletos. “Como existe um caminho mais elevado, por que estudar aquele caminho baixo e desatualizado? Como existem declarações mais novas e obras mais novas, por que viver em meio a registros históricos antigos? As novas declarações podem prover para você, o que prova que esta é a nova obra; os registros antigos não podem saciar você ou satisfazer suas necessidades atuais, o que prova que são história e não a obra do aqui e agora. O caminho mais elevado é a obra mais nova, e com a obra nova, não importa quão elevado seja o caminho do passado, ele ainda é a história das reflexões das pessoas, e não importa seu valor como referência, ele ainda é o caminho antigo. Embora esteja registrado no ‘livro sagrado’, o antigo caminho é história; mesmo que não haja registro do novo caminho no ‘livro sagrado’, ele é o do aqui e agora. Este caminho pode salvar e mudar você, pois esta é a obra do Espírito Santo.

Ela comungou: “Hoje, Deus vem à terra e executa Sua obra. Ele nunca nos pede para não ler a Bíblia, nem negá-lo. Em vez disso, Ele quer que nós tratemos a Bíblia corretamente, pois a quantidade de palavras de Deus registrada na Bíblia é muito limitada. O que a Bíblia contém é apenas um registro da obra de Deus e as experiências e testemunhos dos apóstolos. Além disso, as palavras de Deus na Bíblia são como uma gota no mar da vida Dele. Elas não podem representar a inteireza de Deus. A obra de Deus está sempre avançando. Se nos apegarmos apenas à obra que Deus faz em uma era, somos conservadores e estamos nos apegando à história. Dessa forma, não podemos obter a obra do Espírito Santo ou resolver nossos problemas reais. Além disso, a Bíblia não registra a obra atual de Deus, e o que está lá não são as exigências mais realistas Dele ao homem ou a corrente atual da obra do Espírito Santo. Hoje em dia, Deus Todo-Poderoso começou a obra de purificação e aperfeiçoamento do homem com juízo e castigo. Apenas se nos mantivermos nos passos da obra de Deus, aceitarmos a obra de julgamento e castigo de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias, poderemos obter a obra do Espírito Santo e seremos salvos e purificados”.

Depois da comunhão dela, subitamente entendi o motivo porque eu me sentia cada vez mais sedento, e minha fé estava cada vez menos na comunidade religiosa. Isso aconteceu porque confiei e adorei a Bíblia demasiadamente e me apeguei com teimosia a ela e, por isso, não acompanhei a obra recente de Deus e caí na escuridão. Quanto mais ouvia a comunhão da irmã, mais entendia e era iluminado.

Através das palavras de Deus e da comunhão da irmã, a confusão em meu coração foi resolvida. Tive certeza que Deus Todo-Poderoso é a aparição do Senhor Jesus, e que baseado na obra do Senhor Jesus, Deus realizou um novo estágio de sua obra. Se não fosse pela misericórdia, orientação e iluminação de Deus, eu teria perdido a chance de saudar o retorno do Senhor e ainda viveria na escuridão, com fome e sede, e sob as regras e palavras da Bíblia, crendo em Deus e mesmo assim resistindo a Ele. Agora, finalmente, saí dos laços da Bíblia, vim para diante de Deus e obtive a provisão da fonte de águas vivas. Graças a Deus! Toda a glória seja dada a Deus!

Por Zhihui, Malásia

Artigo Recomendado:

Mistérios da Bíblia: Todas as palavras na Bíblia são inspiradas por Deus?

Todas as palavras da Bíblia são palavras de Deus e foram inspiradas por Ele?

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.