Menu

Como podemos manter um relacionamento normal com Deus

Como podemos manter um relacionamento normal com Deus

Construir, um relacionamento com Deus, é a lição mais importante a ser aprendida. Só quando nós temos um relacionamento apropriado com Deus, podemos ser instigados em oração, ganhar iluminação ao ler as palavras de Deus e obter a luz e orientação de Deus em todas as coisas. Claramente, é crucial para nós estabelecermos um relacionamento normal com Deus. Aqui estão 3 maneiras para continuar um relacionamento normal com Deus.

 Primeiro, pratique a mansidão do vosso coração diante de Deus

O senhor Jesus disse: “Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade” (João 4:24). Deste verso, concluímos que, se queremos estabelecer um relacionamento normal com Deus, devemos orar a Deus com um coração sincero, falando profundamente. Quando, honestamente, falamos a Deus sobre as nossas circunstâncias reais e dificuldades, e fazemos uma auto-reflexão diante Dele, seremos movidos pelo Espírito Santo e experimentaremos remorso sincero. Dessa forma, podemos nos acalmar diante de Deus. Por exemplo, você ora: “Deus! Eu vejo muitos irmãos e irmãs entregando-se de corpo e alma à Ti. Mas sou muito pequeno. Tenho tanta bagagem – meu trabalho, minha família e meu futuro – que não posso me dedicar a você. Não sei como largar minha bagagem. Que você me ilumine e me permita entender sua vontade e seus requisitos. Que você me dê fé e força para que eu possa obedecer às Suas vontades e arranjos.” Quando você ora dessa maneira, se aquieta diante de Deus. Quando Deus vê você orar honestamente, o Espírito Santo irá trabalhar em você, e então você estabelecerá um relacionamento normal com Deus. Mas se não abrirmos nossos corações para Deus quando nos ajoelharmos em oração, se apenas dissermos algumas palavras descuidadas e superficiais, mesmo que pareçamos bastante reverentes por fora, isso não é aquietar-se diante de Deus, e tal oração não será aceita por ele. Além disso, se formos irracionais, se trouxermos nossas demandas ou o desejo de fazer acordos em nossas orações, então essas orações não serão oferecidas com um coração quieto diante de Deus e não serão aceitas por Ele.

Além de acalmar nossos corações diante de Deus quando oramos, também precisamos ficar quietos diante Dele e tocar Seu Espírito com nossos corações quando lemos a Bíblia e contemplamos as Suas palavras. Quando temos verdadeira comunhão com Deus e vivemos diante Dele, somos tocados pelo Espírito Santo e ganhamos a Sua presença. Independentemente do que estamos fazendo, se estamos orando, trabalhando ou dando um passeio, devemos praticar a submissão diante de Deus a qualquer momento. Enquanto praticarmos isso constantemente, podemos manter um relacionamento normal com Deus.

Segundo, entregue vossos corações a Deus, permita que Deus controle tudo e obedeça à soberania e aos arranjos Dele

Dar vosso coração a Deus significa confiar nossos empregos, famílias e vidas a Deus. Não importa o que aconteça conosco, devemos buscar e orar a Deus, e depois agir de acordo com a Sua vontade e exigências. Além disso, devemos mergulhar na obra de Deus e nos dedicar a Ele, agindo de acordo com Suas palavras em tudo e obedecendo às Seus desígnios e arranjos sem escolher. É isso que significa dar o coração a Deus. Suponha que tenhamos que lidar com a questão do casamento de um dos nossos filhos. Oramos: “Querido Senhor! Meu filho foi dado a mim por você. Agora, ele atingiu a idade do casamento. Em vez de confiar em mim para fazer planos para o seu casamento, estou disposto a confiar este assunto a você e obedecer à sua vontade e arranjo. Eu acredito que o que Você fizer será o melhor para ele. Depois de tal oração, devemos obedecer à vontade de Deus em vez de agir de acordo com nossos próprios desejos. Se dissermos que estamos dispostos a nos submeter às vontades e arranjos de Deus, mas estamos cheios de queixas e até mesmo negações, julgamentos e blasfêmias contra Deus quando as provações ocorrerem, isso não é submeter vosso coração a Deus. Como o Senhor Jesus disse: “Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim. Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem” (Mateus 15:8-9). Das palavras do Senhor, podemos ver que Deus não gosta de nós para honrá-lo somente da boca pra fora, mas quer que entreguemos nossos corações inteiramente a Ele e lhe demos soberania em tudo. Vamos pegar os três amigos de Daniel como exemplo. Ao enfrentar o perigo de ser jogado em uma fornalha ardente, eles estavam dispostos a morrer em vez de adorar ídolos. Eles não fizeram escolhas próprias, mas fizeram de Deus seu soberano e satisfizeram à Ele de todo o coração; isso é verdadeiramente entregar o coração a Deus.

Terceiro, aprenda a buscar e praticar a verdade em todas as coisas

Não importa quem tenha dito alguma coisa, mesmo que a pessoa seja alguém insignificante ou que menosprezemos, contanto que o que ele diga esteja de acordo com a verdade, devemos nos sujeitar e aceitá-lo. Mas se o que eles dizem não condiz à verdade, não devemos aceitá-la, não importa quão alta seja sua posição ou quão grande seja sua influência. Quando descobrimos que nossos irmãos se envolvem em disputas por inveja uns dos outros, roubam ofertas ou fazem algo prejudicial aos interesses da igreja, não devemos fechar os olhos para essas coisas, ou agir como se não tivesse nada a fazer, nem devemos ser inibidos pelo status e poder de outras pessoas. Em vez disso, devemos permanecer resolutamente do lado de Deus e salvaguardar os interesses da igreja. Somente quando agimos assim, podemos nos tornar aqueles que são verdadeiramente obedientes à verdade. Hoje em dia, na igreja, há muitas pessoas em busca de conhecimento e status, ouvindo cegamente e obedecendo o que os pastores e anciãos disserem. Seus comportamentos apenas me lembram dos israelitas. Durante o tempo do Senhor Jesus, os israelitas adoraram cegamente os principais sacerdotes, os escribas e os fariseus; enganados por estes, eles os seguiram resistindo ao Senhor Jesus, e o pregaram na cruz, sofrendo o castigo e a maldição de Deus. Em contraste, pessoas como Pedro, João, Mateus e Filipe viram que o trabalho e a palavra do Senhor Jesus estavam cheios de soberania e poder que vinham de Deus, e assim o seguiam sem estarem presos aos fariseus; eles foram aqueles que verdadeiramente obedeceram a Deus e conquistaram a salvação do Senhor. Assim como a Bíblia diz: “Importa antes obedecer a Deus que aos homens” (Atos 5:29).

Eu acredito desde que você pratique de acordo com essas três maneiras, você pode estabelecer um relacionamento normal com Deus.  Você compreendeu esses princípios e começou a colocá-los em prática?

Correio Cristão

Tradução: Gisele Benevente

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.