Menu

A o que a advertência em Apocalipse 22:18-19 se refere

Bíblia Apocalipse 22:18-19

O “bip… bip” agudo da buzina de um carro soou no beco estreito, arrancando Xu Min de seus pensamentos. Quando virou-se para olhar para trás, ela notou que não tinha percebido que estava bloqueando um carro enquanto estava perdida contemplando algo que o pastor dissera naquela manhã. Ela se desculpou com pressa e se moveu para o lado para dar espaço para que ele passasse. Ela caminhava muito devagar como se o frio do inverno não a tocasse.

Ela logo perdeu-se nos pensamentos outra vez. Nos últimos anos, a igreja estava ficando cada vez mais desolada. A fé e o amor dos irmãos e irmãs foram desaparecendo aos poucos, e ela mesma sentiu que seu espírito estava cada vez mais sombrio e fraco. Ela havia chorado e clamado ao Senhor Jesus muitas vezes, mas não conseguia sentir a Sua presença. Isso foi muito doloroso para Xu Min. Ela também tinha visitado várias igrejas diferentes, mas não rendeu muitos frutos. Ela ainda era incapaz de sentir a presença do Senhor. Justamente quando tudo isso estava acontecendo, um bom amigo lhe enviou um livro e disse-lhe que o Senhor havia retornado e proferido novas palavras. Ela ficou muito feliz e não podia esperar para buscar e investigar isso. Quanto mais lia, mais ela sentia que o livro era muito prático e corrigia muitos erros na fé que as pessoas tinham em Deus. Seu coração se iluminou depois de lê-lo e ela obteve um grande prazer espiritual. Ela acreditava que aquelas palavras não poderiam ser ditas por uma pessoa comum, e que, provavelmente, foram iluminadas pelo Espírito Santo. Mas naquele mesmo dia, depois de saber o que estava acontecendo, o pastor tentou impedir que ela investigasse e disse: “Está escrito: ‘Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro; e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão descritas neste livro’ (Apocalipse 22:18-19). Está escrito no livro do Apocalipse que nada pode ser acrescentado ou removido da Escritura. Se pessoas estiverem testemunhando que o Senhor retornou e proferiu novas palavras, algo estaria sendo acrescentado à Bíblia. Assim, qualquer uma dessas alegações não pode ser investigada de forma alguma – isso seria uma traição ao Senhor.” Ouvir isso fez Xu Min sentir um pouco de medo. Ela, então, não sabia o que deveria fazer – seu coração parecia pesado e como se estivesse amarrado.

Depois de chegar em casa, ela ainda estava confusa, por isso, ligou para a amiga e a convidou para vir e compartilhar sua comunhão com ela. Quando a amiga chegou à casa de Xu Min, as duas conversaram sobre diversas coisas, e, por fim, Xu Min mencionou seu próprio dilema.

Sua amiga respondeu: “Não ousar investigar qualquer coisa que tenha a ver com a obra do Senhor e Suas palavras em Seu retorno porque a Bíblia diz: ‘Se alguém lhes acrescentar alguma coisa…’ realmente é confuso para nós. Isso acontece porque não temos um entendimento puro dessa passagem de Apocalipse e, quando entendemos o verdadeiro significado, a confusão acaba. Mas, para que essa questão fique mais clara, precisamos, primeiro, conhecer o contexto dessas palavras de Apocalipse. De fato, o livro do Apocalipse foi escrito cerca de 90 anos depois do Senhor. Na ilha de Patmos, depois que João teve uma visão dos últimos dias, ele a registrou. Na época, o Novo Testamento não existia, muito menos a Bíblia inteira, o Antigo e o Novo Testamento como um só livro. O Novo Testamento não foi reunido até 300 anos depois do Senhor. Assim, o livro mencionado em Apocalipse 22:18-19 não era uma referência à Bíblia completa, mas a essa profecia no livro do Apocalipse. E se olharmos mais de perto, esses versículos falam de pessoas que adicionam algo a essa profecia, não à Bíblia. A partir desses dois fatos, sabemos que dizer ‘não acrescentar nada’ não significa que não haveria nenhuma nova obra ou novas palavras de Deus fora da Bíblia. O texto estava nos dizendo que não podemos adicionar ou excluir qualquer coisa das profecias do livro do Apocalipse arbitrariamente.”

Ouvindo isso, Xu Min apressou-se, abriu sua Bíblia no livro do Apocalipse e descobriu que essa explicação estava correta. O Apocalipse diz, com clareza, que nada pode ser acrescentado à profecia, mas não diz que nada poderia ser acrescentado à Bíblia como um todo. Determinar que não poderiam existir outras palavras de Deus fora da Bíblia combase nessa passagem não é apropriado. Nossa! Era tão óbvio – por que ela não viu isso antes?

Sua amiga continuou dizendo: “Além disso, precisamos ser claros sobre o verdadeiro significado dessas palavras de Apocalipse. Está escrito: ‘Se alguém lhes acrescentar alguma coisa…’ Podemos notar que isso foi um aviso para nós: os seres humanos não podem adicionar algo às profecias arbitrariamente. O motivo disso é que as profecias são coisas que o Próprio Deus fará no futuro, portanto, as pessoas não podem saber como elas realmente serão cumpridas até que o Próprio Deus venha realizar a obra. Se as pessoas incluírem suas próprias idéias sobre esse fundamento, elas estarão distorcendo as palavras de Deus e ofendendo Seu caráter – por isso elas sofrerão o castigo de Deus. Precisamos saber que essas palavras no Apocalipse foram destinadas a nós, a humanidade, não a Deus. Deus é o Criador e tudo está em Suas mãos. Ele está qualificado para realizar Sua própria obra fora dos limites das profecias, e isso é algo que nenhum ser criado pode impedir, nem delimitar à sua vontade. Por exemplo, a Bíblia diz em Deuteronômio 12:32, ‘Tudo o que eu te ordeno, observarás; nada lhe acrescentarás nem diminuirás.’ Aqui, Deus Jeová nos diz explicitamente que as pessoas não podem acrescentar nada aos Seus mandamentos, mas a obra e as palavras do Senhor Jesus na Era da Graça não estavam registrados nas escrituras, e elas eram muito diferentes de algumas exigências da lei. Por exemplo, na Era da Lei a exigência dizia ‘olho por olho e dente por dente’, mas quando o Senhor Jesus realizou Sua obra, Ele disse: ‘Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; e ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa…’ (Mateus 5:38-40). Além disso, Deus Jeová disse às pessoas na Era da Lei para odiarem seus inimigos, mas, na Era da Graça, o Senhor Jesus disse: ‘Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem…’ (Mateus 5:44). Como aqueles que ficaram presos ao Antigo Testamento notaram, muitas coisas ditas pelo Senhor Jesus estavam fora dos limites da lei e acrescentavam algo a ela, por isso eles não seguiram o Senhor. Os fariseus, em particular, agarraram-se à lei do Antigo Testamento para condenar o Senhor Jesus, cometendo o pecado monstruoso de blasfêmia contra o Espírito Santo. Essa não é a maior rebelião dos seres humanos? Quando Deus diz, em Suas palavras, que nada pode ser acrescentado ou removido, Ele está fazendo uma exigência à humanidade – como poderíamos impor as exigências das palavras de Deus ao Próprio Deus? Deus é o governante de todas as coisas e Sua obra é feita de acordo com o Seu plano. Ele não pode ser restringido por ninguém, nem está limitado às palavras da Bíblia.”

Depois de dizer tudo isso, ela pegou o tablet e abriu uma página da internet. Ela continuou: “Isto é de um site gospel: ‘A obra feita por Jesus durante o tempo do Novo Testamento inaugurou uma nova obra: Ele não trabalhava de acordo com a obra do Antigo Testamento, nem aplicava as palavras ditas pelo Jeová do Antigo Testamento. Ele fez Sua própria obra, e fez uma obra mais recente, uma mais elevada que a lei. Assim, Ele disse: “Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir”. Dessa forma, de acordo com o que Ele realizou, muita doutrina foi abandonada. No sábado, quando Ele levou os discípulos pelos campos de grãos, eles pegaram e comeram espigas de grãos; Ele não guardou o sábado e disse: “o Filho do homem até do sábado é o Senhor”. Na época, de acordo com as regras dos israelitas, quem quer que não guardasse o sábado seria apedrejado até a morte. Jesus, no entanto, não entrou no templo nem guardou o sábado, e Sua obra não havia sido feita por Jeová durante o tempo do Antigo Testamento. Assim, a obra feita por Jesus excedia a lei do Antigo Testamento, era mais elevada que ela, e não estava de acordo com ela.’ Está claro que Deus não fica preso às regras. Em cada era, Deus realiza novas obras e profere novas palavras – as leis e as ordenanças da era anterior não podem segurá-Lo. Deus age de acordo com as exigências de Sua obra, bem como com o que nós, como humanos, precisamos. Ele está sempre pronunciando novas palavras. Esta é a única maneira de elevar a humanidade a um plano superior, para que possamos escapar por completo das forças de Satanás e, enfim, alcançar a salvação de Deus. É por isso que não podemos pensar na obra e nas palavras de Deus como se fossem limitadas ao que a Bíblia contém, e, principalmente, não podemos fazer exigências a Deus com base em Sua exigência aos seres humanos de não acrescentar ou tirar nada, muito menos determinar que fora da Bíblia não podem existir novas palavras de Deus. Você não diria a mesma coisa?”

Xu Min assentiu com a cabeça – ouvir tudo isso de sua amiga trouxe uma clareza sem tamanho. O que foi dito no Livro do Apocalipse sobre não acrescentar ou remover qualquer coisa referiu-se ao fato de que os humanos não podiam excluir ou incluir coisas nas palavras de Deus, mas isso não significava que Ele Próprio não poderia pronunciar mais palavras depois disso. Se as pessoas não têm um entendimento puro dessa passagem da escritura, elas apegam-se a suas noções absurdas, delimitam a obra de Deus, e, provavelmente, ofendem Seu caráter? Percebendo isso, Xu Min começou a suar frio – os fariseus concluíram que o Senhor Jesus enganava as pessoas porque eles se agarraram à antiga lei e pensaram que as palavras Dele estavam acrescentando algo à lei. A própria Xu Min errou ao cometer o mesmo equívoco que os fariseus.

Sua amiga continuou e disse: “Você se lembra do que está dito em João 16:12-13?”

Sem hesitação, Xu Min disse: “Eu me lembro. Não é uma passagem que recitamos com frequência? O Senhor Jesus disse: ‘Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras’ (João 16:12-13).”

Continuando, sua amiga disse: “Esta passagem da escritura afirma com muita clareza que, quando Deus retornar nos últimos dias, Ele expressará muito mais palavras para nos regar e nutrir, para que possamos entender e entrar em todas as verdades. Há também as profecias do livro do Apocalipse: ‘Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe’ (Apocalipse 2:17). ‘Vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, bem selado com sete selos. Vi também um anjo forte, clamando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de romper os seus selos? E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele. E eu chorava muito, porque não fora achado ninguém digno de abrir o livro nem de olhar para ele. E disse-me um dentre os anciãos: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, venceu para abrir o livro e romper os sete selos’ (Apocalipse 5:1-5). ‘o que o Espírito diz às igrejas’ e ‘o maná escondido’ mencionado aqui, o pergaminho com sete selos que deve ser aberto, e assim por diante, todos provam que, quando Deus retornar nos últimos dias, Ele terá mais palavras para proferir e mais obra para realizar. Ele irá desvendar todos os mistérios que nós nunca entendemos. Assim, podemos realmente concluir que qualquer coisa que não esteja na Bíblia não é palavra de Deus por causa do trecho ‘Se alguém lhes acrescentar alguma coisa…’? Também está escrito: ‘E ainda muitas outras coisas há que Jesus fez; as quais, se fossem escritas uma por uma, creio que nem ainda no mundo inteiro caberiam os livros que se escrevessem’ (João 21:25). Este versículo também nos fala que o Senhor Jesus disse muitas coisas e realizou muitas obras enquanto operava, e o que está registrado na Bíblia é limitado. Nem todas as palavras e obras do Senhor Jesus foram registradas. Nem mesmo a totalidade da obra e das palavras do Senhor Jesus foi registrada na Bíblia, portanto, dizer que qualquer coisa fora da Bíblia não pode ser palavra de Deus não é uma negação das próprias palavras e ações do Senhor?”

Ouvindo isso, Xu Min ficou tão animada, que se levantou e disse: “Ó, meu Deus, eu leio a Bíblia todos os dias. Como foi que não descobri esse mistério? As coisas estão ficando cada vez mais claras para mim por meio de sua comunhão. Agora eu entendo que a obra de Deus que está registrada na Bíblia é limitada. Que o texto bíblia que não é um registro completo da obra e das palavras de Deus. Não é nem um registro completo da obra e das palavras do Senhor Jesus. Considerando o fato de que o Senhor Jesus operou por mais de três anos, o que Ele disse em qualquer dia teria sido muito mais do que o que está agora registrado na Bíblia. Quando o Senhor retorna nos últimos dias, Ele realiza uma nova obra e profere novas palavras. Este é um fato que não pode ser negado e está escrito com muita clareza nas profecias. Agora eu sei que os seres humanos nunca podem delimitar a obra de Deus, e, principalmente, nós não podemos prender Deus dentro do escopo da Bíblia. Quando investigarmos o verdadeiro caminho, precisamos seguir a liderança e orientação do Espírito Santo, e buscá-lo e investigá-lo com o coração aberto para receber o Senhor. Caso contrário, seremos como os fariseus que se opuseram a Deus e acabaram sendo destruídos, porque se apegaram às palavras literais da escritura. Em um momento como esse, é tarde demais para arrependimentos!”

Meu amiga sorriu e acenou com a cabeça: “Isso mesmo. Se quisermos seguir os passos do Cordeiro, devemos manter um coração que tem fome e sede de justiça e que busca a verdade. Não podemos ser impedidos por nenhuma de nossas noções ou imaginações – essa é a única maneira pela qual podemos receber a manifestação do Senhor nos últimos dias, nos tornarmos virgens prudentes e sermos arrebatados para diante do trono de Deus. Assim como disse o Senhor Jesus: ‘Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. […] Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos. […] Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus’ (Mateus 5:3, 6, 8).”

Xu Min assentiu com vigor: “Sim! Amém!” Sua confusão foi varrida por completo e ela se sentiu incrivelmente alegre. Enquanto elas continuavam sua comunhão, o som de suas risadas felizes e despreocupadas ressoava do lado de fora.

Artigos relacionados:

Como tratar as profecias bíblicas de acordo com a vontade de Deus

Pode haver palavras de Deus que não estão na Bíblia? Qual é sua visão sobre isso?

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.