Siga-nos

Como exaltar a Deus como grande em nossas vidas

Deus disse certa vez: “Não terás outros deuses diante de mim” (Deuteronômio 5:7). Este é um dos mandamentos de Deus que a humanidade deve respeitar. Ele é o Criador, a fonte da vida de todas as coisas, que provê constantemente, governa e controla toda a criação, por isso, a lei do céu e da terra diz que nós, a criação, devemos obedecer e adorar a Deus. Para nós, cristãos, em nossa fé, exaltar a Deus como grande é algo da maior importância, porque diz respeito diretamente à grande questão de saber se obtemos a aprovação Dele. No entanto, quando enfrentamos dificuldades na vida cotidiana, em vez de orar e buscar a Deus, muitas vezes procuramos a ajuda de pessoas que veneramos e admiramos. Com os nossos corações ocupados por tais pessoas, nós deixamos de seguir ao mandamento de exaltar a Deus como grande.

Então, como podemos exaltar a Deus como grande de verdade? Quanto a essa questão, meus colegas de trabalho e eu buscamos juntos a orientação de Deus, depois da qual resumimos três princípios para a prática. Neste momento, eu gostaria de comunicá-los a você e espero que possamos entrar nesse aspecto da verdade juntos.

como exaltar a Deus
www.freepik.com

Primeiro, apenas Deus deve ter lugar em nosso coração, nenhuma pessoa deve ocupar este local, nem devemos venerar a admirar qualquer homem

Está mencionado nos Dez Mandamentos: “Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra; não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, Jeová teu Deus, sou Deus zeloso…” (Deuteronômio 5:7-9). Isso nos diz que nós, que cremos em Deus, não podemos exaltar e admirar nenhum ídolo, porque Deus é um Deus que odeia o mal. A palavras de Deus dizem: “As pessoas que creem em Deus devem obedecer a Ele e adorá-Lo. Você não deve exaltar nem admirar ninguém.” Essas palavras nos dizem que nós, que cremos em Deus, devemos adorá-Lo e ter apenas Ele em nossos corações. Por outro lado, se não agirmos assim, mas nos voltarmos para as pessoas que veneramos e admiramos buscando conselhos e as ouvimos cegamente, mesmo que suas opiniões estejam em conformidade com a verdade e a vontade de Deus, estamos nos sujeitando a ser desviados. Buscar a ajuda de pessoas que admiramos em todas as coisas significa que as vemos como maiores que Deus em nossos corações, e que, na verdade, estamos adorando e admirando o homem. O povo judeu registrou uma situação similar na Bíblia: eles não exaltaram a Deus como um grande, então quando o Senhor Jesus veio trabalhar, mesmo ouvindo que Ele falava com autoridade e poder, eles ainda foram perguntar aos sumos sacerdotes e fariseus se Ele era o Messias. Quando os fariseus negaram que o Senhor Jesus era a chegada do Messias, julgaram e condenaram a Sua obra, o povo judeu os venerou e ouviu cegamente, porque pensavam que os sumos sacerdotes e fariseus tinham mais conhecimento das Escrituras, assim, também condenaram e rejeitaram o Senhor Jesus, e, no final, perderam a salvação do Senhor. Enquanto isso, havia algumas outras pessoas que, ao contrário daqueles judeus, sabiam honrar a Deus como grande, como Pedro, João e a mulher samaritana. Embora, naquela época, muitos fariseus judeus resistissem, condenassem e difundissem rumores para difamar a obra do Senhor Jesus, fazendo tudo que podiam para impedir que as pessoas O seguissem, esses indivíduos não acreditaram cegamente nos rumores, mas investigaram com cuidado a obra e as palavras do Senhor Jesus com um coração temente a Deus. Quando eles descobriram que as palavras e declarações do Senhor Jesus tinham autoridade e poder e eram toda a verdade, eles reconheceram que Ele era o Messias pelo qual ansiavam, e, assim, seguiram-No sem hesitar e, finalmente, ganharam a salvação.

Então, hoje, se não exaltamos a Deus como grande em todas as coisas, também estaremos inclinados a admirar e venerar as pessoas cegamente, em especial os pastores e presbíteros que estão familiarizados com as Escrituras e podem falar sobre algum conhecimento teológico profundo. Por exemplo, alguns de nós, quando confrontados com grandes eventos como casar, ter filhos, comprar uma casa ou encontrar um emprego, procuram de imediato os pastores e presbíteros em busca de conselhos, em vez de orar e buscar a Deus para saber a Sua vontade. Alguns pedem a permissão dos pastores e dos presbíteros antes de ouvirem outros sermões e vão até eles para saber qual o verdadeiro caminho. São essas pessoas que creem de verdade em Deus? Definitivamente não! Eles realmente não têm lugar para Deus em seus corações e não O exaltam como grande. Em comparação, existem pessoas que oram e confiam em Deus, e buscam Sua iluminação e orientação quando estão diante de alguma questão. Elas colocam a palavra de Deus em prática sem esforço e sem serem obrigadas por ninguém. Essas pessoas são aquelas que exaltam a Deus como grande, que vão ganhar o cuidado e a proteção de Deus, bem como as Suas bênçãos, porque o Senhor Jesus certa vez: “Pedí, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á” (Mateus 7:7-8).

Segundo, quando servimos a Deus, devemos exaltar e dar testemunho Dele em todas as coisas, colocá-Lo em primeiro lugar e deixar Deus reinar em nossos corações

As palavras de Deus dizem: “O homem não deve se engrandecer nem se exaltar. Ele deve adorar e exaltar a Deus.” Esse é um dos decretos administrativos de Deus que devem ser obedecidos por cada um dos crentes. Como pessoas que servem a Deus, é nosso grande dever exaltar a Deus e dar testemunho Dele em todas as coisas, e levar nossos irmãos e irmãs a obedecê-Lo e adorá-Lo. Se uma pessoa leva seus irmãos e irmãs a venerá-la, essa pessoa não é alguém que exalta a Deus como grande. Por exemplo, algumas pessoas, ao pregarem sermões, concentram-se apenas em explicar o conhecimento bíblico e a teoria teológica para se mostrarem e serem admiradas em alta conta. Elas não dizem como praticar as palavras do Senhor e seguir o Seu caminho, nem confessam a verdade ou testemunham o que Deus tem e é ou Suas intenções, mas gostam de fazer com que os outros sigam as regras. Assim, depois de seus anos de serviço, as pessoas que são lideradas por elas, em vez de adquirir algum conhecimento de Deus, na verdade ficam cada vez mais familiarizadas com seus líderes e chegam a venerá-los em seus corações. Obviamente, esses líderes estão competindo com Deus pelo status e sua forma de servir é resistente a Deus. Como pessoas assim poderiam ser aprovadas por Deus? Deixe-me usar um exemplo que pode não ser muito apropriado: uma mãe tem que sair para trabalhar para que possa criar seu filho, então ela contrata uma babá para cuidar da criança. Inesperadamente, após um período de tempo, a babá diz à criança: “Você deveria me chamar de mãe. A outra mulher que você chamava de ‘mãe’ não é sua mãe de verdade. Eu sou a verdadeira mãe.” Você não acha essa babá um pouco desprezível? Da mesma forma, se não exaltamos e damos testemunho de Deus em todas as coisas, mas levamos os irmãos e irmãs a nos admirarem, isso prova que não temos um lugar para Deus em nossos corações, e que não estamos servindo a Ele, mas gerenciando nosso próprio status. Mas se exaltamos e damos testemunho de Deus em todos os assuntos, comungamos nossas próprias experiências e testemunhos de prática das palavras do Senhor, e levamos os irmãos e irmãs a colocar em prática as palavras do Senhor para que possam confiar, obedecer e exaltar o Senhor como grande, então pode-se dizer que estamos servindo a Deus e cumprindo nossos deveres para satisfazê-Lo. E somente esse tipo de serviço está de acordo o coração de Deus. Tome Pedro como exemplo: ele nunca pediu às pessoas para adorá-lo durante o seu serviço, mas se concentrou apenas em comunicar as palavras do Senhor Jesus e sua própria experiência e conhecimento delas, levando os crentes a conhecer a salvação e o amor do Senhor pela humanidade. Está registrado em Atos 10:25-26: “Quando Pedro ia entrar, veio-lhe Cornélio ao encontro e, prostrando-se a seus pés, o adorou. Mas Pedro o ergueu, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem.” Por esses versos da escritura, podemos ver que Pedro não queria que os outros o admirassem, por isso, ele deixou claro que, embora pudesse trabalhar pelo Senhor, ele ainda era um homem corrupto, que não podia ser venerado.

Terceiro, diante de coisas que não podemos entender, devemos ter um coração reverente a Deus e nunca especular sobre tais coisas

Deus Jeová disse: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos…” (Isaías 55:8). Através desse versículo, podemos ver que nós, humanos, nunca seremos capazes de sondar e que Deus diz e faz. Então, como seres criados, devemos ter corações que reverenciam a Deus, ao invés de julgar e adivinhar com arbitrariedade o que vem de Dele. As palavras de Deus dizem: “Seu coração deve ser sempre reverente diante de Deus, você deve ser moderado em suas palavras e ações…” As palavras de Deus nos dizem o seguinte: não importa qual seja a circunstância, ao fazer e dizer coisas, devemos ter princípios e agir de acordo com a verdade; devemos buscar a verdade e a iluminação do Espírito Santo com um coração reverente e obediente a Deus. Quando não conseguimos entender a obra de Deus por completo, não devemos julgar ou falar de maneira descuidada, mas dizer apenas o que entendemos. Quanto à parte que não entendemos, devemos orar a Deus e buscar a verdade, em vez de analisar cegamente e julgar de acordo com nossas mentes. Como todos sabemos, quando Jó perdeu seu enorme rebanho e todos os seus filhos, e seu corpo ficou coberto de feridas doloridas, embora não pudesse entender o motivo dessas coisas, ele não usou suas noções e imaginações para julgar e queixar-se contra Deus, nem pecou com seus lábios, mas orou e confiou em Deus com um coração reverente, e obedeceu à Sua soberania e arranjos, dando testemunho Dele. Os três amigos de Jó, no entanto, não tinham um coração reverente a Deus. Eles fizeram suposições e julgamentos aleatório sobre Jó, provocando, assim, a ira de Deus. Os fariseus são outro exemplo. Quando o Senhor Jesus veio trabalhar, vendo que Sua obra e palavras não se conformavam com suas concepções e imaginações, eles julgaram e condenaram arbitrariamente a obra sem o menor medo em seus corações, e conspiraram com o governo romano para crucificar o Senhor Jesus, ofendendo o caráter de Deus e, portanto, sofrendo uma punição. Portanto, não devemos tirar conclusões precipitadas sobre coisas que não entendemos. Em especial no momento crucial da volta do Senhor nos últimos dias, devemos ter um coração de reverência em relação à Sua volta. Não devemos definir a manifestação e a obra de Deus de acordo com nossa imaginação, como os fariseus fizeram, mas devemos agir como Pedro, Jacó e João, que buscavam e investigar com humildade a obra e as palavras do Senhor e segui-Lo. Essa é a única maneira de testemunhar a manifestação de Deus e a volta do Senhor, e também exaltação de Deus como grande.

Irmãos e irmãs, acredito que, através da comunhão de hoje, cada um de vocês adquiriu algum conhecimento sobre como exaltar a Deus como grande. Se colocarmos esses três princípios em prática, com certeza nos tornaremos pessoas que exaltam a Deus como grande. Assim como as palavras de Deus dizem: “… começar a praticar o caminho de temer a Deus e evitar o mal desse ponto em diante; conseguir honrar a Deus como grande em todas as coisas; não usar suas próprias fantasias pessoais, pontos de vista ou crenças para definir a si mesmo, definir a Deus. E, em vez disso, você buscar as intenções de Deus em todos os aspectos, você alcançar uma realização e entendimento da atitude de Deus para com a humanidade e você usar o padrão de Deus para satisfazer a Deus — isso seria maravilhoso!

Toda a glória ao Deus único.

Por Xiaocao


Você pode gostar também

O que significa fazer a vontade de Deus

Quatro coisas que os cristãos devem fazer

4 princípios para como ser uma pessoa honesta!

Clique para ler mais

Contate-nos

Diante da proibição de reuniões da igreja durante o COVID-19, o que os cristãos devem fazer? Clique para se juntar a nós em nossas reuniões online.

Venha conversar com a gente! Converse conosco no WhatsApp
WhatsApp

Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?