Siga-nos

Como acreditar em Deus para poder agradá-Lo

Eu, que acredito em Deus por muitos anos, sempre pensei que crer Nele era segui-Lo e orar com frequência a Ele para proteção contra desastres, para receber graça, pregar o evangelho e ser testemunha Dele – pensei que isso era realmente crer em Deus. Entretanto, descobri recentemente que sempre que encontrava dificuldades e adversidade, eu não tinha fé em Deus e até ficava cheia de incompreensão e culpa contra Ele no meu íntimo. Por exemplo, quando eu estava doente e Deus não retirou minha enfermidade, mesmo que eu tenha orado, minha fé Nele se enfraqueceu, até que no fim estava quase sem disposição para orar; ao encontrar várias dificuldades e frustrações na vida, com frequência reclamava sobre Deus em meu coração e pensava que Ele devia manter minha família em paz e não permitir que essas coisas desagradáveis viessem sobre mim, já que eu ia regularmente às reuniões, orava e lia a Bíblia todos os dias. E assim, cada vez mais, ficava cheia de mal-entendidos e reclamações com relação a Deus. Foi então que comecei a me examinar: sou uma cristã verdadeira? Agindo dessa forma, estou crendo em Deus?

como acreditar em Deus

Pensando em retrospecto, quando Deus conduziu os israelitas para fora do Egito, Ele realizou muitos sinais e maravilhas milagrosos. Por exemplo, Ele dividiu o Mar Vermelho para livrá-los de problemas. Quando as pessoas comuns viram este feito maravilhoso de Deus, todas se animaram e pularam, e O adoraram. Naquela época, sua crença e louvor de Deus pareceram ser muito sinceros. Entretanto, quando vagaram pelo deserto e não tinham nada para comer, pareceu que tinham sofrido uma perda de memória, esquecendo completamente a graça de Deus em livrá-los da escravidão egípcia e reclamando a Ele por levá-los para fora do Egito onde eles tinham carne, e por fazê-los sofrer dificuldades no deserto. Suas reclamações estavam soando sempre durante os quarenta anos que estiveram no deserto. No passado, sempre que eu via na Bíblia como os israelitas se rebelaram contra Deus, eu ficava brava em meu coração e pensava: “Eles viram tantos feitos maravilhosos de Deus, mas por que ainda não tinham fé Nele quando enfrentaram uma questão tão pequena? Por que adoraram a Deus quando receberam graça e bênçãos Dele, mas reclamavam quando encontravam um pouco de dificuldade?” Nesse momento, vi como eu também reclamava com frequência a Deus em meu coração por causa de coisas desagradáveis e então eu percebi: ter fé verdadeira em Deus não é tão simples como imaginei. Se não tivermos fé verdadeira, cada um de nós fará reclamações assim como os israelitas fizeram. Mas, por que reclamamos sobre Deus sempre que encontramos coisas desagradáveis? Confusa, comecei a buscar em toda parte por soluções para esta pergunta.

Até que um dia, vi duas passagens de palavras a seguir em um livro espiritual: “Hoje, existem ainda aquelas que creem em Deus em letras, em doutrinas vazias. Elas não têm consciência de que sua crença em Deus não tem substância e de que são incapazes de ganhar a aprovação de Deus, e elas ainda oram por paz e graça suficiente de Deus. Devíamos parar e perguntar a nós mesmos: acreditar em Deus poderia realmente ser a coisa mais fácil neste mundo? Acreditar em Deus significa nada mais que receber muita graça de Deus? As pessoas que creem em Deus, mas não O conhecem, e acreditam em Deus, mas se opõem a Ele, podem realmente cumprir os desejos de Deus?” (de “Prefácio”). “Meus feitos são maiores em número do que os grãos de areia nas praias, e a Minha sabedoria é maior do que a de todos os filhos de Salomão, no entanto, os homens meramente pensam em Mim como um médico de pouca importância e um professor desconhecido do homem! Quantos creem em Mim apenas para que Eu possa curá-los! Quantos creem em Mim apenas para que Eu possa usar Meus poderes para expulsar espíritos impuros de seu corpo, e quantos creem em Mim simplesmente para que possam receber paz e alegria de Mim! Quantos creem em Mim apenas para exigir de Mim maior riqueza material! Quantos creem em Mim apenas para passar essa vida em paz e para estarem sãos e salvos no mundo que está por vir! Quantos creem em Mim para evitar o sofrimento do inferno e para receber as bênçãos do céu! Quantos creem em Mim apenas em busca de conforto temporário, no entanto não buscam ganhar nada no mundo que está por vir! Quando Eu fiz descer Minha fúria sobre o homem e tomei toda a alegria e paz que ele possuía originalmente, o homem se tornou duvidoso. Quando Eu dei ao homem o sofrimento do inferno e retirei as bênçãos do céu, a vergonha do homem se transformou em ira. Quando o homem Me pediu para que o curasse, mas Eu não o atendi e, mais ainda, senti abominação por ele, o homem se afastou de Mim e buscou o caminho da medicina ruim e bruxaria. Quando Eu tirei tudo que o homem tinha exigido de Mim, então, o homem desapareceu sem deixar vestígios. Portanto, Eu digo que o homem tem fé em Mim porque Eu concedo graça demais e há muitíssimo mais a ganhar” (de “O que você sabe sobre a fé?”).

Essas duas passagens realmente contêm autoridade e poder. Elas apontaram para minhas intenções e perspectivas equivocadas em minha fé em Deus. No fim, minha crença em Deus era apenas pedir por graça e ganhar Suas bênçãos e proteção, e nunca O adorei e conheci. Assim, sempre que as bênçãos de Deus vinham sobre mim, eu O agradecia e o adorava; mas assim que enfrentava dificuldades e calamidades, começava a formar reclamações contra Ele em meu coração. Não estava assim fazendo acordos com Deus em minha crença Nele? Deus é o Criador, mas eu simplesmente O tratava como o objeto de quem podia fazer exigências. Não O estava usando? Eu pensei: participo de reuniões, oro a Deus em todas as coisas e com frequência prego o evangelho para testificar Dele; isso significa que tenho fé verdadeira Nele e posso assim obter Sua aprovação. Nunca tinha pensado que haveria tantas impurezas e intenções equivocadas em minha crença. Como isso poderia ser considerado fé verdadeira? E como poderia receber a aprovação de Deus? Ele examina o coração das pessoas. Através dessas palavras, as corrupções e impurezas em minha fé foram reveladas de forma tão completa, que descobri que a razão pela qual entendi mal e culpei a Deus quando eu estava em uma situação difícil, era por causa de minha falta de fé verdadeira Nele.

Percebendo o problema que existia em mim, comecei a buscar a visão correta de perseguir a crença em Deus. Vi uma passagem de palavras no livro: “A crença em Deus é para que você possa obedecer a Deus, amar a Deus e realizar o dever que deve ser realizado por uma criatura de Deus. Este é o objetivo de acreditar em Deus. Você deve alcançar um conhecimento da beleza de Deus, de quão digno Deus é de reverência, de como, em Suas criaturas, Deus realiza a obra da salvação e as torna perfeitas — estas são as essências mínimas da sua crença em Deus. A crença em Deus é principalmente passar de uma vida da carne para uma vida de amor a Deus; de viver dentro da corrupção para viver dentro da vida das palavras de Deus; é sair do império de Satanás e viver sob o cuidado e proteção de Deus, é ser capaz de alcançar a obediência a Deus e não a obediência à carne, é permitir que Deus ganhe todo o seu coração, permitindo que Deus o torne perfeito e se libertar do caráter satânico corrupto. Crer em Deus é, principalmente, para que o poder e a glória de Deus se manifestem em você, para que você possa fazer a vontade de Deus e realizar o plano de Deus e ser capaz de dar testemunho de Deus diante de Satanás” (Extraído de “Tudo é realizado pela Palavra de Deus”). Só então eu soube que a fé em Deus não deve ser uma busca de bênçãos da carne. Em vez disso, eu deveria buscar conhecer a Deus, obedecê-Lo, amá-Lo, cumprir o dever de um ser criado, e ser testemunha Dele. E esta é a busca que eu mais necessitava ter em minha crença em Deus.

Pense nos bons testemunhos que os santos ao longo das eras tiveram por Deus. Abraão, abençoado por Deus, recebeu um filho quando tinha a idade de 100 anos. Entretanto, quando seu filho era um adolescente, Deus pediu que Abraão o oferecesse como holocausto. Abraão não reclamou nem argumentou contra Deus, mas estava sinceramente disposto a dar seu único e amado filho de volta a Ele. Por causa de sua total obediência, Deus abençoou seus descendentes a serem uma grande nação. Vejamos outro exemplo: por causa da tentação de Satanás, Jó perdeu muitas ovelhas e gado e todos seus filhos, e além disso, todo seu corpo ficou coberto de úlceras malignas, causando-lhe dores insuportáveis na carne e nos ossos. Depois disso, ele enfrentou os julgamentos e ataques de sua esposa e três amigos. Durante todas essas provações, Jó nunca fez a menor reclamação e ainda adorava a Deus, dizendo: “Jeová deu, e Jeová tirou; bendito seja o nome de Jeová” (Jó 1:21). Devido à sua fé em Deus, ele recebeu Suas grandes bênçãos. Também houve Pedro. Ele só se concentrou em buscar a fé e conhecer a Deus. Como ele tinha um coração que ansiava e buscava a verdade, pouco a pouco desenvolveu uma compreensão real de Deus e um coração de admiração por Ele. No final, ele pôde ser crucificado de ponta-cabeça por amor a Ele e deu um belo e contundente testemunho. O que Pedro buscava era estar de acordo com o coração de Deus e, ao crer Nele, procurou apenas conhecê-Lo, amá-Lo e satisfazê-Lo, em vez de apenas buscar algo para si mesmo. Dessa forma, o Senhor Jesus disse: “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do hades não prevalecerão contra ela; dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares, pois, na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado nos céus” (Mateus 16:18-19).

O testemunho dos antigos santos elogiados por Deus me faz perceber que crer verdadeiramente Nele é buscar conhecê-Lo e obedecê-Lo, agir de acordo com Suas exigências e, assim, tornar-se uma pessoa que O ama de modo genuíno. Além disso, isso muda minha imaginação anterior e a perspectiva de minha crença em Deus – manter Seu nome e buscar pão para satisfazer a fome. Também me mostra a forma de praticar em minha busca futura. Devemos procurar ter fé verdadeira em Deus como Abraão, Pedro e Jó, amá-Lo e cumprir Sua vontade, e sermos compatíveis com Ele. E somente isso é que um crente em Deus deve buscar.

Por Li Zhi


Você pode gostar também
O que significa a fé em Deus?
Por que a humanidade deve acreditar em Deus?

Clique para ler mais

Contate-nos

Diante da proibição de reuniões da igreja durante o COVID-19, o que os cristãos devem fazer? Clique para se juntar a nós em nossas reuniões online.

Venha conversar com a gente! Converse conosco no WhatsApp
WhatsApp

Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?