Menu

Testemunhos de Pregar o Evangelho: Não importa quão difícil seja, nunca desistirei de pregar o evangelho (II)

A pregação do evangelho nunca para

Vários dias mais tarde, inesperadamente recebi uma ligação da irmã Amei, que vivia em Mianmar. Ela tinha grande humanidade e cria de coração em Deus. Assim, divulguei o evangelho de Deus dos últimos dias a ela e compartilhei a verdade do nome Dele com a irmã. Depois de ouvir isso, ela quis saber mais sobre a verdade da obra e do nome de Deus, então a convidei a participar de nossa reunião.

Lá, o irmão Zhao leu duas passagens da palavra de Deus: “‘Jeová’é o nome que assumi durante Minha obra em Israel e significa o Deus dos israelitas (o povo escolhido de Deus) que pode se apiedar do homem, amaldiçoar o homem e guiar a vida do homem; o Deus que possui grande poder e é cheio de sabedoria. ‘Jesus’é Emanuel, o que significa a oferta pelo pecado que é repleta de amor, repleta de compaixão e que redime o homem. Ele fez a obra da Era da Graça e representa a Era da Graça e só pode representar uma parte da obra do plano de gerenciamento. Isso significa, somente Jeová é o Deus do povo escolhido de Israel, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, o Deus de Jacó, o Deus de Moisés e o Deus de todo o povo de Israel. E assim, na era atual, todos os israelitas, exceto o povo judeu, adoram Jeová. Eles fazem sacrifícios a Ele no altar e O servem usando vestes sacerdotais no templo. O que eles esperam é a reaparição de Jeová. Somente Jesus é o Redentor da humanidade, e Ele é a oferta pelo pecado que redimiu a humanidade do pecado. Ou seja, o nome de Jesus veio da Era da Graça e veio a existir por causa da obra da redenção na Era da Graça. O nome de Jesus veio a existir para permitir que as pessoas da Era da Graça renascessem e fossem salvas e é um nome específico para a redenção de toda a humanidade. Assim, o nome de Jesus representa a obra da redenção e denota a Era da Graça. O nome Jeová é um nome específico para o povo de Israel que viveu sob a lei. Em cada era e em cada estágio da obra, Meu nome não é infundado, mas tem um significado representativo: cada nome representa uma era” (“O Salvador já voltou sobre uma ‘nuvem branca’”).

Já fui conhecido como Jeová. Também já fui chamado de Messias, e as pessoas no passado Me chamaram de Jesus o Salvador porque elas Me amavam e respeitavam. Hoje, porém, não sou o Jeová nem o Jesus que as pessoas conheceram nos tempos passados; sou o Deus que voltou nos últimos dias, o Deus que encerrará esta era. Sou o Próprio Deus que Se ergue da extremidade da terra, repleto de todo o Meu caráter e pleno de autoridade, honra e glória. As pessoas nunca se envolveram Comigo, nunca Me conheceram e sempre foram ignorantes do Meu caráter. Desde a criação do mundo até hoje, nem uma só pessoa Me viu. Este é o Deus que aparece ao homem durante os últimos dias, mas que está oculto entre os homens. Ele reside entre os homens, verdadeiro e real, como o sol ardente e a chama flamejante, cheio de poder e transbordante de autoridade. Não há uma única pessoa ou coisa que não será julgada por Minhas palavras nem uma única pessoa ou coisa que não será purificada pelo fogo ardente. No fim, todas as nações serão abençoadas por causa de Minhas palavras e também esmagadas em pedaços por causa de Minhas palavras. Dessa forma, todas as pessoas durante os últimos dias verão que Eu sou o Salvador que retornou e que Eu sou o Deus Todo-Poderoso que conquista toda a humanidade. E todos verão que já fui a oferta pelo pecado para o homem, mas que, nos últimos dias, Eu também Me torno as chamas do sol que queimam todas as coisas, bem como o Sol da justiça que revela todas as coisas. Essa é a Minha obra dos últimos dias. Eu assumi esse nome e possuo esse caráter para que todas as pessoas possam ver que Eu sou um Deus justo, e o sol ardente, a chama flamejante, para que todos possam Me adorar, o único Deus verdadeiro, e para que possam ver Minha verdadeira face: não sou apenas o Deus dos israelitas e não sou apenas o Redentor; Eu sou o Deus de todas as criaturas nos céus, na terra e nos mares” (“O Salvador já voltou sobre uma ‘nuvem branca’”).

O irmão Zhao comunicou isto: “Antes que eu cresse no Senhor, não conhecia o mistério do nome Dele também. Mais tarde, só depois de ler as palavras de Deus entendi que Ele não tinha nome originalmente. É por causa das necessidades de Sua obra de gerenciamento que Deus adota um nome diferente durante cada era. Ele usa um nome diferente para iniciar uma nova era e finalizar a antiga. O fato de Deus adotar um nome diferente em cada era mostra Suas intenções e sabedoria. O nome assumido por Deus em cada era representa a obra que Ele faz e o caráter que expressa. Por exemplo, na Era da Lei, Deus trabalhou e mostrou à humanidade – aquela que foi corrompida por Satanás – como viver na terra, de forma que eles permanecessem sob a lei e aprendessem como adorá-Lo. Se essas pessoas vivessem de acordo com as exigências de Deus, receberiam Suas bênçãos; caso contrário, seriam punidas por Deus por violar a lei. Naquela era, Ele assumiu o nome ‘Jeová’, que representa o caráter divino como sendo de majestade, ira, misericórdia e maldições. No final da Era da Lei, as pessoas enfrentaram o perigo de serem executadas sob a lei porque não podiam mantê-la. Para redimir a humanidade, Deus assumiu outro nome, ‘Jesus’, para iniciar a obra da Era da Graça. Esse nome representa Deus como sendo misericordioso. Então, na Era da Graça, com Sua infinita misericórdia, Deus tolerou nossas transgressões e nos concedeu abundante graça, e no fim, Ele foi pregado à cruz por nós e levou todos nossos pecados. A partir daí, contanto que oremos no nome do Senhor Jesus, nossos pecados serão perdoados, e assim podemos vir diante de Deus para adorá-Lo novamente. Se o Senhor Jesus não tivesse feito sua obra redentora, todos teríamos sido mortos sob a lei devido ao caráter justo de Deus. Mas embora tenhamos sido redimidos pelo Senhor, ainda temos de escapar dos laços do pecado, e ainda vivemos em um estado de pecar e confessar. Assim, conforme é exigido de nós, humanidade corrupta, Deus está fazendo uma nova obra, promovendo a Era do Reino no nome de Deus Todo-Poderoso. Na Era do Reino, com Seu caráter justo e majestoso, Deus está expressando as palavras de julgamento nos últimos dias para toda a humanidade. No julgamento das palavras de Deus, vemos a verdade de nossa corrupção por Satanás e também sentimos o caráter justo de Deus, um caráter que não permite ofensa. Enquanto isso, Ele também está nos apontando o caminho para nos livrarmos dos laços de Satanás e alcançarmos a purificação: Contanto que aceitemos a obra de julgamento e castigo de Deus nos últimos dias, e praticarmos e experimentarmos Suas palavras, podemos de fato nos livrar dos laços do pecado e viver livres e soltos na luz. A partir dos nomes que Deus adota em diferentes eras e os caráteres que Ele expressa durante aquela era, podemos ver que cada nome pode somente representar uma parte do caráter divino, e apenas se conhecermos a Deus através de Sua obra completa de gerenciamento evitaremos defini-Lo de forma casual. Apenas assim nosso conhecimento de Deus pode ser preciso”.

Ao ouvir a comunhão do irmão Zhao, me senti muito feliz por dentro. No passado, somente sabia que, desta vez, Deus mudara Seu nome quando veio fazer Sua obra. Ele não é mais chamado de Jeová ou Jesus. Mas não sabia que Deus não tinha nome no início. Foi só porque Ele estava prestes a iniciar Sua obra de gerenciamento que assumiu um nome, e Deus usa um nome diferente para executar Sua nova obra e expressar Seu caráter diferente. Depois de entender essas coisas, senti ainda mais que Deus me incumbir do dever de pregar o evangelho não me exige somente trazer aqueles que estão aguardando o retorno do Senhor para diante de Deus, mas também usa a divulgação do evangelho para compensar minhas deficiências, permitindo-me entender a verdade e conhecer a Deus. Meu coração ficou cheio de agradecimento e louvor a Deus. A irmã Amei também ficou muito contente depois de ouvir a comunhão. Ela me enviou uma mensagem na qual dizia que nunca esperara que o nome de Deus teria tão grande mistério por trás dele, que ela sentiu que Ele era muito sábio, que ela oraria a Deus Todo-Poderoso naquele dia e diria essas boas novas com para sua irmã. Não muito tempo depois disso, Amei e a família de 5 pessoas de sua irmã todos começaram a crer em Deus Todo-Poderoso. Depois de experimentar isso, entendi que, o que Deus deseja alcançar não é restringido por nenhum indivíduo nem qualquer coisa, pois Ele é onipotente. Deus com certeza chamará de volta aqueles que estão predestinados por Ele para serem salvos. Obrigada, Deus! Pensei na palavra de Deus dizendo: “Se desejam ser aperfeiçoados por Deus, vocês devem aprender a como experimentar em todas as questões e ser capazes de ganhar esclarecimento em tudo que lhes acontece. Seja bom ou ruim, isso deveria lhe trazer benefício e não deveria fazer você se tornar negativo. Em qualquer caso, você deveria ser capaz de considerar as coisas estando firme ao lado de Deus e não analisá-las ou estudá-las a partir da perspectiva humana (isso seria um desvio em sua experiência). Se você experimentar desse modo, então seu coração se encherá com os fardos da sua vida; você viverá constantemente à luz do semblante de Deus, não se desviando facilmente em sua prática. Tais pessoas têm um futuro brilhante à frente” (“Promessas para aqueles que foram aperfeiçoados”). A partir das palavras de Deus, vim a entender que se as circunstâncias são favoráveis ou adversas, tudo é arranjado por Deus. E Ele quer que experimentemos, ganhemos discernimento e façamos progresso em todos os tipos de coisas. Minha fé em Deus foi ficando cada vez maior. Vi que a obra Dele é feita por Deus e nós somos apenas utensílios a serem empregados em Sua obra. O que aconteceu comigo me permitiu ver que a palavra de Deus é a verdade e que as ovelhas Dele ouvem Sua voz. Não importa como os pastores obstruam as pessoas de vir diante de Deus, aqueles que são Suas ovelhas retornarão para Seu lado mais cedo ou mais tarde, pois ninguém pode ficar no caminho da obra de Deus.

Depois de experimentar todas essas coisas, não pude evitar de suspirar com emoção, porque os feitos de Deus são maravilhosos. Embora tenha encontrado muitas dificuldades, e tivesse sido negativa e fraca em minha atitude de divulgar o evangelho, as palavras de Deus sempre me guiaram, permitindo-me resistir firme através de minha frustração. Obrigada a Deus Todo-Poderoso por me dar a chance de crescer, o que me levou a entender a verdade aos poucos, ver que a autoridade Dele ultrapassa tudo, e que ninguém pode ficar no caminho da obra que Deus quer cumprir através do processo de cooperação com Ele. Assim como a palavra de Deus diz: “Acreditamos que nenhum país ou poder pode se colocar no caminho do que Deus deseja alcançar. Aqueles que obstruem a obra de Deus, que resistem à palavra de Deus, perturbam e prejudicam o plano de Deus acabarão sendo punidos por Deus” (“Deus preside o destino de toda a humanidade”). Já me convenci: mesmo que um dia, de fato, fui chutada por meu cunhado e minha irmã, não pararei de pregar o evangelho, mas continuarei a cooperar com Deus para trazer as ovelhas pertencentes a Ele de volta à Sua casa. Toda a glória seja a Deus Todo-Poderoso! Amém!

Por Heyi, Malásia

Fim.

Parte um: Testemunhos de Pregar o Evangelho: Não importa quão difícil seja, nunca desistirei de pregar o evangelho (I)

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.