Siga-nos

Um passo crítico para receber o retorno do Senhor Jesus

Existe um artigo intitulado “Checando as Amêijoas”. É uma história sobre um menino que gosta muito de amêijoas. Um dia, sua mãe trouxe para casa um grande saco com várias delas. Para prepará-las deliciosamente, ele decidiu checá-las antes de cozinhar, vendo se estavam boas ou não e separando as que estavam estragadas. Então, pegou uma delas pensando que estava fresca e viva, e a usou como padrão para medir se as demais estavam estragadas ou não. Em seguida, bateu levemente em suas conchas e as comparou com àquela que havia escolhido como padrão. Ele bateu naquelas amêijoas uma a uma, mas depois que terminou, descobriu que todas as outras estavam estragadas ou mortas. Contou à sua mãe sobre isto, no entanto, ela achou que fosse impossível e foi ver o que aconteceu. Em seguida, ela percebeu que não era porque as outras amêijoas não estavam frescas, mas porque aquela que ele usou como medida estava, de fato, estragada. Neste caso, como ele poderia saber se as outras amêijoas estavam boas ou não quando usou uma estragada como padrão?

Após ler a história, fiquei ansiosa pelo protagonista, pois achava que sua mãe havia sido enganada pelo vendedor e que ele não conseguiria comer as amêijoas. Nunca imaginei que a primeira estivesse realmente estragada. No entanto, ele achava que estava boa, confiando em sua imaginação, e a usou como padrão, o que resultou em todas as que estavam boas serem consideradas ruins. Se sua mãe não tivesse encontrado sua falha a tempo, ele teria descartado todas as amêijoas. Imaginações e concepções são mesmo prejudiciais para as pessoas!

Como todos sabemos, os principais sacerdotes judeus, escribas e fariseus almejavam a chegada do Messias, mas, ao mesmo tempo, tentaram ao máximo se opor e condená-Lo. Nutriram muitas ilusões sobre as profecias e pensavam que o Salvador deveria ser chamado de Messias quando viesse, que deveria nascer no palácio imperial ou em uma família nobre ou pelo menos em uma família eminente. No entanto, quando o Senhor Jesus veio, Ele não foi chamado de Messias e nasceu em uma família comum, que era completamente contra as suas concepções e imaginações. Por isso,começaram a blasfemar e a condenar o Senhor Jesus. Mantiveram sua visão equivocada de que “enquanto não for chamado de Messias, você não é Cristo”, resistindo e difamando o Senhor Jesus. Eles não tinham um coração que buscasse a verdade. No final, não apenas falharam em receber o Messias, mas pregaram o Senhor Jesus na cruz. Eles cometeram um pecado monstruoso e toda a nação foi submetida à destruição.

o Senhor chamou Pedro, João, Mateus, Marcos e os demais

Mas a mulher samaritana era diferente. Depois da conversa com o Senhor Jesus, ela soube que o Ele era o Messias chegado, o Cristo, por isso O seguiu. Quando o Senhor chamou Pedro, João, Mateus, Marcos e os demais, embora não reconhecessem que Ele era o Messias, mas porque descobriram que Suas pregações tinham a verdade, conseguiram obedecer e seguir o Senhor, ao invés de julgá-lo pelo que eles poderiam ver com seus próprios olhos ou pelas palavras dos outros. Assim também Natanael, que foi convencido de imediato, acreditou que o Senhor Jesus viria e O seguiu quando O ouviu falar sobre os pensamentos em seu coração. Igualmente, muitas pessoas seguiram o Senhor Jesus depois que ouviram a Sua pregação e a verdade que Ele expressou, tais como esses versículos “Arrependei- vos, porque é chegado o reino dos céus” (Mateus: 4:17), “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas” (Mateus 22:37-40), entre outros, e depois que viram as obras do Senhor Jesus: alimentando cinco mil com cinco pães e dois peixes, acalmando o vento e o mar, ressuscitando os mortos com uma palavra, etc. Do que foi exposto acima, podemos ver que essas pessoas não confiavam em suas noções e imaginações, e não estavam limitadas pelos fariseus. Em vez disso, através de Suas declarações e Suas obras, elas reconheceram que o Senhor Jesus era o Messias chegado e, assim, O seguiram. Então, acolheram o Senhor, tendo um destino muito diferente dos outros judeus.

Isaías 55:8-9 disse: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz Jeová. Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” Pode-se ver claramente que nenhum homem pode entender a obra de Deus. Deus é sábio e onipotente. Ele não faz a Sua obra de acordo com as nossas concepções e imaginações. Assim como quando o Senhor Jesus veio, todas as pessoas pensavam que o nome de Deus deveria ser Messias, e que Ele deveria nascer no palácio. No entanto, a obra de Deus voltou-se contra as concepções do homem. O Senhor Jesus não foi chamado de Messias, e nasceu em uma manjedoura. Então, não podemos delinear a obra de Deus de acordo com a imaginação em nossa mente. Como cristãos, almejamos o retorno antecipado do Senhor. O que devemos fazer para recebê-Lo, para evitar repetir o erro dos judeus?

Lembrando estes anos, tenho pensado que o Senhor retornará sobre uma nuvem branca com grande comoção – as trombetas dos anjos soarão e os mortos voltarão à vida. Por isso, nestes anos, muitas vezes observei as nuvens no céu, esperando o Senhor voltar em uma nuvem branca para nos levar ao lar celestial. Embora algumas pessoas ao meu redor tenham testificado para mim que o Senhor Jesus retornou, expressou palavras e realizou a obra julgamento começando na casa de Deus, ainda não estou disposta a procurar e investigar. Como resultado, tenho desejado e esperado o dia em que Ele retorna sobre uma nuvem branca. Contudo, após tantos anos, o Senhor não veio ou nos levou nos ares para encontrá-Lo. Pensando nisso agora, será que tentei definir Deus em minhas concepções de que qualquer Senhor Jesus que não venha em uma nuvem branca é um falso cristo? Será que ainda vivo em minhas concepções e imaginações quando espero para receber o retorno do Senhor dessa forma?

Quando estudo a Bíblia, encontro o Apocalipse profetizando: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus” (Apocalipse 2:7), e “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3:20). Destes versículos, podemos ver que a chave para receber o retorno do Senhor é que devemos prestar atenção ao ouvir a voz de Deus e tentar conhecê-Lo através de Suas palavras e Sua obra, assim como as virgens sábias, que foram cumprimentar o Noivo quando ouviram a Sua voz. A mulher samaritana não reconheceu o Senhor Jesus como o Messias Cristo a partir de Sua declaração? Além disso, é também por meio de Suas palavras e atos que os discípulos que O seguiram, como Pedro, João, Mateus e Filipe, descobriram que o Senhor Jesus é Aquele que tem autoridade e poder. Eles não definiram o Senhor confiando em suas concepções e imaginações, mas escolheram ouvir a voz de Deus e, no final, ganharam a salvação do Senhor Jesus! Isto mostra que prestar atenção ao ouvir a voz de Deus é de grande importância para recebermos o Seu retorno!

Por Wu Wen


Leia mais:

As dez virgens: Virgens sábias sabem reconhecer a voz de Deus!

Assuma uma posição firme para dar as boas-vindas ao Noivo

Clique para ler mais

Contate-nos

Diante da proibição de reuniões da igreja durante o COVID-19, o que os cristãos devem fazer? Clique para se juntar a nós em nossas reuniões online.

Venha conversar com a gente! Converse conosco no WhatsApp
WhatsApp

Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?