Menu

Podemos entrar no reino dos céus depois de sermos justificados pela fé?

Meu colega espiritual, irmão Lu:

Olá! Eu sou Zhang Fentao. Desde que aceitei a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias, não tivemos tempo de nos sentar para buscar e comungar com calma, porque temos diferentes entendimentos em algumas visões. Nestes anos, estive fora pregando o evangelho, então não houve oportunidade para nos reunirmos e comungar. Passaram anos desde que saí de casa. Como você está? Lembro-me de que, certa vez, duas irmãs pregaram o evangelho para você e, ainda assim,você acreditou: “Como cremos em Jesus, já fomos chamados de justos pelo Senhor. Ele nos perdoará mesmo se pecarmos muito, e, quando ele vier, certamente seremos levados para o reino dos céus. Portanto, não há necessidade de que Deus faça a obra de julgamento e purificação.”Com essa visão, você não queria conhecer, nem comungar com os irmãos e irmãs que pregavam o evangelho do reino de Deus Todo-Poderoso.

Irmão, eu entendo seus sentimentos, pois antes eu tinha a mesma opinião que você e pensava: eu fui justificado pela fé e entrarei no reino dos céus diretamente quando o Senhor vier. Então, eu também não estava disposto a investigar a obra de Deus Todo-Poderoso Eu tive que examinar novamente a retidão do ponto de vista ao qual me apeguei por tantos anos.  nos últimos dias. No entanto, quando meu sogro pregou o evangelho do reino de Deus Todo-Poderoso para mim, ele respondeu todas as perguntas que fiz, e eu despertei como se fosse um sonho.Naquela época, ele me perguntou: "Você sabe o que a justificação pela fé significa?" Ao ouvir sua pergunta, me senti ridículo. Então abri a Bíblia e li para ele: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; sendo justificados gratuitamente pela sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus” (Romanos 3:23-24). “o qual foi entregue por causa das nossas transgressões, e ressuscitado para a nossa justificação” (Romanos 4:25). “Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1). Então eu falei: “Antes, éramos pecadores que deviam morrer, mas, agora, cumprindo a redenção na cruz, o Senhor Jesus suportou os pecados do homem. Se orarmos ao Senhor, nos arrependermos e confessarmos os pecados a Ele, Ele nos perdoará, não nos tratará mais como pecadores e nos chamará de justos.” Ouvindo minha resposta, ele disse: “ Você respondeu bem, mas isso significa que, justificado pela fé, o homem não pecará mais? Isso significa que o homem está purificado? Significa que o homem com certeza entrará no reino dos céus?”Respondi rapidamente: “Está dito na Bíblia, ‘Pois com uma só oferta tem aperfeiçoado para sempre os que estão sendo santificados’ ( Hebreus 10:14). De acordo com esse versículo, fica claro que pela oferenda do Senhor Jesus, todos aqueles que são redimidos, como nós, foram inteiramente santificados. Assim, sem dúvidas, entraremos no reino dos céus.” Naquele momento, pensei: esses trechos famosos não deixarão espaço para meu sogro me refutar.

No entanto, pensei errado, irmão. Depois que eu respondi suas perguntas com orgulho, ele continuou sua comunhão de imediato. Suas respostas e perguntas não me deixaram refutá-lo. Aqueles versículos dos quais eu me lembrava e as doutrinas que aprendi da Bíblia pareciam tão vazias diante da verdade que ele comungava.

Ele disse: “Você acha que essas palavras são do homem ou de Deus? Essas visões às quais você se apega foram reunidas em cartas do homem ou ditas pelo Senhor Jesus em pessoa?”

Fiquei sem palavras diante dessas perguntas, pois todos os textos que encontrei não foram pronunciados diretamente pelo Senhor Jesus, mas estavam cartas dos apóstolos. Então eu tive que responder: “Todas as palavras são de homens”.

Então meu sogro continuou a comunhão: “O Senhor Jesus é o único Senhor do reino dos céus, o Rei do reino dos céus. Só Ele pode decidir se o homem pode entrar no reino dos céus ou não. Nós, a humanidade, somos todos pecadores corrompidos por Satanás, de modo que inevitavelmente há imaginações e impurezas humanas nas palavras do homem. As palavras do homem são dele mesmo e não podem ser comparadas às palavras de Deus. Devemos saber que ser justificados pela fé em Cristo significa que somos chamados de justos, já que aceitamos a Cristo como Salvador, mas não significa nos tornamos justos pela fé em Jesus Cristo. São coisas diferentes. Nós somos chamados de justos por crer em Jesus porque Ele perdoou nossos pecados e não se lembra deles, mas Ele não perdoou nossa natureza pecaminosa. Nós ainda vivemos no ciclo de pecado e arrependimento. Nós nos apegamos às práticas externas, como não bater e amaldiçoar os outros, e não cometer pecados contra as leis, mas ainda contamos mentiras e praticamos fraudes por causa de nosso interesse; ainda seguimos as tendências do mundo e buscamos o prazer da carne, da fama e do ganho; nós ainda compreendemos mal a Deus, queixamo-nos contra Ele e até O traímos, quando alguns desastres naturais ou provocados pelo homem atingem à nossa família ou quando sofremos perseguição e tribulação. O fato de pecarmos para nos opor a Deus prova que nós ainda não nos tornamos justos. O Apocalipse diz: “Regozijemo-nos, e exultemos, e demos-lhe a glória; porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e já a sua noiva se preparou, e foi-lhe permitido vestir-se de linho fino, resplandecente e puro; pois o linho fino são as obras justas dos santos’ (Apocalipse 19:7-8). Deus disse: ‘Sereis santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo’ (Levítico 19:2). A  Bíblia diz, ‘Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor’ (Hebreus 12:14). Portanto, para ser um verdadeiro homem justo, devemos realizar atos justos, seguir o caminho de Deus, praticar Suas palavras, viver Suas palavras, ser purificados e transformados e não mais pecar para resistir a Deus. Só assim podemos ser justos. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso realizou um estágio da obra de julgamento construída sobre a obra redentora do Senhor Jesus para purificar e transformar o homem, para que ele possa libertar-se do pecado e ser salvo. Deus fará um grupo de vencedores - os primeiros frutos – para desfrutarem, sendo que eles são aqueles seguirão Sua vontade, entrarão no reino dos céus e herdarão Suas promessas. Assim como disse o Senhor Jesus: ‘Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus’ (Mateus 7:21). Portanto, nem todos que clamam pelo nome do Senhor e foram justificados pela fé podem entrar no reino dos céus, mas apenas os que realmente fazem a vontade do Pai celestial. Aparentemente, não é sustentável a visão de que, se fomos justificados pela fé, não há dúvidas de que entraremos no reino dos céus. É realmente uma crença vaga.”

justificados pela fé, Cerimônia de Comunhão Cristã

Não tive o que dizer diante de suas palavras. De fato, eu estava vivendo naquela situação: pecando durante o dia e confessando à noite. Embora eu siga o Senhor há muitos anos, ainda não abandonei inteiramente minha ganância pelo mundo; embora trabalhe pelo Senhor há muito tempo, sempre me considerei indispensável para a obra e revelei meu caráter arrogante. Eu sempre corri, me gastei, trabalhei, preguei e parecia amar o Senhor e ser muito fiel a Ele, mas eu ainda reclamava que o Senhor não protegia minha família quando ela enfrentava desastres naturais ou causados pelo homem. Além disso, sempre pensei que meus anos de trabalho eram indispensáveis e ansiava entrar no reino dos céus para receber as bênçãos e recompensas de Deus. Pode-se dizer que todos aqueles que crêem no Senhor estão vivendo nesta situação em graus variados. Naquela época, embora eu tivesse clareza sobre o fato, eu não estava disposto a abaixar minha cabeça, por isso, me justifiquei, com obstinação, dizendo: “Nós pregamos o evangelho, edificamos igrejas, visitamos irmãos e irmãs, trabalhamos e nos gastamos pelo o Senhor, negando a nós mesmos. Tudo isso é ser justo. Quando o Senhor vier, certamente seremos arrebatados para o reino dos céus.”

Ele me refutou imediatamente: “Se o homem pode ser justo, trabalhando duro pelo Senhor e, assim, entrar no reino dos céus, então, por que o Senhor Jesus disse estas palavras: ‘Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramemnte: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade’ (Mateus 7:22-23)? Os fariseus serviram a Deus no templo por várias décadas e também viajaram por terra e mar para espalhar o evangelho. Eles se gastaram mais do que nós, mas eram justos? Eles consideravam os anos de trabalho como seu capital e mantinham-se acima das pessoas por sua posição proeminente. Contudo, nunca buscaram as palavras da verdade expressas pelo Senhor Jesus durante a Sua obra, e muito menos estavam dispostos a aceitar as palavras de repreensão do Senhor Jesus. Eles não colocaram nenhuma palavra de Deus em prática, faziam o serviço sem nenhum comprometimento e falavam diante dos homens. Eles ensinaram os outros com a palavra de Deus, em vez de colocá-la em prática em suas ações. Em seus muitos anos de experiências de trabalho, sua natureza satânica arrogante e presunçosa não obteve a menor mudança real. Em vez disso, eles consideraram suas experiências de trabalho como capital ou barganha para competir com Deus e lutar contra Ele, o que os levou à falta de reverência, resistência e condenação em relação a Deus. Eles até pregaram a Deus na cruz e provocaram o caráter de Deus, e por isso receberam o merecido castigo. Suas ações podem ser justas? Eles podem entrar no reino dos céus? Assim, se nos concentrarmos apenas em trabalhar e nos gastarmos como os fariseus, mas não prestarmos atenção em colocar as palavras de Deus em prática, não fazendo com que elas se tornem nossa vida, não vivendo as palavras de Deus e não dando testemunhando Dele, nossas ações não podem ser chamadas de justiça, mas de maldade. Então, com certeza, não entraremos no reino dos céus.”

Meu sogro citou as palavras do Senhor para comungar comigo, por isso não pude refutá-lo. Mais tarde, ele leu para mim muitas palavras de Deus Todo-Poderoso, o que me fez ter algum discernimento de nosso antigo conhecimento equivocado. Deus Todo-Poderoso diz: “Você só sabe que Jesus descerá durante os últimos dias, mas como exatamente Ele descerá? Um pecador como vocês, que acaba de ser redimido, e não foi mudado ou aperfeiçoado por Deus, pode ser segundo o coração de Deus? Para você, você que ainda é do seu antigo eu, é verdade que você foi salvo por Jesus, e que você não é contado como pecador por causa da salvação de Deus, mas isso não prova que você não é pecador e não é impuro. Como você pode ser santo se não foi mudado? Internamente, você é assolado por impurezas, é egoísta e ignóbil, mas ainda deseja descer com Jesus — como você poderia ser tão sortudo? Você pulou uma etapa em sua crença em Deus: você foi meramente redimido, mas você não foi mudado. Para você ser segundo o coração de Deus, Deus deve fazer pessoalmente a obra de mudar e limpar você; se você é apenas redimido, será incapaz de alcançar a santidade. Dessa forma, você não será qualificado para compartilhar as boas bênçãos de Deus, pois você perdeu um passo na obra de Deus de gerenciar o homem, que é o importante passo de mudar e aperfeiçoar. Você, um pecador que acaba de ser redimido, é, portanto, incapaz de herdar diretamente a herança de Deus” (‘Sobre denominações e identidade’ em “A Palavra manifesta em carne”). Deus Todo-Poderoso fala claramente. A obra do Senhor Jesus só alcançou os efeitos da redenção do homem. Na verdade, a obra de purificar e transformar o homem é a obra feita por Deus nos últimos dias. Tal homem, que não experimentou a obra de Deus nos últimos dias e não foi aperfeiçoado, não pode se livrar de sua imundícia e corrupção, nem ter a qualificação para herdar e participar das boas bênçãos de Deus no reino dos céus. Ponderando com cuidado as palavras de Deus Todo-Poderoso e comparando-as comigo mesmo, senti vergonha, depois de refletir sobre meus comportamentos. Embora tenhamos sido escolhidos pelo Senhor, nossos pecados estejam perdoados, e também nos gastamos e trabalhamos duro pelo Senhor, é inegável que esses comportamentos são apenas exteriores. De fato, ainda há muitas coisas sujas e corruptas pertencentes a Satanás escondidas dentro de nós. Nosso caráter é ainda tão arrogante e vaidoso quanto o do arcanjo. Somente Deus observa todos esses fatos. Por exemplo, está claramente registrado na Bíblia que Deus quer que sejamos virgens prudentes e vigiemos, preparando-nos e esperando Seu retorno com um coração puro, mas depois que ouvimos algumas notícias sobre o retorno do Senhor, quando encontramos os irmãos e as irmãs que pregavam o evangelho do reino de Deus Todo-Poderoso, além de não buscarmos e cuidadosamente investigarmos, também nos mantivemos presos a nossas próprias noções de forma arrogante. Antes de lermos as palavras de Deus Todo-Poderoso, nós tomamos uma atitude de resistência e rejeição. Esses pecados não estão dentro de nós? Assim, não somos verdadeiramente justos e ainda estamos muito longe de estar de acordo com a vontade de Deus e do padrão para entrar no reino dos ceús. Portanto, a concepção que defendemos antes - entraremos no reino dos céus porque fomos justificados pela fé – não passa de nossa imaginação cheia de desejo. Se não podemos deixar de lado essa visão que não corresponde à verdade, então nosso desejo de entrar no reino dos céus será um absurdo para sempre!

Este é o momento crucial da mudança das eras. O fracasso dos fariseus é um aviso para nós, as últimas gerações. A visão a qual nos agarramos com firmeza, de que com certeza entraremos no reino dos céus, já que fomos justificados pela fé, vem de nossas noções e imaginações. Eu aconselho que você não siga o caminho dos fariseus para não se perder em suas próprias concepções e imaginações. O Senhor Jesus apenas completou a obra da redenção. Embora acreditemos Nele e nossos pecados tenham sido perdoados, coisas em nossa natureza estão resistindo a Deus depois que os humanos foram corrompidos por Satanás por vários milhares de anos. Nós, seres humanos, nos tornamos descendentes de Satanás. Embora o Senhor tenha perdoado os pecados do homem, as coisas da natureza do homem não foram purificadas, de modo que, nos últimos dias, Deus fará um estágio da obra de julgar e purificar o homem por meio de palavras. Somente através deste estágio da obra, Deus pode libertar completamente o homem do domínio de Satanás. Se não pudermos acompanhar esse estágio da obra, nem sermos ser transformados e aperfeiçoados por Deus, para nos tornarmos uma pessoa justa, com Seu castigo e julgamento, então vamos lamentar e ranger nossos dentes no desastre dos últimos dias para sempre. Todo Poderoso Deus diz: “Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho de verdade. Essa verdade é a senda pela qual o homem ganha vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus. Se você não busca o caminho de vida providenciado por Cristo dos últimos dias, então jamais ganhará a aprovação de Jesus e nunca estará qualificado para adentrar a porta do reino dos céus, pois é tanto um fantoche quanto um prisioneiro da história. As pessoas controladas por regulamentos, pela letra, e agrilhoadas pela história jamais serão capazes de ganhar vida e de ganhar o caminho perpétuo de vida. Isso porque tudo o que elas têm é água turva à qual se agarraram por milhares de anos em vez da água de vida que flui do trono” (‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”). Hoje, Deus veio ao mundo e revelou Sua vontade para nós. “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 3:13). Não podemos perder essa chance única. Deus está esperando por nossa escolha e nossa resposta!

Irmão, a obra de Deus Todo-Poderoso está chegando ao fim, e o dia de Deus está diante de cada um de nós. A obra de Deus dessa vez não é apenas o estágio final do plano de gestão de seis mil anos de Deus, mas também a obra que concluí toda a era. Se buscarmos e investigarmos agora, ainda temos a chance de sermos salvos, mas se nos recusarmos a buscar e investigar e continuarmos agarrados a nossas noções, será muito tarde para nos arrependermos, quando Deus aparecer abertamente para a humanidade e recompensar o bem e punir os ímpios, pois Deus Todo-Poderoso diz: “a obra de Deus nunca espera por alguém que não possa acompanhar Seus passos e o caráter justo de Deus não mostra nenhuma misericórdia para com homem algum” (‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Isso é tudo que tenho para te dizer. Acredito que você fará uma escolha sábia!

Seu irmão querido, Zhang Fentao

Artigos relacionados:

Seria o perdão de nossos pecados poderiamos entrar o reino dos céus?

Os Cristãos podem realmente entrar no reino dos céus através do trabalho duro?

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.