Siga-nos

A redenção de Jesus: uma vez salvos, estamos salvos para sempre?

A obra redentora do Senhor Jesus se espalhou até os confins da Terra, alcançou todos os lares e se tornou um termo familiar. É, também, por causa da redenção do Senhor Jesus que a humanidade sobreviveu até hoje. Existem muitos irmãos e irmãs que apoiam o ponto de vista que diz que“uma vez salvos, sempre salvos”, usando as palavras do apóstolo Paulo: “Pois é com o coração que se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação” (Romanos 10:10). Eles pensam: Como que o Senhor Jesus nos redimiu através da crucificação, já fomos absolvidos de todos os nossos pecados e salvos pela nossa fé, e, uma vez salvos, estamos salvos para sempre. Se persistirmos até o fim, seremos diretamente arrebatados para o reino celestial quando o Senhor retornar. No entanto, outros irmãos e irmãs não podem deixar de questionar: “Ser salvo é tão fácil assim? Podemos alcançar a salvação e entrar no reino dos céus somente pela fé?”

Vale a pena refletir e explorar as perguntas acima, pois elas estão diretamente ligadas à importante questão de saber se seremos ou não capazes de entrar no reino dos céus. Primeiro, vamos considerar isso: “Será que o ditado que diz que ‘uma vez salvos, estamos para sempre salvos’ tem alguma base na palavra de Deus? O Senhor Jesus disse essas palavras? O Espírito Santo as revelou ou testemunhou?” Se todas as respostas forem não, isso prova que este ditado é produto das concepções e ilusões do homem e não pode subsistir. Mesmo que os adeptos espirituais e os expositores da Bíblia aceitem esse ditado, isso representa apenas suas visões, e não como Deus se sente. Devemos entender que somente o Senhor Jesus é o Rei do reino dos céus e tem a palavra final em relação às condições sob as quais entramos. Então, se queremos ganhar a salvação e entrar no reino dos céus, devemos tomar as palavras do Senhor Jesus como nosso princípio e base. Se não nos concentrarmos na palavra de Deus, mas vivermos em nossas próprias noções e imaginação e nos apegarmos a essas palavras infundadas, nossa crença em Deus acabará fracassando.

Estudo sobre sA redenção de Jesus: uma vez salvos, estamos salvos para sempre? alvação, uma vez salvo salvo para sempre

O verdadeiro significado de ser salvo

Para esclarecer um pouco essa questão, precisamos primeiro ter comunhão sobre o que significa ser salvo. Capítulo 2 versículo 32 no livro de Joel na Bíblia diz: “E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” Todos nós sabemos que durante a Era da Lei no Antigo Testamento, Jeová Deus emitiu 613 leis e mandamentos através de Moisés e os usou para impor limites ao povo de Israel. As pessoas acreditavam que, se seguissem essas leis e não fossem condenadas, elas estariam salvas. Mas, no final da Era da Lei, como a humanidade estava sendo cada vez mais corrompida por Satanás e perdeu sua reverência a Deus, ela falhou no cumprimento das leis e cometeu diversos pecados. Não havia mais nenhuma oferta capaz de expiar seus pecados, e, assim, as pessoas enfrentavam o perigo de serem condenadas e sentenciadas à morte pelas leis. Deus não suportaria ver a humanidade, que Ele criou com Suas próprias mãos, ser destruída de tal maneira. Então, Ele mesmo se fez carne e foi pregado na cruz pelos seres humanos, realizando a obra de redenção e, assim, redimindo livremente a humanidade das leis. Depois disso, se as pessoas orassem, confessassem e se arrependessem em nome do Senhor, seus pecados seriam perdoados, e elas não estavam mais sujeitas à condenação e à punição das leis. Deus deixou de ver os homens como pecadores, e aqueles que viveram sob as leis foram, portanto, salvos por Ele. “Ser salvo”, neste contexto, se refere a não ser condenado pelas leis.

Pela comunhão acima, podemos entender que, na Era da Lei, se as pessoas cumprissem as leis de Deus Jeová, elas seriam salvas. Na Era da Graça, se as pessoas confiassem no Senhor Jesus, confessassem seus pecados e se arrependessem diante Ele, elas seriam salvas. Mas “ser salvo” significa apenas que nossos pecados estão absolvidos e que não seremos condenados ou sentenciados à morte pelas leis. Isso não significa, contudo, que estamos seguindo o caminho de Deus e que rejeitamos todo pecado, muito menos quer dizer que, salvos uma vez, estamos para sempre salvos. O Senhor Jesus nunca disse que todos os que foram salvos e absolvidos podem entrar no reino dos céus. Quando pensamos sobre nossa forma de crer no Senhor Jesus, algumas coisas mudam em nosso comportamento – conseguimos ser tolerantes e pacientes em relação aos outros, nos sacrificamos e doamos, deixamos de lado os laços mundanos, suportamos dificuldades e corremos de um lado para o outro nos gastando – mas é inegável que ainda não conseguimos resistir à tendência de pecar, falhamos em praticar a palavra do Senhor e ainda não nos libertamos da servidão e do controle do pecado. Por exemplo, para sermos admirados pelos outros, muitas vezes, diante deles, contamos sobre como sofremos pelo Senhor, exaltando e testemunhando a nós mesmos. Para alcançar nossos propósitos pessoais, muitas vezes mentimos e enganamos as pessoas sem intenção. Para proteger nossos próprios interesses, nos esquivamos de nossas responsabilidades e transferimos a culpa para os outros. Para garantir nossas posições pessoais, formamos nossas próprias facções, excluímos e reprimimos aqueles que discordam. Nós acreditamos nominalmente em Deus, mas não temos um lugar para Ele em nossos corações, nem buscamos a verdade em tudo. Ao invés disso adoramos os pastores e presbíteros. Quando nos deparamos com provações e tribulações, desastres naturais ou provocados pelo homem, culpamos a Deus e não O compreendemos, e, às vezes, nós O traímos devido ao nosso grau de passividade. Existem muitos irmãos e irmãs são como as pessoas do mundo. Eles perseguem tendências más e saboreiam as alegrias do pecado, etc. Para pessoas como nós, que estão cobertas de sujeira e corrupção, não importa quantas vezes sejamos perdoados de nossos pecados, não estamos qualificados para entrar no reino santo de Deus. Pois a Bíblia diz: “Sereis pois santos, porque eu sou santo” (Levítico 11:45). “A santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hebreus 12:14). A substância de Deus é santa. Deus guarda o portão do reino dos céus. Deus não permitirá que os impuros e corruptos entrem em em Seu reino. Em vez disso, eles receberão Seu justo castigo por continuarem pecando. Assim como a Bíblia diz: “Porque se voluntariamente continuarmos no pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma expectação terrível de juízo, e um ardor de fogo que há de devorar os adversários” (Hebreus 10:26-27).

Descubra aqui mais: Qual é o verdadeiro significado da salvação?

Como ser salvo para sempre e entrar no reino dos céus

Neste ponto, muitos irmãos e irmãs podem estar confusos e dizem: “O Senhor Jesus morreu na cruz por nós. Mesmo que ainda pequemos, nossos pecados podem ser absolvidos pelo arrependimento e confissão ao Senhor, então por que não poderíamos entrar no reino dos céus? Além disso, o Senhor prometeu que nos arrebatará para o reino dos céus. De acordo com a comunhão acima, a promessa do Senhor não dará em nada? Se não pudermos entrar no reino dos céus, a obra do Senhor não foi em vão?” Na verdade, esse não é o caso. Vamos ler uma passagem de palavras de um site gospel.

Os pecados do homem podiam ser perdoados através da oferta pelo pecado, mas quanto a como exatamente se pode fazer o homem não pecar mais, e como sua natureza pecaminosa pode ser extirpada completamente e transformada, ele não tem como resolver esse problema. Os pecados do homem foram perdoados, e isso foi por causa da obra da crucificação de Deus, mas o homem continuou a viver no caráter satânico corrupto antigo. Sendo assim, o homem deve ser completamente salvo de seu caráter satânico corrupto para que a natureza pecaminosa do homem seja completamente extirpada para nunca mais se desenvolver, permitindo, assim, que o caráter do homem seja transformado. Isso requer que o homem entenda a senda do crescimento na vida, entenda o caminho da vida e entenda o caminho para mudar seu caráter. Além disso, requer que o homem aja de acordo com essa senda, para que o caráter do homem possa ser mudado paulatinamente e que ele possa viver sob o brilho da luz, para que tudo o que ele faça esteja de acordo com a vontade de Deus, para que ele possa eliminar o seu caráter satânico corrupto e para que possa libertar-se da influência das trevas de Satanás, emergindo, assim, completamente do pecado. Só então o homem receberá a salvação completa. […] Portanto, depois da conclusão desse estágio, ainda restava a obra de julgamento e castigo. Esse estágio é para tornar o homem puro por meio da palavra e, desse modo, dar ao homem uma senda para seguir. […] Este estágio é mais significativo do que o anterior e mais frutífero também, pois agora é a palavra que supre diretamente a vida do homem e permite que o caráter do homem seja completamente renovado; é uma etapa mais completa de obra” (de “O mistério da encarnação (4)”).

A partir dessas palavras, entendemos que, durante a Era da Graça, de acordo com as necessidades da humanidade, o Senhor Jesus realizou a obra da redenção. Se confessarmos e nos arrependermos ao Senhor, então nossos pecados podem ser perdoados. Contudo, mesmo depois que o Senhor Jesus completou Sua obra redentora, nós ainda não fomos totalmente salvos. Isso ocorre porque o Senhor Jesus simplesmente nos resgatou de nossos pecados de comportamento, mas não nos redimiu de nossa natureza pecaminosa, que está profundamente enraizada em nós. Ainda estamos ligados com firmeza a essa natureza e somos controlados por ela, por isso sempre vivemos uma vida que nos faz pecar durante o dia para confessar à noite. Se quisermos nos libertar das amarras e restrições de nossos pecados e entrar no reino dos céus, devemos nos livrar de nosso caráter corrupto e ser purificados e transformados. Para alcançar tais resultados, devemos aceitar a obra do Senhor Jesus que retornou. A Bíblia diz: “Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras” (João 16:12-13). “E, se alguém ouvir as minhas palavras, e não as guardar, eu não o julgo; pois eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem me rejeita, e não recebe as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia” (João 12:47-48). “Assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação” (Hebreus 9:28). Podemos ver nesse trecho das escrituras que quando o Senhor retornar nos últimos dias, Ele realizará outro estágio da obra – expressando a verdade para julgar e purificar o homem. Quando aceitarmos a obra de julgamento de Deus e nossa natureza pecaminosa for limpa e transformada, então seremos totalmente salvos por Deus.

Pela comunhão acima, entendemos que: “Como fomos redimidos pelo Senhor Jesus, nós cremos que ‘uma vez salvos, estamos salvos para sempre’. Contudo, essa visão é insustentável. Somente depois de sermos julgados e purificados pela obra de Deus nos últimos dias, podemos ser salvos pela eternidade.” Queridos irmãos e irmãs, que atitude devemos tomar quando se trata da salvação de Deus que se manifesta nos últimos dias?

Por Emily


Artigos relacionados:

– Como podemos obter a salvação?

– Estudo sobre o juízo final: haverá salvação no juízo final?

Clique para ler mais

Contate-nos

Diante da proibição de reuniões da igreja durante o COVID-19, o que os cristãos devem fazer? Clique para se juntar a nós em nossas reuniões online.

Venha conversar com a gente! Converse conosco no WhatsApp
WhatsApp

Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?