Menu

Testemunho de Fé - Dificuldades e provações são bênçãos de Deus

Pinheiros na floresta após uma queda de neve no inverno

A primeira vez que encontrei obstrução por parte da minha irmã e do seu marido

Em maio de 2018, aceitei a obra de Deus dos últimos dias. Após ler as Suas palavras por algum tempo, verifiquei que Deus Todo-Poderoso é de fato o Senhor Jesus que retornou. Com felicidade, compartilhei o evangelho com a minha irmã.

Na manhã de 20 de julho, minha irmã enviou-me uma mensagem dizendo que queria encontrar-me para uma conversa. Fiquei emocionada, acreditando que ela aceitaria a obra de Deus dos últimos dias. Mas as coisas não foram como imaginei. Quando nos encontramos, ouvi-a usar um tom desdenhoso ao ler as palavras de Deus e ao encontrar falhas nas palavras. Ela simplesmente tinha nenhum desejo de buscar a verdade. Durante a nossa conversa, ela se agarrou a seus próprios equívocos e me aconselhou a não acreditar mais nisso. Não importava como eu comuniquei com ela, ela não escutava. Senti-me muito triste ao vê-la adotar essa atitude e, no final, nossa conversa não foi proveitosa.

Depois do jantar naquele dia, eu estava apenas limpando a mesa quando, de repente, ouvi uma forte batida na porta. Meu marido foi abri-la e, para a minha surpresa, eram minha irmã e seu marido.

Meu cunhado veio até a porta da cozinha e me disse: “Sua irmã diz que você acredita em Deus Todo-Poderoso. Isso é verdade?"

Eu disse: “Sim.”

Ele continuou: “Os fundamentos da sua crença são muito superficiais e você não entende o bastante. Eu estudei teologia e estou sempre me despendendo, trabalhando para o Senhor, e tenho uma compreensão melhor da Bíblia do que você. Em Atos 4:12 diz: ‘E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos.’ Só podemos crer no Senhor Jesus em nossa crença em Deus. Além dele, não há outro Deus em que possamos confiar para nos salvar. Por que você quer aceitar outro Deus?” Sua pergunta me deixou muito nervosa, e eu não sabia como responder naquele momento. Olhei para o meu marido, e ele gesticulou para que eu ficasse calma. Respirei fundo, me acalmei e pensei em um aspecto da verdade sobre o qual irmãos e irmãs haviam comungado comigo antes.

Depois de um tempo, eu disse: “‘E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos’ (Atos 4:12). Isso é verdade, mas não prova que o nome de Deus só possa ser Jesus. Foi registrado no Antigo Testamento: ‘Eu, eu sou Jeová, e fora de mim não há salvador’ (Isaías 43:11). ‘Jeová é o meu nome eternamente, e este é o meu memorial de geração em geração’ (Êxodo 3:15). Se explicarmos essas passagens de acordo com seus significados literais, qual é o único nome de Deus? Jeová ou Jesus?”

Meu cunhado respondeu com impaciência: “Você está citando fora de contexto e distorcendo a Bíblia. Não importa o tempo, o nome do Senhor Jesus nunca mudará!”

Eu continuei: “Deus originalmente não tinha nome. Ele só adotou nomes porque teve que realizar a obra de salvar a humanidade. Um nome representa um estágio da obra, e cada estágio da obra expressa parte do caráter de Deus. Independentemente de como o nome de Deus possa mudar, Sua essência nunca mudará, e os três estágios da obra são feitos por um só Deus. O fato de o nome de Deus ser eterno significa que o nome Dele não muda durante a era atual. Isso não significa que nunca muda durante toda a Sua obra de gestão. Quando a era mudar, o nome de Deus mudará em conformidade. O nome ‘Deus Todo-Poderoso’ cumpre com precisão o versículo 8 do capítulo 1 em Apocalipse: ‘Eu sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.’ Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado novamente.”

Meu cunhado levantou a voz e, apontando para mim, disse: “Independentemente do que você diga, não aceitarei. Eu só guardarei o nome do Senhor Jesus, e somente crendo no nome do Senhor Jesus poderemos ser salvos. Aconselho você a se arrepender imediatamente.”

Minha irmã ficou de lado e ecoou o que o seu marido havia dito. Ele viu que eu não estava cedendo, então começou a mudar de assunto. Ele fez uma pergunta após a outra, mas eles não escutaram nada do que eu respondi e disseram muitas blasfêmias sobre Deus. Meu marido, testemunhando esse espetáculo, disse-lhes para irem para casa. Pouco tempo depois que eles saíram, minha sogra ligou para o meu marido para perguntar sobre a minha crença em Deus Todo-Poderoso. E o incitou dizendo: “Você é o chefe da sua família. Deveria controlar as coisas um pouco mais.”

Dificuldades e provações são bênçãos de Deus

Diante da perseguição e obstrução por parte deles, senti-me um pouco esmagada. Depois que eles foram embora, imediatamente sentei em uma cadeira e pensei: “Eu só tive boas intenções ao pregar o evangelho da segunda vinda do Senhor para eles. Por que eles não creem nisso, ao invés de tentar me obstruir? Eu só quero acreditar em Deus com sinceridade. Por que é tão difícil? De fato, essa senda da crença em Deus não é uma senda fácil de trilhar!” Pensando nisso, senti-me um pouco fraca e comecei a chorar. Liguei às pressas para a irmã Zhang e contei a ela sobre as minhas dificuldades. Após me ouvir, ela leu uma passagem das palavras de Deus para mim: “Não fique desanimado, não seja fraco, e Eu esclarecerei as coisas a você. A estrada para o reino não é tão fácil; nada é assim simples! Vocês querem que as bênçãos venham a vocês facilmente, não querem? Hoje, todos terão provações amargas para enfrentar. Sem tais provações, o coração amoroso que vocês têm por Mim não se tornará mais forte e vocês não terão um amor verdadeiro por Mim. Mesmo se essas provações consistirem simplesmente de circunstâncias menores, todos devem passar por elas; só a dificuldade das provações é que variará de uma pessoa para outra.

A irmã Zhang comungou, dizendo: “Essa situação que nos aconteceu hoje é uma bênção de Deus. Ele está usando isso para testar a nossa fé e amor por Ele. É somente em ambientes difíceis e restritivos que Ele pode revelar se o nosso amor e fé por Deus são verdadeiros ou não. Em ambientes confortáveis, podemos dizer que amamos a Deus e satisfazemos a Ele, mas não é real. Se pudermos confiar em Deus, satisfazê-Lo e ser capazes de permanecer firmes em nosso testemunho Dele quando surgirem situações reais e em tempos de dificuldades e provações, somente então isso é fé e amor a Deus verdadeiros e somente então seremos pessoas que acreditam Nele com sinceridade. Quando nos deparamos com perseguição por parte de nossas próprias famílias, é como um rico banquete preparado por Deus para testar o nosso amor por Ele, e isso é uma coisa boa.”

Sim! Se eu apenas lesse as palavras de Deus, mas não experimentasse essas dificuldades, isso não testaria se a minha fé e amor por Deus eram reais. Se me tornasse fraca por causa dessa pequena situação, eu mostraria que não acredito em Deus com sinceridade. Quando Jó passou por provações, sua esposa e seus três amigos o aconselharam a abandonar a sua crença em Deus, mas Jó persistiu em sua devoção e não abandonou a Deus - Jó era alguém que acreditava em Deus com sinceridade. Comparado com ele, o que era a minha experiência com a pequena perseguição da minha família? Não, eu pensei. Tenho que imitar Jó e, por mais que minha família me obrigue, devo manter minha fé e meu amor por Deus!

Quando experimentei novamente a obstrução e a oposição da minha família, as palavras de Deus me levaram a ser testemunha

Na manhã de 21 de julho, minha irmã me enviou uma mensagem dizendo que ela viria à minha casa naquela noite, e eu concordei. Por volta das 19 horas, ouvi uma batida na porta, e meu marido foi abri-la. Inesperadamente, o primo do meu marido estava com ela. Eu fiquei um pouco apreensiva diante desse desenvolvimento repentino e fiz uma oração silenciosa a Deus em meu coração: “Ó Deus Todo-Poderoso! Ontem à noite foi muito difícil responder quando fui confrontada por aquele estudante de teologia. Agora, o primo do meu marido apareceu de repente também. Tenho medo de enfrentar tantas pessoas. Ó Deus! Por favor, dá-me fé e força, não me deixa temer e tremer e torna-me capaz de enfrentar esta situação.” Após orar, pensei nas palavras de Deus: “Não tema, o Deus Todo-Poderoso dos exércitos certamente estará com você. Ele está atrás de vocês e é o seu escudo”. Sim! Com Deus como meu escudo, o que eu temeria? Acreditei que Deus certamente me guiaria nessa situação, e, assim, meu coração se sentiu muito mais tranquilo e à vontade.

O primo do meu marido disse com um tom áspero: “Você diz que o Senhor voltou e encarnou. Como isso pode ser possível? A Bíblia registra ‘Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém’ (Apocalipse 1:7).Sem dúvida, o Senhor retornará sobre uma nuvem e não estará em carne!”

Ouvindo o tom do primo do meu marido, eu não soube como responder, mas não fiquei em pânico como da última vez. Em vez disso, fiquei quieta diante de Deus, orei e busquei em meu coração. De repente, pensei em um aspecto da verdade que os irmãos e irmãs tinham comungado comigo em uma reunião.

Sentindo-me calma e concentrada, eu disse ao primo do meu marido: "Não podemos esperar pelo retorno do Senhor apenas de acordo com a profecia de que o Senhor descerá numa nuvem. Apocalipse 16:15 diz: ‘Eis que venho como ladrão.’ Já que esse versículo diz que o Senhor virá como um ladrão, isso se refere ao Senhor vindo de um modo secreto, e ninguém saberá. Lucas 17:24-25 diz: ‘Pois, assim como o relâmpago, fuzilando em uma extremidade do céu, ilumina até a outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia. Mas primeiro é necessário que ele padeça muitas coisas, e que seja rejeitado por esta geração.’ Dado que Ele é chamado o Filho do homem, isso se refere a Deus na carne. Ele não pode ser chamado o Filho do homem se estiver em um corpo espiritual. Nesse versículo também é dito que ‘primeiro é necessário que ele padeça muitas coisas, e que seja rejeitado por esta geração.’ Se Deus aparecesse em Seu corpo espiritual, logo seria desnecessário dizer que Ele não sofreria por isso e não seria rejeitado por esta geração.”

O primo do meu marido me interrompeu e bateu a mão na mesa. “Acredito que ‘seja rejeitado por esta geração’ se refere aqui à era do Senhor Jesus", disse ele.

Continuei dizendo: “O Senhor Jesus sofreu muito e foi rejeitado pela geração daquele tempo em que Ele veio. Aqui, significa que, quando o Senhor retornar, Ele será encarnado na carne e rejeitado pela geração. Vamos pensar sobre isso. Se fosse Deus aparecendo para toda a humanidade em público sobre as nuvens, seria incrivelmente poderoso e chocaria o mundo. Todos cairiam no chão, e ninguém ousaria resistir. Nesse caso, o Senhor Jesus retornado ainda suportaria muito sofrimento e seria rejeitado por esta geração? Entendo poucas verdades, então é melhor que eu lhe mostre as palavras de Deus!”

O primo do meu marido rugiu: “Não se incomode! Não aceitaremos, não importa o que você diga. Simplesmente esperaremos que o Senhor Jesus venha em uma nuvem para nos levar! Aconselho você a mudar de rumo com rapidez.” Minha irmã e seu marido também concordaram. Eles continuaram a me aconselhar a desistir da minha crença em Deus Todo-Poderoso e, vendo que eu não cederia, fizeram uma oração e partiram.

Depois das dificuldades e provações, vi os feitos de Deus

Pouco antes de partir, minha irmã disse que contaria aos nossos pais sobre a minha crença em Deus Todo-Poderoso, e não pude deixar de me preocupar. Na China continental, o Partido Comunista Chinês inventa muitos rumores sobre a Igreja de Deus Todo-Poderoso, então, quando ouvissem da minha crença, meus pais viriam às pressas para obstruir a minha crença em Deus? Eu tinha muitos sentimentos pelos meus pais, então se eles viessem, eu não sabia como iria encará-los. Senti-me enfraquecer cada vez mais e fiquei muito angustiada. Cheia de dores, vim diante de Deus para orar: “Ó Deus, sinto-me muito fraca agora e estou com muito medo. Peço que me ajudes e me deixes confiar em Ti para permanecer firme. Amém!” Depois de orar, pensei nas palavras de Deus que dizem: “Você precisa possuir Minha coragem dentro de si e precisa ter princípios quando se tratar de enfrentar parentes que não creem. Por Minha causa, porém, você também não precisa se render a quaisquer forças das trevas. Confie em Minha sabedoria para trilhar o caminho perfeito; não permita que quaisquer conspirações de Satanás se consolidem. Coloque todos os esforços em apresentar seu coração diante de Mim e Eu o consolarei e lhe trarei paz e felicidade. Não se esforce para ser de certa maneira na frente de outras pessoas; deixar-Me satisfeito não tem valor e peso maiores?” As palavras de Deus me mostraram o caminho. Desde que já tinha a certeza de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado, eu deveria me manter assim e permanecer fiel à Deus. Mesmo se meus pais se opusessem, eu não deveria trair a Deus. Pensando nessas coisas, meu coração se sentiu muito mais livre.

Dois dias depois, o primo e a tia do meu marido voltaram. Embora a tia do meu marido também fosse uma estudante de teologia e andasse por aí fazendo sermões nas igrejas, enfrentando-os dessa vez, não senti medo algum. Pelo contrário, senti-me cheia de fé e alegria. Minhas experiências ao longo dos últimos dias me permitiram perceber de fato que a verdade pode superar todas as falácias e que, contanto que eu confiasse em Deus, Ele me guiaria e me levaria a refutar essas pessoas com a verdade. Eu não tinha esperado que eles se sentissem tão abatidos, e eles apenas sentaram em suas cadeiras, olhando fixamente para mim e disseram: “Não sei por quê, mas sempre nos sentimos impotentes quando se trata desse assunto. De fato, não sabemos o que dizer.” Ao ouvir isso, agradeci à Deus em silêncio em meu coração. Quando encontrei minha fé para passar por essa provação, Satanás foi colocado em um dilema. Essas pessoas não conseguiam encontrar nada para dizer e saíram. Assim, elas mobilizaram outras pessoas da família para vir e me assediar uma após a outra, mas eu não cedi nem um pouco.

Desenvolvi o discernimento através dessa provação

Um dia, li estas palavras de Deus: “Muitas pessoas não se opõem a Deus e obstruem a obra do Espírito Santo porque não conhecem a variada e diversificada obra de Deus, e, além disso, porque possuem apenas uma pequena quantidade de conhecimento e doutrina para medir a obra do Espírito Santo? Embora as experiências de tais pessoas sejam superficiais, elas são arrogantes e indulgentes por natureza, e consideram a obra do Espírito Santo com desprezo, ignoram as disciplinas do Espírito Santo e, além disso, usam seus antigos argumentos triviais para confirmar a obra do Espírito Santo. Elas também encenam um ato, e estão totalmente convencidas de sua própria aprendizagem e erudição, e que são capazes de viajar pelo mundo. Não são essas as pessoas desprezadas e rejeitadas pelo Espírito Santo, não serão elas eliminadas pela nova era? Não são aquelas pessoas pequenas que, ignorantes e mal informadas, vêm diante de Deus e se opõem abertamente a Ele, e estão apenas tentando mostrar como são brilhantes? Com um conhecimento escasso da Bíblia, elas tentam atravessar para a ‘academia’ do mundo; com uma doutrina superficial para ensinar as pessoas, elas tentam reverter a obra do Espírito Santo e tentam fazê-la girar em torno do próprio processo de pensamento. Míopes como são, tentam contemplar de relance seis mil anos da obra de Deus. Essas pessoas não têm nenhuma razão digna de se mencionar!” Através do assédio repetido da minha família e das revelações das palavras de Deus, vi com clareza que esses estudantes de teologia e pregadores eram de fato arrogantes e indulgentes por natureza e que viam a obra do Espírito Santo com desprezo, conforme revelado nas palavras de Deus. Eles não têm um coração temente a Deus, mas apenas medem a nova obra de Deus pelo conhecimento bíblico escasso que possuem e a condenam. Havia alguma diferença entre eles e os sumos sacerdotes, os escribas e os fariseus? Os sumos sacerdotes, os escribas e os fariseus naqueles primeiros dias tinham muito conhecimento do Antigo Testamento, mas quando o Senhor veio realizar a Sua obra, eles agiram de acordo com os significados literais da Bíblia e condenaram a obra de Deus e, no final, pregaram o Senhor Jesus na cruz. Minha família agia da mesma forma. Quando eles encontraram a obra de Deus dos últimos dias, não tiveram nenhum desejo de buscar a verdade, mas se agarraram cegamente aos significados literais da Bíblia, e eles resistiram e condenaram a obra de Deus. Eles eram tão arrogantes e presunçosos! Agradeci a Deus por me permitir desenvolver discernimento nessa situação e passei a entender um pouco sobre a obra de Deus.

Graças a Deus por escolher-me do mar infinito da humanidade e trazer-me de volta para Ele. Embora eu tenha experimentado fraqueza e negatividade durante essa provação, Deus sempre esteve comigo, usando Suas palavras para me apoiar, suprir e guiar, permitindo-me assim a permanecer firme. Não me sinto mais só ou com medo, pois sei que Deus está sempre ao meu lado na senda para o reino. Contanto que eu confie Nele e avance com bravura, posso dissipar todas as obstruções e seguí-Lo até o fim.

Por Xinyuan, Austrália

Artigos relacionados:

Por ue meu pai, um Pastor me renegou após eu ter recebo alegremente o retorno do Senhor? (I)

Por que meu pai, um Pastor me renegou após eu ter recebo alegremente o retorno do Senhor? (II)

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.