Siga-nos

Palavras sobre como obedecer a Deus

Palavras sobre como obedecer a Deus

92. A obra do Espírito Santo muda dia a dia, elevando-se mais a cada passo; a revelação de amanhã é ainda mais elevada que a de hoje, passo a passo escalando cada vez mais alto. Essa é a obra pela qual Deus aperfeiçoa o homem. Se o homem não conseguir manter o ritmo, ele poderá ser deixado para trás a qualquer momento. Se não tiver um coração obediente, ele não conseguirá prosseguir até o fim. A era anterior passou; esta é uma nova era. E, em uma nova era, uma nova obra precisa ser feita. Especialmente na era final, em que o homem será aperfeiçoado, Deus realizará uma nova obra cada vez mais rápido. Portanto, sem obediência em seu coração, o homem terá dificuldade em seguir os passos de Deus. Deus não acata nenhuma regra, nem trata nenhuma etapa de Sua obra como imutável. Em vez disso, a obra que Ele faz é sempre mais nova e mais elevada. Sua obra se torna cada vez mais prática a cada passo, cada vez mais de acordo com as reais necessidades do homem. Só depois que o homem experimentar esse tipo de obra, é que ele poderá alcançar a transformação final de seu caráter. O conhecimento da vida pelo homem atinge níveis cada vez mais elevados, e assim também a obra de Deus atinge níveis mais elevados. Somente dessa maneira o homem pode ser aperfeiçoado e se tornar apto para o uso de Deus. Deus opera dessa maneira, por um lado, para contrariar e inverter as noções do homem e, por outro, para levá-lo a um estado mais elevado e realista, no mais alto domínio da crença em Deus, de modo que, no final, a vontade de Deus possa ser feita.

de ‘Aqueles que obedecem a Deus com um coração sincero certamente serão ganhos por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

93. A obra feita por Deus difere em cada período. Se você demonstrar obediência em uma fase e, na próxima, demonstra pouca ou nenhuma obediência, então Deus abandonará você. Se você acompanha Deus enquanto Ele galga essa etapa, então precisa continuar a acompanhá-Lo quando Ele galgar a próxima. Só então você será uma pessoa obediente ao Espírito Santo. Como você acredita em Deus, precisa permanecer constante em sua obediência. Você não pode simplesmente obedecer quando está disposto e desobedecer quando não está. Esse tipo de obediência não tem a aprovação de Deus. Se você não consegue acompanhar a nova obra que Eu comunico, e continua a se apegar aos dizeres antigos, como pode haver progresso em sua vida? A obra de Deus é suprir você por meio de Suas palavras. Quando você obedecer e aceitar as palavras Dele, então o Espírito Santo seguramente operará em você. O Espírito Santo opera exatamente da maneira que Eu digo. Faça como Eu disse, e o Espírito Santo prontamente operará em você. Eu libero uma nova luz para vocês verem e para trazer vocês para a luz do tempo presente. Quando você andar nessa luz, o Espírito Santo irá imediatamente operar em você. Há alguns que podem ser recalcitrantes, dizendo: “Eu simplesmente não vou cumprir o que Você diz”. Então, digo-lhe que você, agora, chegou ao fim da estrada; está seco e não tem mais vida. Portanto, ao experimentar a transformação de seu caráter, é crucial acompanhar a luz presente.

de ‘Aqueles que obedecem a Deus com um coração sincero certamente serão ganhos por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

94. Se você segue e busca o que quer que o Espírito Santo disser, é alguém que obedece a Ele e assim conseguirá obter uma mudança no caráter. O caráter do homem muda com as palavras atuais do Espírito Santo; se você sempre sustentar suas velhas experiências e regras, seu caráter não vai mudar. Se o Espírito Santo falou hoje para dizer a todos que entrem numa vida de humanidade normal, mas você continua a se focar na superfície, está confuso quanto à realidade e não a leva a sério, será alguém que não acompanha Seu trabalho e não será alguém que entrou na senda liderada pelo Espírito Santo. Se o seu caráter pode ou não mudar depende de você acompanhar ou não as palavras atuais do Espírito Santo e realmente compreendê-la. Isso é diferente do que vocês entendiam.

de ‘Pessoas cujo caráter mudou são as que entraram na realidade das palavras de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

95. Em face de problemas da vida real, como você deveria conhecer e entender a autoridade de Deus e Sua soberania? Quando você não sabe entender, manejar e experimentar esses problemas, que atitude você deveria adotar para mostrar sua intenção, seu desejo e sua realidade de submeter-se à soberania e aos arranjos de Deus? Primeiro você deve aprender a esperar; depois você deve aprender a buscar; em seguida você deve aprender a submeter-se. “Esperar” significa esperar o tempo de Deus, aguardar as pessoas, os eventos e as coisas que Ele arranjou para você, esperando que a Sua vontade paulatinamente se revele a você. “Buscar” significa observar e compreender as intenções ponderadas de Deus para você, por meio das pessoas, dos eventos e das coisas que Ele dispôs, entender a verdade por meio deles, compreender o que os seres humanos devem realizar e os caminhos em que eles devem se manter, compreender quais resultados Deus pretende alcançar nos humanos e quais realizações Ele pretende atingir neles. “Submeter-se”, claro, refere-se a aceitar as pessoas, os eventos e as coisas que Deus orquestrou, aceitar a Sua soberania e, mediante ela, chegar a saber como o Criador dita o destino do homem, como Ele provê ao homem a Sua vida, como Ele trabalha a verdade no homem. Todas as coisas sujeitas aos arranjos e à soberania de Deus obedecem a leis naturais e, se você resolver deixar Deus arranjar e ditar tudo por você, você deve aprender a esperar, deve aprender a buscar, deve aprender a submeter-se. Esta é a atitude que quem quiser se submeter à autoridade de Deus deve tomar, a qualidade básica que deve possuir toda pessoa que quiser aceitar a soberania e os arranjos de Deus. Para manter tal atitude, para possuir tal qualidade, vocês devem trabalhar mais arduamente e só assim poderão entrar na verdadeira realidade.

de ‘O Próprio Deus, o Único III’ em “A Palavra manifesta em carne”

96. Há um princípio supremo em como o Senhor da criação trata os objetos da criação e esse também é o princípio mais fundamental. Como Ele trata os objetos da criação é completamente baseado em Seu plano de gerenciamento e em Suas exigências; Ele não precisa consultar ninguém, nem precisa convencer ninguém a concordar com Ele. Ele faz o que quer que tenha de fazer e trata as pessoas do modo que tem de tratá-las, e tudo que Ele faz e como trata as pessoas estão em sincronia com os princípios, os princípios pelos quais o Senhor da criação opera. A única coisa que os objetos da criação deveriam fazer é submeter-se; não deveriam ter qualquer outra escolha. O que isso mostra? O Senhor da criação sempre será o Senhor da criação; Ele tem o poder e as qualificações para orquestrar e governar qualquer objeto da criação como Lhe agradar e não precisa de um motivo para fazê-lo. Essa é Sua autoridade. E quanto aos objetos da criação? Nem um único objeto da criação tem o poder ou está qualificado para julgar como o Criador deveria agir ou se o que Ele faz está certo ou errado e nenhum objeto da criação está qualificado para escolher se deveria ser governado, orquestrado ou arranjado pelo Senhor da criação. Do mesmo modo, nem um único objeto da criação tem as qualificações para escolher como é governado e arranjado pelo Senhor da criação. Essa é a verdade maior. Não importa o que o Senhor da criação tenha feito aos objetos da criação e não importa como o tenha feito, os humanos que Ele criou deveriam fazer uma coisa só: buscar, submeter-se, conhecer e aceitar esse fato posto em prática pelo Senhor da criação. O resultado final será que o Senhor da criação terá realizado Seu plano de gerenciamento e completado Sua obra, fazendo Seu plano de gerenciamento avançar sem quaisquer obstruções; nesse ínterim, por terem aceitado o governo e os arranjos do Criador e por terem se submetido a Seu governo e arranjos, os objetos da criação terão ganhado a verdade, entendido a vontade do Criador e passado a conhecer Seu caráter.

de ‘Só ao buscar a verdade você pode conhecer os feitos de Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

97. Quando Noé fez conforme Deus instruiu, ele não sabia quais eram as intenções de Deus. Ele não sabia o que Deus queria realizar. Deus só lhe havia dado uma ordem, instruiu-o a fazer algo, mas sem muita explicação, e ele foi em frente e fez. Ele não tentou descobrir as intenções de Deus em particular, nem resistiu a Deus ou teve um coração duplo. Ele apenas foi e fez isso de acordo com um coração puro e simples. O que quer que Deus lhe permitiu fazer, ele fez; e obedecer e ouvir a palavra de Deus, era sua convicção para fazer as coisas. Foi assim que ele lidou direta e simplesmente com o que Deus lhe havia confiado. Sua essência — a essência de suas ações era a obediência, e sem suspeita, não resistir e, além disso, não pensar em seus próprios interesses pessoais e seus ganhos e perdas. Além disso, quando Deus disse que destruiria a terra com um dilúvio, ele não perguntou quando ou tentou ir ao fundo disso, e certamente não perguntou a Deus como Ele iria destruir o mundo. Ele simplesmente fez como Deus instruiu. Como quer que Deus quisesse que fosse feito e feito com o que, ele fez exatamente como Deus pediu e também começou a agir imediatamente depois disso. Ele agiu de acordo com as instruções de Deus com uma atitude de querer satisfazer a Deus. Ele estava fazendo isso para evitar o desastre? Não. Ele perguntou a Deus quanto tempo levaria antes que o mundo fosse destruído? Não. Ele perguntou a Deus ou ele sabia quanto tempo levaria para construir a arca? Ele também não sabia disso. Ele simplesmente obedeceu, ouviu e agiu conformemente.

de ‘A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus I’ em “A Palavra manifesta em carne”

98. Jó não falava de barganhas com Deus e não fazia pedidos ou exigências a Deus. Seu louvor ao nome de Deus era por causa do grande poder e autoridade de Deus em governar todas as coisas, e não dependia de se ele recebesse bênçãos ou fosse atingido por um desastre. Ele acreditava que, independentemente de Deus abençoar as pessoas ou trazer desastre sobre elas, o poder e a autoridade de Deus não mudarão e, portanto, independentemente das circunstâncias de uma pessoa, o nome de Deus deve ser louvado. O fato de o homem ser abençoado por Deus é por causa da soberania de Deus, e quando o desastre acontece ao homem, também é por causa da soberania de Deus. O poder e a autoridade de Deus governam e arranjam tudo concernente ao homem; os caprichos da sorte do homem são a manifestação do poder e autoridade de Deus e, independentemente do ponto de vista da pessoa, o nome de Deus deve ser louvado. Foi isso que Jó experimentou e conheceu durante os anos de sua vida. Todos os pensamentos e ações de Jó alcançaram os ouvidos de Deus e chegaram diante de Deus e foram vistos como importantes por Deus. Deus apreciou esse conhecimento de Jó e valorizou Jó por ter tal coração. Esse coração aguardava a ordem de Deus sempre, e em todos os lugares e, não importava a hora ou o lugar, recebia de bom grado o que quer que acontecesse com ele. Jó não fez exigências a Deus. O que ele exigia de si mesmo era esperar, aceitar, encarar e obedecer a todos os arranjos que vieram de Deus; Jó acreditava que esse era seu dever, e era exatamente o que era desejado por Deus.

de ‘A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus II’ em “A Palavra manifesta em carne”

99. Durante o tempo de Deus na carne, a obediência que Ele requer das pessoas não é o que elas imaginam — não fazer julgamentos ou resistir. Em vez disso, Ele requer que as pessoas façam das Suas palavras o princípio de suas vidas e a base de sua sobrevivência, que elas coloquem plenamente a essência de Suas palavras em prática e que elas satisfaçam plenamente a Sua vontade. Um aspecto de requerer que as pessoas obedeçam ao Deus encarnado está relacionado a colocar Suas palavras em prática e outro aspecto se refere a ser capaz de obedecer à Sua normalidade e praticidade. Esses têm que ser ambos absolutos. Aqueles que podem cumprir ambos os aspectos são todos aqueles que têm um coração de amor genuíno por Deus. São todas pessoas que foram ganhas por Deus e todas amam a Deus assim como amam sua própria vida.

de ‘As pessoas que conseguem ser absolutamente obedientes em relação à praticidade de Deus são aquelas que amam verdadeiramente a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

100. Dar um testemunho contundente de Deus está principalmente relacionado a você ter ou não um entendimento do Deus prático, e a você ser ou não capaz de obedecer em frente a essa pessoa que não é apenas comum, mas normal, e ainda obedecer até a morte. Se você realmente dá testemunho de Deus por meio dessa obediência, isso significa que você foi adquirido por Deus. Ser capaz de obedecer até a morte e não ter reclamações perante Ele, sem fazer julgamentos, sem difamação, sem ter noções e sem ter qualquer outra intenção — assim Deus obterá glória. A obediência perante uma pessoa comum que é menosprezada pelo homem e ser capaz de obedecer até a morte sem quaisquer noções — isso é testemunho verdadeiro. A realidade na qual Deus requer que as pessoas entrem é que você seja capaz de obedecer às Suas palavras, capaz de colocar as Suas palavras em prática, capaz de se curvar perante o Deus prático e de conhecer sua própria corrupção, capaz de abrir seu coração perante Ele e no final ser ganho por Ele por meio dessas palavras Dele. Deus ganha glória quando essas palavras conquistam você e o tornam totalmente obediente a Ele; por meio disso Ele envergonha Satanás e completa a Sua obra. Quando você não tem quaisquer noções da praticidade do Deus encarnado, isto é, quando você permanece firme nessa prova, então dá bom testemunho. Se houver um dia em que você tenha pleno entendimento do Deus prático e possa obedecer até a morte como Pedro, você será ganho por Deus, e aperfeiçoado por Ele. O que Deus faz que não está em conformidade com suas noções é uma prova para você. Se estivesse em conformidade com as suas noções, não seria preciso que você sofresse ou fosse refinado. É porque a Sua obra é tão prática e porque ela não está em conformidade com suas noções que ela requer que você abandone as suas noções. É por isso que ela é uma prova para você. É por causa da praticidade de Deus que todas as pessoas estão em meio a provas; a Sua obra é prática e não sobrenatural. Ao entender plenamente as Suas palavras práticas, as Suas declarações práticas sem quaisquer noções e ao ser capaz de amá-Lo mais genuinamente quanto mais prática a Sua obra for, você será ganho por Ele. O grupo de pessoas que Deus ganhará constitui-se daqueles que conhecem a Deus, isto é, que conhecem a Sua praticidade, e até mais do que isso, eles são aqueles que são capazes de obedecer à obra prática de Deus.

de ‘As pessoas que conseguem ser absolutamente obedientes em relação à praticidade de Deus são aquelas que amam verdadeiramente a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

101. O grupo de pessoas que o Deus encarnado deseja ganhar hoje é aquele que se conforma à Sua vontade. As pessoas precisam somente obedecer à Sua obra, e não se preocupar sempre com as ideias sobre Deus no céu, viver na imprecisão ou tornar as coisas difíceis para Deus na carne. Aqueles que são capazes de obedecer-Lhe são aqueles que absolutamente ouvem as Suas palavras e obedecem aos Seus arranjos. Essas pessoas não ligam nem um pouco para como o Deus no céu realmente é, ou para que tipo de obra o Deus no céu está fazendo atualmente na humanidade, mas elas dão seu coração por completo a Deus na terra e colocam todo o seu ser perante Ele. Elas nunca consideram sua própria segurança e nunca fazem alarde por causa da normalidade e praticidade do Deus na carne. Aqueles que obedecem ao Deus na carne podem ser aperfeiçoados por Ele. Aqueles que creem no Deus no céu nada ganharão. Isso é porque não é o Deus no céu, mas o Deus na terra que concede as promessas e bênçãos às pessoas. As pessoas não devem sempre magnificar o Deus no céu e ver o Deus na terra como uma pessoa comum. Isso é injusto. O Deus no céu é grande e maravilhoso, possuindo sabedoria fantástica, mas isso absolutamente não existe. O Deus na terra é muito comum e insignificante; Ele também é bastante normal. Ele não tem uma mente extraordinária nem pratica atos arrasadores. Ele só opera e fala de uma forma muito normal e prática. Embora não fale por meio de trovão nem invoque o vento e a chuva, Ele é realmente a encarnação de Deus no céu e é realmente o Deus vivendo entre os humanos. As pessoas não devem magnificar aquele que elas são capazes de entender e que corresponde à sua própria imaginação como Deus, nem ver Aquele que não podem aceitar e absolutamente não podem imaginar como humilde. Tudo isso é a rebeldia das pessoas; é tudo a fonte da resistência da humanidade a Deus.

de ‘As pessoas que conseguem ser absolutamente obedientes em relação à praticidade de Deus são aquelas que amam verdadeiramente a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

102. Ao medir se as pessoas podem ou não obedecer a Deus, a principal coisa a observar é se elas desejam alguma coisa extravagante de Deus, e se eles têm ou não outros tipos de intenções. Se as pessoas estiverem sempre fazendo exigências a Deus, isso prova que elas não obedecem a Ele. Não importa o que aconteça com você, se não conseguir recebê-lo de Deus, não conseguir buscar a verdade, sempre falar a partir de seu próprio raciocínio subjetivo e sempre sentir que você está certo e até mesmo ainda é capaz de duvidar de Deus, então você estará encrencado. Tais pessoas são as mais arrogantes e desobedientes a Deus. Pessoas que sempre fazem exigências a Deus jamais podem realmente obedecer a Ele. Se você faz exigências a Deus, isso prova que você está fazendo um acordo com Deus, que está escolhendo seus próprios pensamentos e agindo conforme seus próprios pensamentos. Nisso, você trai Deus e não tem obediência. Não tem sentido fazer exigências a Deus; se você realmente acreditar que Ele é Deus, então você não ousará fazer exigências a Ele, nem estará qualificado para fazer exigências a Ele, sejam elas razoáveis ou não. Se você tem uma crença verdadeira, e acredita que Ele é Deus, então não terá escolha senão adorá-Lo e obedecer a Ele. Hoje em dia, as pessoas não só têm uma escolha, mas até exigem que Deus aja de acordo com os próprios pensamentos delas, elas escolhem os próprios pensamentos e pedem que Deus aja de acordo com eles, e não exigem que elas mesmas ajam de acordo com as intenções de Deus. Assim, não há uma crença verdadeira dentro delas, nem a substância que está contida nessa crença. Quando você for capaz de exigir menos de Deus, sua crença verdadeira e sua obediência aumentarão e seu senso também se tornará comparativamente normal.

de ‘As pessoas fazem muitas demandas de Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

103. Todos os que não buscam obediência a Deus em sua fé, se opõem a Deus. Deus pede que as pessoas busquem a verdade, que tenham sede de Suas palavras, que comam e bebam as Palavras de Deus e as coloquem em prática, para que alcancem a obediência a Deus. Se suas motivações forem verdadeiramente assim, então Deus certamente o levantará e será gracioso para com você. Ninguém pode duvidar disso e ninguém pode mudar isso. Se suas motivações não forem por causa de sua obediência a Deus e você tem outros objetivos, tudo que você diz e faz — suas orações diante de Deus, até mesmo cada uma de suas ações — serão contrárias a Deus. Você pode ter uma fala mansa e ser moderado, cada ato e expressão podem parecer corretos, você pode parecer uma pessoa que obedece, mas quando se trata de suas motivações e seus pontos de vista sobre fé em Deus, tudo que você faz é em oposição a Deus e maligno. As pessoas que aparentam ser obedientes como ovelhas, mas em seu coração abrigam más intenções, são lobos em pele de ovelhas, ofendem diretamente a Deus e Deus não poupará nenhuma delas. O Espírito Santo revelará cada uma delas, para que todos vejam que todos os que forem hipócritas certamente serão detestados e rejeitados pelo Espírito Santo. Não se preocupe: Deus lidará e resolverá cada uma delas a sua vez.

de ‘Em sua fé em Deus você deve obedecer a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”


Leia mais:

– Palavras sobre orar e adorar a Deus

– Palavras sobre confiar em Deus e olhar para Ele

Clique para ler mais

Contate-nos

Diante da proibição de reuniões da igreja durante o COVID-19, o que os cristãos devem fazer? Clique para se juntar a nós em nossas reuniões online.

Venha conversar com a gente! Converse conosco no WhatsApp
WhatsApp

Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?