Menu

Já encontrei a resposta de como será o arrebatamento

Querido Jiayin,

A paz para você no Senhor! Vários meses passaram voando. Como você está? Lembro-me de quando estudamos a Bíblia juntos e muitas vezes lemos 1 Tessalonicenses 4:16-17, que diz: “Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.” Sempre que víamos estas palavras, ficávamos muito animados e não podíamos evitar de nos sentir amados. Nós até sorríamos de orelha a orelha em nossos sonhos. Acreditávamos que no retorno do Senhor, nós, que estamos vivos, seríamos arrebatados nas nuvens para encontrar o Senhor nos ares. Que cena gloriosa seria! No entanto, depois que cheguei ao Japão, através da minha comunhão com os irmãos e irmãs aqui, entendo: Estes versículos são palavras de Paulo, não as palavras do Senhor Jesus. A palavra de Paulo não é a verdade; mais ainda, não pode tomar o lugar da verdade. Somente a palavra do Senhor Jesus é a verdade. Devemos crer no Senhor de acordo com a Sua palavra e não podemos aceitar a palavra do homem como meta de nossa busca. “Ser apanhado” mencionado nestas palavras não é o que pensamos. No passado, todos nós pensávamos que “ser arrebatado” nas Escrituras significava que a volta do Senhor levaria para os ares todos aqueles que se agarrassem ao nome do Senhor e então, viveriam no céu. Na verdade, nosso pensamento está errado. A razão pela qual pensamos dessa forma é porque não entendemos o verdadeiro significado destes versículos. Com relação a esta questão, os irmãos e irmãs comungaram comigo sobre a verdade deste aspecto, para que eu entenda qual é o verdadeiro arrebatamento. Agora direi minha experiência com você.

Já encontrei a resposta de como será o arrebatamento

A irmã Liu da pregação comungou comigo: “Há versos que podem resolver esta confusão. Gênesis 2:7-8 diz: ‘E formou Jeová Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente. Então plantou Jeová Deus um jardim, da banda do oriente, no Éden; e pôs ali o homem que tinha formado.’ A partir disto podemos ver que nosso ancestral viveu no Jardim do Éden, o qual estava na terra, não no céu. No princípio, Deus fez a humanidade com o pó da terra, permitiu que vivêssemos na Terra e administrássemos o resto das Suas criações, nos pediu para obedecê-lo, adorá-lo e glorificá-lo e ordenou que o nosso destino fosse na terra e não no céu. Além disso, em Mateus 6:10, a oração do Senhor, que o Senhor Jesus nos ensinou, diz: ‘Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.’ Deste verso, podemos ver que quando o reino de Deus vier, executaremos Sua vontade na terra. Além disso, Sua vontade pode ser feita na terra assim como no céu. Isto prova que os que ficarem vivos depois que a obra de Deus dos últimos dias terminar, ainda viverão na terra, não no céu. Pode-se ver que Deus estabelecerá Seu reino na terra e os reinos deste mundo devem tornar-se o reino do nosso Cristo. Depois que a obra de Deus na terra chegar ao fim, Ele guiará o homem do céu e o homem ainda viverá na terra. Então, o reino de Deus será finalmente estabelecido na terra. Se nós afirmamos que ‘ser apanhado’ se refere a ser levado para o céu, então essas profecias não serão em vão? O reino de Deus está na terra. Se ainda buscamos ser arrebatados para o céu, não estamos indo contra a vontade Dele? Na realidade, Deus realiza a Sua obra de salvar a humanidade na terra do começo ao fim, e nós, seres humanos, também vivemos na terra. Deus cumprirá a Sua vontade na terra, não no céu. No final, o destino do homem está na Terra e foi pré-ordenado antes dos tempos. Ninguém pode destruí-lo, e esta é uma lei celestial.

Uma passagem da palavra diz: ‘Deus entrar no descanso significa que Ele não executará mais a Sua obra de salvação da humanidade. A humanidade entrar no descanso significa que toda a humanidade viverá na luz de Deus e sob Suas bênçãos, isenta da corrupção de Satanás, e nenhuma injustiça ocorrerá mais. Sob o cuidado de Deus, os humanos viverão normalmente sobre a terra. Quando Deus e a humanidade entrarem no descanso juntos, isso significa que a humanidade foi salva e que Satanás foi destruído, que a obra de Deus nos humanos está totalmente completada. Deus não continuará mais a operar nos humanos, e eles não viverão mais sob o império de Satanás. Assim, Deus não estará mais ocupado, e os humanos não estarão nmais constantemente em movimento; Deus e a humanidade entrarão no descanso simultaneamente. Deus retornará ao Seu lugar original, e cada pessoa voltará para o seu respectivo lugar. São esses os destinos em que Deus e os humanos residirão assim que todo o gerenciamento de Deus tiver terminado. Deus tem o destino de Deus, e a humanidade tem o destino da humanidade. Enquanto descansar, Deus continuará a guiar todos os humanos em sua vida na terra, e quando estiver na luz de Deus, ela adorará o único Deus verdadeiro no céu. […] Quando os humanos entram no descanso, isso significa que eles se tornoram verdadeiros objetos da criação; ela adorará a Deus a partir da terra e terá uma vida humana normal. As pessoas não serão mais desobedientes a Deus nem resistirão a Ele e retornarão à vida original de Adão e Eva. Essas serão as vidas e os destinos respectivos de Deus e dos humanos quando ambos entrarem no descanso. A derrota de Satanás é uma tendência inevitável na guerra entre ele e Deus. Dessa forma, a entrada no descanso de Deus após a conclusão de Sua obra de gerenciamento e a completa salvação e a entrada no descanso da humanidade também se tornaram tendências inevitáveis. O local de descanso da humanidade é na terra, e o local de descanso de Deus é no céu. Enquanto os humanos adorarem a Deus em descanso, eles viverão na terra, e enquanto Deus liderar o resto da humanidade em descanso, […] Depois que Deus e a humanidade entrarem no descanso, Satanás não existirá mais; semelhantemente, aquelas pessoas más também deixarão de existir. Antes que Deus e a humanidade descansem, aqueles indivíduos perversos que, no passado, perseguiam a Deus na terra e os inimigos terrenos que eram desobedientes a Ele lá já terão sido destruídos; eles terão sido erradicados pelos grandes desastres dos últimos dias. Depois que essas pessoas perversas forem completamente aniquiladas, a terra nunca mais conhecerá o assédio de Satanás. Somente então a humanidade obterá salvação completa e a obra de Deus estará totalmente terminada. Esses são os pré-requisitos para que Deus e a humanidade entrem no descanso.’ Estas palavras nos dizem claramente que quando a obra de gestão de Deus for completada, as pessoas perversas que uma vez o perseguiram e os inimigos que foram desobedientes a Ele já terão sido destruídos pelos grandes desastres dos últimos dias. Depois, Deus e o homem entrarão em repouso ao mesmo tempo. O lugar de descanso de Deus está no céu, enquanto o do homem está na terra, assim como é agora. Isto é, o homem desfrutará de uma vida celestial na terra. Esta vida é o que Deus prepara para o homem e, além disso, é o que Deus realizará. Agora devemos entender que nós, humanos, vivemos na terra no princípio, que Deus também realiza a obra de salvar a humanidade na terra, e que no final, enquanto o homem descansa, ele ainda viverá na terra. Sabendo disto, continuaremos perseguindo sermos arrebatados para o céu? Este nosso desejo não é extravagante? Ele está de acordo com a verdade? De fato, muitos versos mencionam ‘ser arrebatado’. Vejamos Atos 8:39-40: ‘Quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco, que jubiloso seguia o seu caminho. Mas Filipe achou-se em Azoto e, indo passando, evangelizava todas as cidades, até que chegou a Cesaréia.’ De acordo com as nossas ideias humanas, Filipe foi arrebatado pelo Senhor, isto é, ele foi arrebatado para o céu. Mas o fato é que ‘Mas Filipe achou-se em Azoto’ (Atos 8:40), e que ele continuou a pregar o evangelho do Senhor em todas as cidades e cumpriu a Sua vontade na terra. É fácil ver que Filipe não foi arrebatado para o céu, mas ainda viveu na Terra. A profecia de Apocalipse menciona ‘O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos’ (Apocalipse 11:15). Estas profecias são suficientes para provar que, quando somos verdadeiramente salvos, ainda viveremos na terra, e não no céu. Não seremos elevados para o céu como pensamos. Logo, arrebatamento não significa que seremos arrebatados para os ares como imaginamos. É apenas a nossa imaginação, não tem qualquer fundamento.”

Quanto mais eu ouvia a sua comunhão, mais esclarecida eu era. Somente então percebi que o que eu pensava antes era absurdo, infantil e ridículo. Pensei: um homem não consegue nem subir em uma casa sem uma escada, quanto mais subir ao céu. Nós humanos somos seres mortais; como podemos subir ao céu? Se fosse assim, então, todas as necessidades que Deus preparou para o homem na terra seriam inúteis? Paulo disse: “Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor” (1 Tessalonicenses 4:17). Então imaginei “ser arrebatada para o céu”, pensando que o retorno de Deus nos levaria ao céu. Como era absurda a minha ideia de arrebatamento! Só assim, senti que o arrebatamento não era tão simples como poderíamos supor. Deve haver a verdade que devemos procurar.

Alguns dias depois, busquei a comunhão com a irmã Liu. Eu disse: “Já que o arrebatamento não significa que seremos arrebatados no ar para ir ao encontro do Senhor como imaginamos, mas na verdade significa que ainda viveremos na terra depois de sermos salvos por Deus, então, a que se refere?” Ela, pacientemente, comungou comigo: “Com relação ao arrebatamento, todos os crentes no Senhor sempre se esforçam e aspiram por isso. De fato, o verdadeiro arrebatamento refere-se a nós seguindo os passos do Cordeiro, vindo diante de Deus e aceitando a Sua obra mais elevada e mais nova. Quanto ao mistério do arrebatamento, vamos ler uma passagem das palavras e nós saberemos a resposta. ‘“Ser apanhado” não significa ser levado de um lugar baixo para um lugar alto, como as pessoas podem imaginar; isso é um grande equívoco. “Ser apanhado” se refere a Eu predestinar e depois selecionar. Visa a todos aqueles a quem predestinei e escolhi. […] Isso é totalmente incompatível com as noções das pessoas. Os que terão uma porção na Minha casa no futuro são todos aqueles que foram apanhados diante de Mim. Isso é absolutamente verdadeiro, imutável e irrefutável. É um contra-ataque a Satanás. Qualquer um que Eu predestinei será apanhado para diante de Mim.’ Destas palavras, conhecemos o verdadeiro significado do arrebatamento. O arrebatamento não significa que a nossa carne será arrebatada ao céu para se encontrar com Deus como imaginamos, mas que reconhecemos a Sua voz, vamos diante Dele, obedecemos a Sua obra e aceitamos as palavras expressas por Ele. Este é o verdadeiro significado do arrebatamento.”

De acordo com as palavras que a irmã leu e com a comunhão dela, eu entendi o que é o arrebatamento. Também percebi que minha confiança no meu próprio raciocínio, na minha imaginação e no meu entendimento do significado literal da Bíblia fez com que minha interpretação do arrebatamento fosse absurda. Espero que o que eu aprendi também possa ajudar você. Caso você pense diferente ou tenha dúvidas, fique à vontade para escrever para mim; assim, nós podemos conversar e ter comunhão juntos.

Atenciosamente,

Li Ting

Veja também:

Qual é significado de arrebatamento na Bíblia

Pode haver arrebatamento antes dos desastres?

Recomendado para você: “Despertar do sonho” Trecho – Aceitando Cristo dos últimos dias e sendo arrebatado para o reino dos céus

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.