Siga-nos

Ela não conseguiu voltar para casa, mas o amor de Deus a acompanhou

O Ano Novo Chinês é quando as famílias se reúnem, mas todos os anos ela não pode ir para casa e se reunir com sua família por causa da perseguição e da prisão dos cristãos pelo Partido Comunista Chinês. Por causa disso, ela ficou fraca e angustiada. No entanto, o amor de Deus a encorajou e guiou o tempo todo, por isso, ela O seguiu sem se abalar.

Epígrafe

Ela não conseguiu voltar para casa, mas o amor de Deus a acompanhou


“Drim, drim…” Xiaoli foi acordada pelo seu despertador. Ela pegou o telefone sob o travesseiro enquanto abria os olhos sonolentos. Ela viu uma lanterna vermelha com deslumbrantes palavras chinesas e inglesas, que dizia: “Feliz Ano Novo.” Então, ouviu fogos de artifício estourando do lado de fora da janela. Completamente acordada, ela saiu da cama, cobriu-se com um casaco, fez uma oração matinal e começou a ler a palavra de Deus. Neste momento, o som de fogos de artifício estava ficando cada vez mais alto. Ela foi incapaz de acalmar seu coração, então, colocou de lado o livro, caminhou até a janela, e começou a olhar para as pessoas agitadas na rua e as lojas ao longo das calçadas das quais pendiam lanternas vermelhas e pergaminhos nas paredes, o que deixava a atmosfera da rua ainda mais festiva. Ela pensou: hoje é véspera de Ano Novo e, amanhã, o começo de um novo ano. Eu não sei como meu pai e minha mãe estão. Eles estão bem? Naquele momento, ela sentiu muito a falta de seus pais e mergulhou nas lembranças do passado.

Xiaoli já teve uma família feliz. Ela tinha o amor de seus pais e avós, assim como a rega e a nutrição das palavras de Deus. Em sua infância, ela participou de reuniões muitas vezes, cantou hinos e louvou a Deus junto com seus irmãos e irmãs da igreja. Mais tarde, quando a obra de Deus se expandiu para o resto do mundo, cada vez mais pessoas aceitaram o evangelho do reino de Deus. No entanto, a fim de impedir a obra do evangelho de Deus, erradicar todas as igrejas domésticas, transformar a China em uma região ateísta e alcançar seu objetivo maligno de controlar o povo chinês para sempre, o Partido Comunista Chinês – o regime satânico que se opõe a Deus – fabricou o “Caso de 28 de Maio em Shandong Zhaoyuan” e utilizou vários meios de comunicação para espalhar propaganda de forma desonesta, tentando acusar de forma falsa, incriminar e condenar a Igreja de Deus Todo-Poderoso. Depois disso, o Partido Comunista Chinês jogou uma rede sobre esta nação e prendeu e torturou cristãos em segredo. Em um instante, a China estava coberta de nuvens escuras. Incontáveis de cristãos e suas famílias foram capturados e perseguidos pelo partido comunista. Xiaoli foi uma das vítimas.

Na tarde de 24 de agosto de 2014, uma irmã da igreja veio à casa de Xiaoli com muita pressa. Ela disse a Xiaoli que a irmã Li fora presa pela polícia no dia anterior e que os livros das palavras de Deus e dois computadores também foram levados de sua casa. Ao ouvir essa notícia, Xiaoli ficou preocupada que algo de ruim pudesse acontecer com outros irmãos e irmãs, então ela se apressou em dizer-lhes para tomar algumas precauções. Ao meio-dia de 25 de agosto, sua tia materna, que trabalha em uma delegacia chamou Xiaoli, pediu a ela que fosse à sua casa. Sua tia disse: “É terrível. Alguém denunciou que você crê em Deus. A polícia encontrou uma foto sua na internet, em sua conta do Qzone. Eles vão prender você.” Ouvindo isso, ela não parou nem para pensar, e foi imediatamente para casa recolher as coisas que tinham relação com sua crença em Deus para escondê-los. Então, contou o problema para sua família.

A mãe de Xiaoli disse, em lágrimas, enquanto acariciava sua cabeça: “Neste momento, o Partido Comunista Chinês está prendendo os cristãos sem parar. É melhor você sair de casa agora mesmo e se esconder em algum lugar. O caminho da crença em Deus é duro, cheio de dificuldades e frustrações. Não importa o que aconteça no futuro, você deve lembrar que Deus é nosso firme apoio. Você deve confiar e buscar a Deus em tudo. Não importa quão difícil seja, nós seguiremos a Deus até o fim.” Depois de ouvir essas palavras, Xiaoli assentiu e disse: “Certo.” Ao pensar que ficaria separada de sua família e que não tinha como saber quando poderia voltar, ela não conseguiu evitar que as lágrimas rolassem por suas bochechas. Naquele momento, ela não pode conter o grito em seu coração: “Os céus e a terra e todas as coisas foram criados por Deus. Que crime é acreditar e adorar a Deus e pregar o evangelho? No entanto, o Partido Comunista Chinês está cada vez mais próximo. O partido nos impede de crer e adorar a Deus, nos persegue muito e não para por nada de nos prender, fabricar rumores, nos difamar, nos interrogar e nos torturar. As pessoas do partido são grandes reacionários! A China é realmente um país controlado pelo demônio! Minha família feliz será despedaçada pelo governo comunista chinês.” Pensando que deixaria seu lar, ela sentiu-se ainda mais apegada aos seus pais, mas sabia que não poderia mostrar sua fraqueza na presença deles, nem deixar com que se preocupassem com ela. Xiaoli enxugou as lágrimas e disse: “Eu vou confiar em Deus!”

Xiaoli nunca havia viajado para longe de casa antes. Mas agora, devido à perseguição do Partido Comunista Chinês, ela teve que deixar sua cidade natal com relutância e pegar um trem para um lugar distante.

No momento em que o trem começou a se mover, Xiaoli ficou muito chateada. Foi a primeira vez que ela deixou sua cidade natal e sua família. Ela não sabia que provações teria que enfrentar. Diante do caminho que deveria percorrer, ela se sentiu perplexa e hesitante. E, quando estava mais perdida, de repente, ela pensou nas palavras de Deus que lia com frequência: “…a senda pela qual Deus nos guia não é em linha reta, mas uma estrada sinuosa cheia de buracos; Deus diz, ademais, que quanto mais pedregosa a senda, mais ela pode revelar nosso coração amoroso […]. Em Minha experiência, trilhei muitas sendas pedregosas e traiçoeiras e suportei grande sofrimento […]

Ela ponderou o trecho em silêncio. As palavras de Deus confortaram e aqueceram seu coração. Ela sabia que, para crer em Deus neste país controlado pelo Partido Comunista Chinês, onde Ele é odiado como inimigo, ela deve suportar alguns sofrimentos. Ela acreditava: não importa quais dificuldades estejam pelo caminho, Deus me guiará. Então, ela lembrou-se de que quando o Senhor Jesus veio para realizar a Sua obra, muitos dos Seus seguidores foram perseguidos e capturados pelo governo romano da época. A fim de proteger seus seguidores da prisão, o Senhor Jesus os aconselhou: “Quando, porém, vos perseguirem numa cidade, fugi para outra…” (Mateus 10:23). Neste momento, seus olhos estavam cheios de lágrimas. Ela experimentou, de verdade, que Deus estava ao seu lado na tribulação, usando Suas palavras para consolá-la e dar-lhe fé e coragem. Assim, diante do caminho à frente, não importava quão grandes fossem os perigos e adversidades, ela não se sentiria mais perdida e indefesa. Além disso, ela não estava mais sozinha ou com medo, porque Deus estava com ela.

Depois de uma longa e difícil jornada, ela, enfim, chegou em uma nova cidade. Os irmãos e irmãs do local a receberam bem e foram muito atenciosos com ela, o que a fez mais uma vez experimentar o calor de uma família. Dois meses depois de sair de casa, ela recebeu notícias de sua mãe, que dizia: “A polícia conspirou com a secretária da aldeia para falar com seu pai sobre sua crença em Deus e pedir a ele para que faça você voltar bem rápido, para que possa cooperar com eles. Além disso, eles ameaçaram seu pai, dizendo: ‘Se ela desistir de crer em Deus, tudo ficará bem. Se não, continuaremos a procurá-la e colocá-la na lista de procurados. Depois que for presa fora da cidade, ela passará pelo menos 40 anos na prisão. Mesmo que não seja presa, ela viverá sua vida fugindo para sempre e nunca poderá se casar.’ Seu pai acreditou nas palavras deles e, agora, está lhe procurando e quer você volte. Depois de receber esta carta, você não deve voltar para casa. Todos nós sabemos que essas coisas são truques e esquemas do Partido Comunista Chinês. A intenção deles é lhe capturar e fazer você trair a Deus. Assim, você deve apenas cumprir seu dever em paz para retribuir o amor de Deus.”

Depois que ela leu a carta, lágrimas escorreram pelo seu rosto. Ela nunca imaginou que o Partido Comunista Chinês usasse meios tão desprezíveis. Ela não podia voltar para casa por causa de sua perseguição. Além disso, o partido intimidou seu pai. Ela estava cheia de ódio pelo Partido Comunista Chinês, ela pensou nas palavras de Deus: “Durante milhares de anos, essa tem sido a terra da imundice, é insuportavelmente suja, a miséria abunda, fantasmas correm desenfreados por toda parte, enganando e iludindo, fazendo acusações infundadas,[2] sendo impiedosos e viciosos, pisoteando essa cidade fantasma e a deixando coberta de cadáveres; o fedor da decadência cobre a terra e permeia o ar, e é fortemente vigiada.[3] Quem é capaz de enxergar o mundo além dos céus? O diabo amarra firmemente todo o corpo do homem, apaga seus olhos e sela seus lábios com firmeza. O rei dos diabos tem causado alvoroço por vários milhares de anos até o dia de hoje, quando ainda mantém forte vigilância sobre a cidade fantasma, como se fosse um palácio de demônios impenetrável; enquanto isso, essa matilha de cães de guarda observa com olhos ferozes, com um profundo medo de que Deus os pegue desprevenidos e os extermine, deixando-os sem um lugar de paz e felicidade… Lacaios! Retribuem bondade com ódio, há muito desdenham de Deus, abusam de Deus, são selvagens ao extremo, não têm a menor consideração por Deus, saqueiam e pilham, perderam toda a consciência, não têm nem um resquício de bondade contrariam toda consciência e tentam os inocentes à insensatez. Ancestrais dos antigos? Líderes adorados? Todos eles se opõem a Deus! Sua interferência deixou tudo sob o céu em estado de escuridão e caos! Liberdade religiosa? Direitos e interesses legítimos dos cidadãos? São todos truques para encobrir o pecado!

As palavras de Deus revelam com clareza a essência de resistência a Deus do Partido Comunista Chinês. Desde que Deus realizou Sua obra nos últimos dias, o governo comunista chinês tem perturbado e prejudicado a obra de Deus, prendendo e perseguindo os cristãos. Assim, inúmeros cristãos foram detidos, presos e sofreram torturas brutais. Alguns deles foram aleijados ou torturados até a morte. Diversas famílias cristãs foram dilaceradas por causa da perseguição do Partido Comunista Chinês. Inúmeros cristãos não podem voltar para suas casas. A chamada “liberdade de culto” do Partido Comunista Chinês e os “direitos e interesses legais dos cidadãos” são um absurdo para enganar o povo chinês e o mundo, são seus truques para enganar o público, ganhar fama e encobrir seus crimes. No entanto, a sabedoria de Deus é sempre exercida com base nos esquemas de Satanás. Através da perseguição do Partido Comunista Chinês, as pessoas com coração e espírito ganham verdadeiro discernimento da perversidade e baixeza do partido comunista, o que lhes permite abandonar Satanás e retornar para Deus Todo-Poderoso. Xiaoli também viu que não importa quão selvagem seja Satanás, ele sempre será uma peça de xadrez e uma ferramenta usada por Deus em Seu plano de gerenciamento. Ela também pensou em como Deus correu um grande risco ao vir para um país controlado pelo Partido Comunista Chinês para salvar a nós, que fomos profundamente corrompidos por Satanás, e usou Suas palavras para regar e nos guiar. Como o amor de Deus é grande! Quando pensou nisso, ela inspirou-se e decidiu a seguir a Deus.

Xiaoli encarou o céu escuro da janela. Uma súbita rajada de vento frio provocou um arrepio no rosto dela. O som de fogos de artifício a trouxe de volta à realidade. Contando o tempo, ela passou cinco anos longe de casa. Embora sentisse muito a dor de ser separada de sua família, ela cumpriu seu dever como ser criado e ganhou muito durante esses anos. Quando ela enfrentou em dificuldades, Deus sempre esteve orientando-a e encorajando-a.

“Xiaoli, venha tomar café da manhã”, a irmã anfitriã a chamou calorosamente. Ela respondeu e caminhou em direção à sala de jantar. Depois do café da manhã, elas leram a palavra de Deus juntas, comungaram sobre suas próprias experiências e deram testemunho do amor e da misericórdia de Deus. Embora ela não estivesse junto com sua família, com a companhia da palavra de Deus e de seus irmãos e irmãs, ela sentia o calor de um lar.

À tarde, alguns irmãos e irmãs vieram e se reuniram com eles. Após o encontro, ela obteve algum entendimento: cada um de nós que vem a este mundo tem uma missão sagrada que Deus nos concedeu. A missão dela é pregar o evangelho do reino para mais pessoas que anseiam pelo retorno do Senhor. Embora seja perseguida pelo Partido Comunista Chinês e não possa ir para casa, ela não deve abandonar sua missão e, ao invés disso, deve tentar o seu melhor para cumpri-la. Ela pensou nas palavras de Deus Todo-Poderoso: “Como membros da raça humana e cristãos devotos, é responsabilidade e obrigação de todos nós oferecer nossa mente e nosso corpo para a realização da comissão de Deus, pois todo o nosso ser veio de Deus e existe graças à Sua soberania. Se a nossa mente e o nosso corpo não servirem à comissão de Deus e à causa justa da humanidade, a nossa alma será indigna daqueles que foram martirizados pela comissão de Deus e mais indigna ainda de Deus, que nos proveu de todas as coisas.” As palavras de Deus fizeram com que ela tivesse mais fé e força para viver para retribuir o amor de Deus. Naquele momento, ela tomou uma decisão diante de Deus: “estou disposta a cumprir bem meu dever no próximo ano novo para retribuir a Tua salvação. Mesmo que o meu futuro seja cheio de dificuldades, frustrações, perigos e tribulações, eu vou seguir a Ti como sempre.”

À noite, Xiaoli orou a Deus em seu coração, aguardando o dia em que Deus será glorificado e desejando que esse dia chegue rápido…

Por Ma Li, China


Recomendado para você:

Clique para ler mais

Contate-nos

Diante da proibição de reuniões da igreja durante o COVID-19, o que os cristãos devem fazer? Clique para se juntar a nós em nossas reuniões online.

Venha conversar com a gente! Converse conosco no WhatsApp
WhatsApp

Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?