Menu

Como distinguir entre o Cristo verdadeiro e os falsos cristos

Olá! Irmãos e irmãs:

Meu nome é Li Li. Sou uma líder responsável por uma igreja doméstica. Nós ouvimos alguém pregar que o Senhor Jesus já retornou, contudo vemos que, na Bíblia, o Senhor Jesus disse: “Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” (Mateus 24:23-24). Podemos entender, diante dessas palavras, que quando o Senhor voltar, todos os tipos de falsos cristos e falsos profetas vão surgir para enganar os crentes. Por isso, nós não ousamos buscar e investigar essa pregação, pois temos medo de ser enganados por um falso cristo. Contudo, pensando que o Senhor Jesus disse: “Certamente cedo venho” (Apocalipse 22:20), nós tememos perder a oportunidade de dar as boas-vindas ao Senhor se Ele voltar. Nosso coração está muito ansioso. Irmãos e irmãs, quero buscar de você como praticar apropriadamente em questão de acolher a vinda do Senhor. E, por favor, também comungue conosco sobre como distinguir entre o Cristo verdadeiro e os falsos.

Li Li

Como distinguir entre o Cristo verdadeiro e os falsos cristos

Irmã Li Li:

Olá! Como líder de uma igreja, você é responsável pelas vidas de irmãos e irmãs. Você busca a comunhão, que é uma ação de quem tem sede da verdade e se importa com as intenções de Deus. Estamos no fim dos últimos dias, o tempo crítico no qual o Senhor Jesus retorna. É certo que muitos falsos cristos vão surgir e enganar o homem nesse período. Nós entendemos seu medo de ser enganada e, assim, perder a chance do arrebatamento. Vamos buscar a verdade e comungar a respeito da sua pergunta.

Todos nós sabemos que o Senhor Jesus prometeu Ele voltaria para nos receber após preparar um lugar para nós. Os últimos dias chegaram. Se sempre negarmos as afirmações sobre o retorno do Senhor e não ousarmos investigar, por medo de sermos enganados por falsos cristos, como poderemos dar as boas-vindas ao Senhor? O Senhor Jesus certa vez nos disse: “Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! saí-lhe ao encontro!” (Mateus 25:6). “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem” (João 10:27). O livro do Apocalipse enfatiza várias vezes que: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 2:7). Por estas palavras, entendemos que, quando o Senhor voltar, Ele ainda expressará Sua voz. Apenas aqueles que ouvem a voz do Senhor e O reconhecem podem dar as boas-vindas a Ele. Tais homens são as virgens prudentes e as ovelhas do Senhor. Se alguém testemunha que o Senhor voltou, mas nós não buscamos investigar nem ouvir as declarações do Senhor, como poderemos dar as boas-vindas a Ele?

Ao estudar as profecias da chegada do Senhor, muitos cristãos priorizam a defesa contra os falsos cristos e os falsos profetas, mas não dedicam mais atenção a como receber a chegada do noivo e ouvir sua voz. Qual é o problema nesse caso? Esse comportamento não significa deixar de comer por medo de engasgar e perder o melhor por causa do pior? De fato, não importa o quanto o homem se defenda contra os falsos cristos e os falsos profetas, se não pudermos dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e não formos arrebatados para diante do trono de Deus, seremos as virgens insensatas e seremos eliminados e abandonados por Deus. Nesse caso, nossa fé em Deus não será um fracasso total?

Se quisermos dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e não sermos enganados pelos falsos cristos e falsos profetas, nós temos que ter clareza sobre as formas pelas quais os falsos cristos enganam o homem. Na verdade, o Senhor Jesus já nos falou sobre as práticas dos falsos cristos e profetas. O  Senhor Jesus disse: “Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” (Mateus 24:24). Pelas palavras do Senhor Jesus, podemos ver que os falsos cristos e os falsos profetas enganam os escolhidos de Deus principalmente realizando grandes sinais e maravilhas, que são a maior manifestação deles. Nesse ponto, devemos entender que a razão pela qual os falsos cristos exibem sinais e maravilhas para enganar o homem é porque eles não têm nenhuma verdade. Em natureza e substância, eles são espíritos extremamente perversos e maus. Eles não são capazes de realizar a obra de salvar e purificar o homem, nem podem nos mostrar o caminho e nos conceder vida, portanto, eles se apoiam nos sinais e maravilhas para enganar o homem. Se eles tivessem a verdade, não usariam sinais e maravilhas para iludir o homem. Assim, o fato de os falsos cristos e profetas usarem sinais e maravilhas mostra que eles não têm outros truques para apresentar. Nós temos que entender esse ponto. Senão, seremos facilmente enganados.

Eu vi dois parágrafos em um livro religioso: “Se, durante o dia de hoje, surgir uma pessoa que seja capaz de mostrar sinais e maravilhas, expulsar demônios, curar os doentes e realizar muitos milagres e, se essa pessoa afirmar que ela é Jesus que veio, então isso seria uma fraude produzida pelos espíritos malignos que imita Jesus. Lembre-se disso! Deus não repete a mesma obra. O estágio da obra de Jesus já foi concluída, e Deus nunca mais realizará aquele estágio da obra. […] Nas noções do homem, Deus deve sempre mostrar sinais e maravilhas, deve sempre curar os doentes e expulsar demônios e deve ser sempre ser igual a Jesus. Mas desta vez, Deus não é nada assim. Se, durante os últimos dias, Deus ainda mostrasse sinais e maravilhas e ainda expulsasse demônios e curasse os doentes — se Ele fizesse exatamente o mesmo que Jesus — então Deus estaria repetindo a mesma obra, e a obra de Jesus não teria significado nem valor. Assim, Deus realiza um estágio de obra em cada era. Uma vez que cada estágio de Sua obra foi concluída, logo ele é imitado por espíritos malignos e, depois que Satanás começa a seguir os passos de Deus, Deus adota um método diferente. Uma vez que Deus completou um estágio de Sua obra, ele é imitado por espíritos malignos. Isso deve estar claro para vocês”. “Jamais a obra de Deus se conforma às noções do homem, pois a Sua obra é sempre nova, nunca velha, e Ele jamais repete obras velhas, antes, avança com uma obra nunca realizada”.

Irmã, essas palavras nos mostram que Deus é sempre novo, nunca velho. Ele não realiza a mesma obra. Quando o Senhor Jesus veio operar, Ele inaugurou a Era da Graça, encerrou a Era da Lei e realizou um estágio da obra de redenção: Ele curou os doentes, expulsou demônios, fazendo muitos sinais e maravilhas e concedeu graça abundante ao homem. Por fim, Ele foi crucificado e redimiu o homem do pecado. A obra de redenção do homem pelo Senhor Jesus já foi concluída, e Deus nunca mais irá realizá-la. E quanto aos falsos cristos? Todos eles são espíritos maus que fingem ser Cristo, e são incapazes de inaugurar uma nova era e encerrar uma era antiga. Eles podem apenas imitar o Senhor Jesus exibindo sinais e maravilhas para enganar o homem, que está confuso e não tem discernimento. Contudo, os falsos cristos não conseguem copiar os milagres que o Senhor Jesus fez, então, é claro, eles não podem, por exemplo, ressuscitar os mortos, usar cinco pães e dois peixes para alimentar cinco mil pessoas e repreender o vento e o mar. Agora que sabemos que os falsos cristos não possuem nenhuma verdade e não podem começar e encerrar uma era, nós entendemos o motivo pelo qual o Senhor Jesus certa vez nos alertou: “Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” (Mateus 24:24). Ele fez isso para nos defender contra esses maus espíritos que imitam o Senhor Jesus exibindo sinais e milagres. Eles são os falsos cristos, aqueles que devemos discernir e rejeitar. Esse é a intenção do Senhor nessas palavras. Contudo, nós não entendemos a vontade do Senhor, compreendemos mal Sua palavra e até mesmo condenamos como falso tudo o que foi testemunhado sobre o retorno de Deus. Isso não é absurdo? Não estamos indo contra as boas intenções de Deus? Nós fazemos coisas tão absurdas, que não apenas indicam que não temos discernimento sobre os falsos cristos, mas também demonstra que não entendemos como conhecer o verdadeiro Cristo!

Vejamos outro parágrafo das palavras: “Deus tornado carne é chamado de Cristo, e assim o Cristo que pode dar a verdade às pessoas é chamado de Deus. Não há nada de excessivo nisso, pois Ele possui a substância de Deus e possui o caráter de Deus e sabedoria em Sua obra, que não podem ser alcançadas pelo homem. Aqueles que chamam a si mesmos de Cristo, mas não podem fazer a obra de Deus são fraudes. Cristo não é meramente a manifestação de Deus na terra, mas também a carne específica assumida por Deus enquanto Ele realiza e conclui Sua obra entre os homens. Essa carne não pode ser suplantada por qualquer homem, mas é uma carne capaz de suportar adequadamente a obra de Deus na terra, de expressar o caráter de Deus, de representar bem a Deus e de fornecer vida ao homem. Cedo ou tarde, todos aqueles que personificam Cristo cairão porque, embora aleguem ser Cristo, nada possuem da substância de Cristo. E assim Eu digo que a autenticidade de Cristo não pode ser definida pelo homem, mas é respondida e decidida pelo Próprio Deus”. Irmã, Cristo é o Deus encarnado, é a carne na qual o Espírito de Deus se materializou, o que significar dizer que o que Deus tem e é, o caráter e a sabedoria Dele estão todos materializados na carne. Cristo possui a substância da divindade, é a corporificação da verdade. Ele pode expressar a verdade para suprir e pastorear o homem em qualquer tempo e lugar. Só Cristo pode realizar a obra de redimir e salvar o homem, o que não pode ser imitado por ninguém. Este é um fato que ninguém pode negar. Os falsos cristos, ao contrário, são todos possuídos por espíritos malignos e são extremamente arrogantes e ridículos. Eles são espíritos malignos e demônios, portanto, não importa como eles exibam sinais e maravilhas, distorçam a Bíblia ou expressem profundo conhecimento e doutrinas, tudo o que eles fazem é enganar, ferir e arruinar o homem. Eles não fornecem nenhuma edificação para o homem, fazendo apenas com que ele caia sempre em trevas, não tenha um caminho para trilhar e seja devorado por Satanás no fim. É óbvio que todos os falsos cristos e profetas são a encarnação de Satanás e de demônios malignos que buscam interromper e perturbar a obra de Deus. Então, não importa quantas pessoas eles enganem, machuquem ou arruínem, eles vão cair e desaparecer em breve, pois não possuem nenhuma verdade. Irmã, se realmente entendermos a verdade sobre como distinguir entre o Cristo verdadeiro e os falsos, sem dúvidas não recusaremos ouvir a voz de Deus ou dar as boas-vindas à Sua manifestação por medo de sermos enganados pelos falsos cristos.

Irmã Li Li, você deve ter algum conhecimento sobre como distinguir o Cristo verdadeiro dos falsos. Só Cristo é o caminho, a verdade e a vida. Cristo é o Único que pode inaugurar uma nova era e concluir a antiga, que pode expressar a verdade para purificar e salvar o homem, e conceder-lhe vida. Aqueles que não são capazes de expressar a verdade conseguem apenas exibir sinais e maravilhas simples para enganar o homem são certamente falsos cristos, são fraudes. Esse é o princípio básico para distinguir entre o Cristo verdadeiro e os falsos cristos. Todos os que buscam e investigam o caminho verdadeiro devem obedecer a esse princípio para buscar e confirmar a voz de Deus. Isso definitivamente não pode estar errado. Se nós entendermos esse aspecto da verdade, não nos preocuparemos com a possibilidade de sermos enganados por falsos cristos e falsos profetas.

Recomendado para você: É verdade que ninguém sabe quando Jesus voltará?

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.