Menu

Despertado por imprevistos–Nunca mais vou vender minha vida por dinheiro

A história de meu chefe paralisado me fez pensar profundamente

Eu trabalho em um restaurante. Meu chefe é rico, mas ele tem hemiplegia, então ele caminha mancando. Uma vez, quando eu estava preparando os vegetais na cozinha, o cozinheiro suspirou com emoção e disse, “Sabe o quê? Nosso chefe é de dar dó, na verdade. Ele construiu o negócio do zero. No passado, o restaurante não contratava empregados, e tudo era feito por sua própria família. Durante décadas, ele trabalhou de manhã até à noite. Porque ele estava sobrecarregado de trabalho por tanto tempo, um dia ele de repente desmaiou na cozinha. Apesar do tratamento emergencial ter salvo sua vida, ele ficou parcialmente paralisado. Desde então, ele não consegue caminhar bem, muito menos fazer trabalho difícil…”

O que o cozinheiro disse me fez sentir muito dó de meu chefe. Apesar dele ter ganhado muito dinheiro através do trabalho duro, ele ficaria mancando pelo resto de sua vida. Aquilo que ele buscou e seu caminho de vida não eram um microcosmo daquilo que acontece com várias pessoas na sociedade de hoje? Então, eu não pude deixar de lembrar de meu próprio passado. De fato, eu me esforçava por dinheiro assim como ele…

Despertado por imprevistos–Nunca mais vou vender minha vida por dinheiro

Cego pela avareza, eu continuei trabalhando apesar da enfermidade

Não muito depois de me casar, minha esposa e eu ouvimos falar que era fácil ganhar dinheiro em outras partes do país. Então confiamos nosso bebê de um ano de idade ao cuidado de meus pais e fomos juntos a outro lugar. Após chegarmos lá, consegui um emprego permanente, mas para ganhar mais dinheiro, eu também achei outro emprego de meio período. Então, eu só dormia 4 ou 5 horas por dia. Apesar de que às vezes eu me sentia cansado, eu pensava: “Para ganhar mais dinheiro, eu preciso aguentar.” Após uma dezena de anos disso, minha saúde começou a piorar como resultado de trabalho demais. Eu tinha dor de estômago assim que me deitava à noite, e às vezes meu estômago doía tanto que era difícil até para eu respirar. Fui a médicos aqui e ali, mas não conseguia ser curado. Eu não tinha escolha a não ser ir para casa para me cuidar até voltar à saúde.

Um dia, vi uma propaganda sobre investir em criação de animais e indústria artesanal na TV. Parecia para mim um jeito ótimo de ficar rico trabalhando de casa. Então eu investi nessas duas companhias sem pensar duas vezes. Naquele momento, fiquei muito feliz e pensei que com certeza ganharia muito dinheiro. Mas eu não estava satisfeito, e pensei que quanto mais investisse, mais dinheiro eu poderia ganhar. Então eu abri uma loja de processamento de comida na cidade. Fiquei feliz de me ocupar com todos esses negócios. Contudo, o homem propõe, e Deus dispõe: a maioria dos escorpiões que eu criei em casa morreram, e as coisas artesanais que eu projetei foram consideradas abaixo do padrão. Até a loja de processamento de comida fechou em menos de um mês. Estes choques mexeram com cada osso do meu corpo. Eu estava tão preocupado que eu não conseguia comer nem dormir.

No entanto, eu queria dar a volta por cima. Pouco depois, abri novamente uma loja de processamento de comida em nossa comunidade, mas depois dois negócios rivais abriram próximos à minha loja. Então meu negócio começou a decair. Parecia que meu sonho de ganhar uma fortuna ia pro lixo de novo. Com medo de que minha loja fosse fechar novamente, eu me senti terrível e angustiado. Mas após certa consideração, decidi achar uma maneira para virar a mesa. Então revirei todas as pedras para construir um bom relacionamento com as pessoas locais. Eu até acenava com a cabeça e sorria para elas. Às vezes eu subordinava meus clientes com pequenos presentes para ganhar seu gosto e assim fazer com que sempre retornassem. Eu estava especialmente preocupado com minha renda diária. Então toda noite após fechar a loja, a primeira coisa que eu fazia era contar o dinheiro que ganhei naquele dia. Às vezes eu até tinha sonhos felizes em que havia ganhado muito dinheiro. Naquela época, eu tinha dinheiro no cérebro; era como se eu tivesse sido enfeitiçado por isso.

Quando cheguei ao fundo do meu poço, Deus estendeu Sua mão para ajudar

Um dia, minha sogra me chamou de repente e disse que meu sogro tinha câncer e que seus últimos dias estavam contados. Quando cheguei na casa deles, vi que meu sogro já não era forte e inspirador como antes, mas cheio de dores e enfermidades. Naquela hora, ele não podia comer ou beber e era quase uma ruína total. Tudo que ele podia fazer era se encolher no sofá e gemer com debilidade. Me cortava o coração vê-lo assim, e lágrimas encheram os meus olhos. Em sua vida ele trabalhou tão duro todo o tempo e nunca ficou para trás, não importa o que ele estivesse passando. Em seus vários anos de trabalho duro, ele ganhou muito dinheiro. Contudo, para que sua família pudesse viver com ainda mais prosperidade, ele ainda corria e trabalhava o dia inteiro: após terminar suas tarefas em casa, ele ia trabalhar na vila vizinha. Mas ele ficou com câncer. Qual era a utilidade de ter ganho tanto dinheiro? Não muito depois, ele faleceu no estágio terminal do câncer, deixando para trás muito dinheiro. Eu suspirei com emoção, e pensei no que a Bíblia diz, “Pois que aproveita ao homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida? ou que dará o homem em troca da sua vida?” (Mateus 16:26). Está certo! Mesmo se possuirmos todo o dinheiro do mundo, qual é o sentido disso se perdemos nossa vida? Pensei comigo mesmo. Eu trabalhei tão duro por dinheiro que estava sofrendo de uma enfermidade por mais de dez anos. Se minha condição física ficasse pior, todo o dinheiro que havia ganhado não poderia salvar minha vida.

Após isso, meu vizinho me contou sobre o evangelho do reino, eu li a palavra de Deus dizendo, “As pessoas passam a vida correndo atrás de dinheiro e fama; elas tentam se agarrar a esses montes de palha, pensando serem seus únicos recursos, como se, ao tê-los, pudessem continuar a viver, pudessem isentar-se da morte. Mas só quando estão perto de morrer elas percebem quanto essas coisas estão distantes, quão fracas são em face da morte, quão facilmente se estilhaçam, quão solitárias e desamparadas estão, sem ter para onde se voltar. Percebem que a vida não pode ser comprada com dinheiro ou fama, que não importa quanto uma pessoa é rica, não importa quanto sua posição é elevada, todas as pessoas são igualmente pobres e irrelevantes diante da morte. Percebem que o dinheiro não pode comprar a vida, que a fama não pode apagar a morte, que nem o dinheiro nem a fama podem prolongar a vida de ninguém nem por um só minuto, um só segundo. Quanto mais pensam assim, mais as pessoas anseiam por continuar vivendo; quanto mais pensam assim, mais temem a aproximação da morte. Só nesse ponto elas percebem verdadeiramente que sua vida não lhes pertence, que não lhes cabe controlar, que não podem escolher se vivem ou morrem — que tudo isso está fora de seu controle.

As palavras de Deus tocaram nas cordas do meu coração. Está certo! Dinheiro e fama não podem comprar a vida ou manter alguém salvo da morte. Apesar de uma pessoa ter dinheiro e poder, ele ou ela é tão pequeno diante da morte. Assim como meu sogro: ele era rico, mas quando ficou com câncer, seu dinheiro não podia salvar sua vida ou ajudá-lo a viver por mais tempo. De fato, minha busca era a mesma que a dele. Estive vivendo pelas regras de vida de Satanás, como “Dinheiro em primeiro lugar” e “Dinheiro é tudo, sem ele não dá para fazer nada.” Quando ouvi que eu podia ganhar mais dinheiro em outros lugares, deixei meu filho de um ano de idade para trás, fui a outro lugar com minha esposa, e fiz dois trabalhos. Eu só fui para casa para me cuidar até voltar à saúde quando fiquei com uma enfermidade que era difícil de ser tratada. Contudo, devido às regras de vida de Satanás terem se enraizado dentro de mim, eu me empenhei em fazer investimentos e gerenciar uma loja de processamento de comida ao mesmo tempo, apesar da minha enfermidade. Eu era como uma máquina de fazer dinheiro. Através das palavras de Deus, compreendi que eu tinha sido profundamente enganado e danificado pelas regras de vida de Satanás. Agora, eu finalmente fui despertado e percebi que ter dinheiro não significa possuir tudo. Quando nossa vida está em perigo, não importa quanto dinheiro temos, não pode nos salvar.

Eu li outra passagem das palavras de Deus dizendo: “Há um jeito mais simples de se livrar desse estado: despedir-se do modo de viver antigo, dizer adeus aos objetivos prévios na vida, resumir e analisar o estilo de vida, a maneira de ver a vida, as buscas, os desejos e os ideais anteriores, depois compará-los com a vontade e as exigências de Deus para o homem e ver se algum deles condiz com a vontade e as exigências de Deus, se algum deles traz os valores corretos da vida, se conduz a uma compreensão maior da verdade e permite viver com humanidade e semelhança humana. Quando investigar repetidas vezes e dissecar atentamente as diversas metas de vida que as pessoas perseguem e as várias e diferentes maneiras de viver, você descobrirá que nenhuma delas corresponde à intenção original do Criador quando criou a humanidade. Todas elas afastam as pessoas da soberania e do cuidado do Criador; todas são armadilhas que fazem com que as pessoas se tornem depravadas e que a levam ao inferno. Depois de reconhecer isso, sua tarefa é pôr de lado a antiga visão da vida, ficar longe das diversas armadilhas, deixar que Deus se encarregue de sua vida e faça arranjos para você, tentar apenas se submeter às orquestrações e à orientação de Deus, não ter escolha e tornar-se uma pessoa que adora a Deus.” As palavras de Deus permitiram que tudo ficasse claro para mim: Satanás usa o dinheiro para prender a humanidade para que ela rejeite a Deus e viva sobre seu domínio. Isso causa com que muitas pessoas lutem por dinheiro independente de como isso afete suas saúdes ou até suas vidas. Contudo, Deus espera que possamos viver sob Sua proteção e cuidar e ficar longe do dano e aflição de Satanás. No princípio, Deus criou Adão e Eva e os colocou no jardim de Éden, esperando que eles vivessem sob Suas bênçãos. No entanto, devido à tentação e corrupção de Satanás, Adão e Eva foram contra as exigências de Deus e gradativamente se afastaram cada vez mais de Deus. Agora, todos nós seguimos a Satanás e vivemos por dinheiro, prazeres da carne, e fama, então vivemos na dor por sermos incapazes de nos libertar disso. O caminho que percorremos não vai contra a vontade de Deus? Mas nas palavras Dele eu achei o caminho a praticar. Eu devo abandonar minhas visões anteriores erradas sobre o que buscar e objetivos de vida, e não devo mais sobrecarregar meu cérebro lutando por dinheiro e fama. Eu estava disposto a me submeter à soberania e aos arranjos de Deus. Eu acreditei que o que Deus tinha preparado para mim era suficiente e era o melhor para mim. Somente se eu vivesse assim eu me sentiria calmo, livre, e libertado do sofrimento em meu coração. Então eu orei a Deus, “Deus, de agora em diante não estou disposto a viver mais por dinheiro. Estou disposto a me submeter aos Seus arranjos. Por favor, me dê força para ser libertado do vínculo de Satanás…”

Após me submeter à soberania de Deus, me senti libertado do sofrimento

Graças à orientação de Deus! Após isso, comecei a aprender a obedecer aos arranjos e à soberania de Deus. Eu já não estava preocupado em ganhar dinheiro todo dia, mas deixei as coisas seguirem seu próprio curso. Se eu tinha negócios para realizar, eu os realizava; quando eu estava livre, eu cantava hinos, ou comungava das palavras de Deus e experiências com os irmãos e irmãs. Quase sem perceber, me senti mais feliz e mais relaxado do que antes e encontrei um sentido de satisfação que nunca tive antes.

O tempo passou rapidamente. Me lembro que se não fosse a salvação de Deus, eu teria continuado a lutar por dinheiro. Eu experimentei a liberdade e o sentido de libertação da compreensão da verdade e obediência à soberania e aos arranjos de Deus. Graças a Deus! Na cozinha barulhenta, eu peguei minha faca e continuei a cortar os vegetais e preparar os pratos…

Por Nuli, Itália

Artigo Recomendado:

Percepção da vida: Como obter uma vida feliz

A voz do coração de um trabalhador: apenas Deus é digno de ser seguido (I)

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.