Siga-nos

Para o dinheiro, vale a pena que eu sacrifico saudável?

Quando frequentei a escola, muitas pessoas em nossa aldeia mudaram-se para apartamentos e compraram carros, enquanto minha família ainda morava em uma casa antiga de um piso. Portanto, estava determinado a trabalhar muito para ficar rico quando crescesse. Quando chegou a hora, arrumei minhas malas, peguei um trem para outro lugar e comecei a lutar pelo meu futuro.

“Apresse-se! Apresse-se!” O encarregado continuou gritando na oficina. Todos os funcionários trabalhavam o mais rápido que podiam. Limpei o suor do meu rosto com uma mão e segurei a broca na outra. Então, inclinei-me para massagear minha lombar antes de começar a próxima tarefa.

“Jie, apresse-se! Apresse-se! Não seja mole! Você não quer sair do trabalho?” A voz insistente do encarregado vinha da oficina de embalagem. Eu acabara de terminar uma bandeja de caixas de papelão quando a equipe de fornecimento de material entregou uma pilha de materiais da minha altura para mim. Fiquei na ponta dos pés para pegar uma dúzia de caixas. Senti-me exausto, mas sempre que diminuía a velocidade para recuperar o fôlego, ouvia a voz do encarregado pedindo-me que trabalhasse com mais afinco. Com 3.000 caixas a serem concluídas, abaixei a cabeça e relutante continuei meu trabalho. À noite, muitas vezes sentia dores nos dedos. Disse a mim mesmo que aquele que suporta o pior dos sofrimentos é o melhor entre os homens. Por isso, devo aguentar. Tudo ficaria bem quando eu fosse rico…

Um dia, quando sai depois de uma reunião de trabalho, de repente tudo escureceu e encolhi-me no chão. O encarregado me notou e gritou: “Jie, o que aconteceu com você? O que aconteceu com você? Minha cabeça estava pesada e sentia-me péssimo. Demorou um tempo para recuperar-me um pouco. No entanto, não levei isto a sério, pois pensava que eu era um jovem adulto que estava cheio de energia.

A fim de conseguir uma renda maior, encontrei um novo emprego em uma empresa de maquinários, trabalhando como auxiliar de almoxarifado. Eu era encarregado de receber, enviar e armazenar milhares de itens. Além do salário base, também era pago pelas horas extras. Para ganhar mais, trabalhei até tarde quase todas as noites, atualizando as contas.

Com um número crescente de novos produtos sendo desenvolvidos pela empresa, os corredores do armazém estavam sendo enchidos de mercadorias com rapidez. Como consequência, meu turno passou de oito para dez horas e depois para doze, e às vezes até mais de doze horas. A caminho de casa, sempre andava sozinho, acompanhado apenas pela noite silenciosa. Mas o pensamento de aumento das economias em minha conta salarial fez-me esquecer o cansaço e a exaustão. Imaginei o dia no futuro próximo quando tivesse minha casa e meu carro próprios…

Certo dia, enquanto puxava alguns materiais pesados, de repente comecei a sufocar e senti palpitações cardíacas e dores no peito. Fui ao médico e fui diagnosticado com arritmia. O médico disse-me: “Jovem, descanse bem e viva uma vida mais regular. Caso contrário, você terá complicações se ficar sério.” Foi um alerta sobre minha saúde precária. No entanto, não escutei o médico e decidi que não pensaria nisso até que de fato acontecesse. Então, continuei trabalhando duro por dinheiro e a fim de ter uma casa, um carro…

Outro dia no trabalho, um colega, o Sr. Xia, desmaiou com infarto do miocárdio, enquanto trabalhava e foi levado às pressas ao hospital. Ele ficou doente por excesso de trabalho e quase perdeu a vida. Vendo isto, comecei a me preocupar que a mesma coisa acontecesse comigo. Perguntei-me: “O dinheiro é realmente mais importante que a vida? Se perder a minha saúde, qual será o sentido em ter dinheiro?” Todos os dias, após o trabalho, a caminho de casa, eu viraria no cruzamento do beco para o meu alojamento. Mas qual direção devo escolher agora que estava na encruzilhada na vida? Pela primeira vez, senti-me sozinho, indefeso e confuso. Estava exausto mentalmente e fisicamente. Será que viveria assim pelo resto da minha vida?

Sinal de cifrão
Justo quando estava confuso e sentindo-me desamparado, o evangelho de Deus veio a mim. Li uma passagem da palavra de Deus: “‘O dinheiro faz o mundo girar’ é a filosofia de Satanás e ela prevalece em meio à humanidade inteira, em toda sociedade humana. Você pode dizer que é uma tendência porque foi incutida no coração de cada pessoa e agora está apegada ao seu coração. […] Independentemente de quanta experiência alguém tenha com esse dito, qual é o efeito negativo que ele pode ter sobre o coração de alguém? Algo é revelado através do caráter humano das pessoas neste mundo, incluindo cada um de vocês. Como se interpreta isso? É o culto ao dinheiro. É difícil tirar isso do coração de alguém? É muito difícil! Parece que a corrupção do homem por Satanás é de fato completa! Assim, depois que Satanás usa essa tendência para corromper as pessoas, como essa tendência se manifesta nelas? Vocês não sentem que não poderiam sobreviver neste mundo sem qualquer dinheiro, que mesmo por um dia seria simplesmente impossível? O status das pessoas está baseado em quanto dinheiro elas têm, como sendo sua respeitabilidade. As costas do pobre estão curvadas de vergonha, enquanto os ricos desfrutam do seu status elevado. Eles assumem uma postura ereta e altiva, falam alto e vivem com arrogância. O que esse dito e essa tendência trazem às pessoas? Muitas pessoas não consideram ganhar dinheiro como algo que vale qualquer preço?”

Então entendi que: “O dinheiro faz o mundo girar” e “dinheiro é primeiro” são as regras de vida de Satanás que corromperam a minha visão da vida e enganaram-me, fazendo “tornar-me rico” o objetivo da minha vida. Sob a influência destas ideias e perspectivas, acreditava que dinheiro significava tudo e, com ele, poderia ser superior aos outros, fazer a diferença e honrar a minha família. Por isso, muitas vezes fiz horas extras, dei o meu sangue só para ganhar mais e não descansei mesmo quando estive exausto e doente. Deus usou o caso do Sr. Xia para avisar-me que é estúpido sacrificar a saúde e a vida por dinheiro. O Senhor Jesus disse: “Pois que aproveita ao homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida? ou que dará o homem em troca da sua vida?” (Mateus 16:26). Comparado com a vida, não vale a pena mencionar o dinheiro mesmo! O dinheiro me dá apenas prazeres físicos temporários, mas não pode ajudar-me a recuperar a minha saúde. Logo, não deveria viver apenas por dinheiro.

Entendendo isto, estava menos ansioso na busca por dinheiro. Depois, comecei a frequentar as reuniões da igreja, ler as palavras de Deus e cantar hinos em louvor a Ele, fazendo estas coisas, uma parte indispensável da minha vida. Ganhei uma espécie de garantia e paz em meu coração que nunca provei antes. Tentei abandonar meu desejo por riqueza e atribuí menos importância ao trabalho duro.Nos fins de semana, comecei a descansar um pouco. Assim, aos poucos me recuperei. No entanto, hesitei novamente quando soube que meus colegas estavam ganhando mais pelas horas extras que estavam fazendo. Eu não sabia o que escolher: fazer horas extras pelo dinheiro ou descansar bem pela minha saúde…

Mais tarde, li uma passagem das palavras de Deus: “Há um jeito mais simples de se livrar desse estado: despedir-se do modo de viver antigo, dizer adeus aos objetivos prévios na vida, resumir e analisar o estilo de vida, a maneira de ver a vida, as buscas, os desejos e os ideais anteriores, depois compará-los com a vontade e as exigências de Deus para o homem e ver se algum deles condiz com a vontade e as exigências de Deus, se algum deles traz os valores corretos da vida, se conduz a uma compreensão maior da verdade e permite viver com humanidade e semelhança humana. Quando investigar repetidas vezes e dissecar atentamente as diversas metas de vida que as pessoas perseguem e as várias e diferentes maneiras de viver, você descobrirá que nenhuma delas corresponde à intenção original do Criador quando Ele criou a humanidade. Todas elas afastam as pessoas da soberania e do cuidado do Criador; todas são buracos nos quais a humanidade cai e que a levam ao inferno. Depois de reconhecer isso, a sua tarefa é pôr de lado a antiga visão da vida, ficar longe das diversas armadilhas, deixar que Deus se encarregue de sua vida e faça arranjos para você, tentar apenas se submeter às orquestrações e à orientação de Deus, não ter escolha e tornar-se uma pessoa que adora a Deus.”

Enquanto ponderava sobre as palavras de Deus, concordei repetidas vezes: “As palavras de Deus são muito práticas. No passado, a ideia de Satanás de que ‘o dinheiro é primeiro’ estava profundamente enraizada em meu coração, usei-a como meu lema na vida e continuei fazendo horas extras. Sacrifiquei meu tempo, liberdade e saúde apenas para ganhar mais. Após começar a acreditar em Deus, finalmente tenho uma vida normal. Então, não seria estúpido voltar aos meus velhos hábitos? Deus governa e organiza o destino das pessoas. Portanto, a riqueza não é obtida através dos esforços das pessoas. A vontade de Deus é fazer com que eu deixe de ver a vida por dinheiro, para que possa trabalhar normalmente e ter rotinas diárias regulares. Aprenderei a obedecer a soberania e os arranjos de Deus.”

Depois disso, trabalhei em horário fixo e descansei regularmente. Aos poucos, meu corpo ficou mais forte e aparentava cada vez melhor. Senti-me exultante e trabalhei de forma mais eficiente. Meu coração sentiu-se enriquecido e em paz em vez de estar preocupado e em pânico. Mais tarde, a empresa ajustou os salários em meu departamento, embora não tenham me dito o por quê. Trabalhei menos, mas recebi mais, o que convenceu-me de que a riqueza não é obtida através dos esforços das pessoas, mas é predeterminada por Deus. É doloroso viver pela visão de vida de Satanás em vez de submeter-se à soberania e aos arranjos de Deus. Em contraste, aqueles que escolherem obedecer a Deus e viver de acordo com Suas palavras, terão paz e alegria verdadeiras.

Agradeço a Deus por me salvar da vida de exaustão e sacrificio da saúde por dinheiro. Caro amigo, por uma questão de saúde, por favor, descanse bem!

Por Zhao Lei, França


Artigos relacionados:

Com Deus, já não me preocupo mais com dinheiro

Despertado por imprevistos–Nunca mais vou vender minha vida por dinheiro

Clique para ler mais

Contate-nos

Diante da proibição de reuniões da igreja durante o COVID-19, o que os cristãos devem fazer? Clique para se juntar a nós em nossas reuniões online.

Venha conversar com a gente! Converse conosco no WhatsApp
WhatsApp

Por favor, leia e concorde com a nossa política de privacidade abaixo para começar a conversar com a gente.

Você leu e concordou com a nossa política de privacidade?