Menu

Como superar a desconfiança no relacionamento

Vendo que muitas pessoas ao seu redor seguiam as tendências sociais malígnas e, assim, levavam uma vida dupla, ela, como muitas mulheres, também temia que seu marido a traísse. Logo, desconfiava dele com frequência. Quando eles se ignoraram devido aos seus equívocos e suspeitas em relação a ele, qual poder dissipou todas as suas suspeitas e salvou o seu casamento que estava à beira da separação? Por favor, leia este artigo e você conhecerá a melhor maneira de resolver a crise do casamento.

Sentindo-se ansiosa no ônibus

Uma tarde de julho, o sol, como uma grande fornalha, queimava a terra. Yiyi esperava o ônibus. Embora usasse sua sombrinha, podia sentir a luz do sol ofuscante que fluía através da sombrinha e brilhava sobre ela. Isto a deixou ainda mais irritada.

Yiyi sentiu-se oprimida pois acabara de descobrir que o marido de sua amiga levava uma vida dupla. Ela pensou: “Minha amiga é jovem, bonita e tem um caráter alegre, além disso, eles se amavam muito antes. Como ele pôde traí-la?”

Ao pensar que sua amiga suspirou, gemeu e ficou sem palavras após seu marido a trair, Yiyi sentiu-se irritada e ansiosa. Ela ficou com medo: “Meu casamento também terminará? Como devo manter meu amor renovado e vivo? Se o meu casamento tornar-se sem amor ao longo do tempo, como devo lidar com isso?”

Neste momento o ônibus chegou. Yiyi fechou a sombrinha, entrou e sentou-se no assento na janela. No momento em que o ônibus começou a se movimentar, a voz de uma jovem foi ouvida distintamente no ônibus silencioso, dizendo: “Há pouco tempo, meu marido sempre dizia que estava ocupado. Ele nem voltava para casa após o trabalho, nem me permitia ir à sua empresa para visitá-lo. Um dia, fui à sua empresa e encontrei a sua amante. Ambos admitiram seu caso amoroso. O que devo fazer?”

Ouvindo isto, Yiyi ficou em choque. Olhando para cima, ela viu que a mulher ao telefone tinha trinta e poucos anos. Não sabia se ao telefone falara com um familiar ou uma amiga, nem como a mulher foi instruída a resolver este assunto. Com clareza, ouviu esta mulher chorando quando disse as últimas palavras. Aliás, quem pode suportar o golpe cruel da traição de seu marido? Sentindo-se impotente, Yiyi inclinou a cabeça contra a janela, fechou os olhos e soltou um longo suspiro.

Tendências malignas trouxeram sua tristeza escondida sobre o seu casamento

Yiyi era perfeccionista tanto no casamento quanto no amor. Ela considerava inaceitável a traição dentro do casamento. E não conseguia nem tolerar a infidelidade espiritual. Ela e seu marido eram ambos cristãos e sabiam que o caráter justo de Deus não permite ofensa. Mas na vida diária, a tentação de Satanás em todos os lugares de fato fez Yiyi sentir-se preocupada.

Além disso, Yiyi é inferior ao seu marido em aparência, o que a faz sentir-se assim. Seu marido é alto e gentil, embora não fale muito, ele é atencioso e paciente. Em contraste, Yiyi é pequena e simples. Quando andavam juntos, Yiyi sentia que não era bonita o suficiente em relação ao seu marido. Quando foram tirar as fotos do casamento, o fotógrafo não a elogiou, em vez disso, elogiou o marido por seus traços bonitos. Yiyi teve uma forte sensação de perda após aquela experiência.

Depois que se casaram, a vida deles transcorreu com tranquilidade. Há pouco tempo, algumas mudanças no trabalho dele foram feitas. Yiyi pensou: “Agora ele passa a maior parte do tempo trabalhando com mulheres de sua idade, que dão atenção aos cuidados com a pele e vestem-se bem. Eles desenvolverão algumas afinidades entre si após passarem muito tempo na companhia um do outro? Além disso, a conduta social de hoje é tão depravada e corrupta que o amor extraconjugal tornou-se uma nova tendência reverenciada e seguida pelas pessoas. Meu marido será afetado por essas tendências?” Às vezes, quanto mais pensava sobre estas coisas, mais sentia como se seu casamento estivesse à beira de um colapso.

O conflito familiar surgiu a partir da suspeita

Há pouco tempo, quando Yiyi conversou com sua irmã, as palavras dela a deixaram muito mais infeliz. Sua irmã disse: “Na sociedade atual, casos extraconjugais são muito comuns. Se um casal quer ter uma boa vida, eles têm que fechar os olhos para isto. Logo, você não deve levar isso a sério. Está tudo bem.” Sua irmã então deu a Yiyi exemplos de muitas amigas próximas a ela as quais traíram seus casamentos.

Diante destes fatos, Yiyi caiu na tentação de Satanás e seu subbconsciente foi preso. Ela começou a ficar previnida contra o seu marido e sempre tentava ver se ele era fiel a ela e se importava com ela pelo modo como falava. Se ele falasse em tom um tanto frio, ela sentia que ele a despezara de modo intencional; se ele mostrasse alguma consideração, ela achava era apenas por ter um segredo e sentir-se culpado. Yiyi começou então a ler as mensagens de texto no telefone dele para observar a interação entre o marido e as colegas dele. Uma vez que encontrasse alguma pista, ela o questionaria exaustivamente como um detetive, tentando conhecer todos os detalhes e histórico de quem comentou nos momentos do WeChat de seu marido.

Não demorou muito, seu marido ajudou uma de suas colegas a consertar o computador. No entanto, ele não contou a tempo a Yiyi, o que se tornou a fonte da discórdia. Então, eles tiveram uma grande discussão.

“Você está apenas fazendo acusações infundadas. Eu não lhe contei sobre algo tão pequeno só porque isso só faria com que você ficasse mais sensível”, disse o marido indignado.

Yiyi respondeu: “Você não se atreveu a dizer a verdade, porque há algo suspeito em você. Além disso, é da natureza feminina eu ser desconfiada e ciumenta. Isso é porque me importo com você. E você? Você ainda guardou um segredo como este de mim. Como posso ter um senso de segurança?”

No final, seu marido bateu a porta e saiu, enquanto Yiyi ficou no quarto em um acesso de raiva e chorou. Depois disso, o relacionamento deles chegou a um impasse e a guerra fria familiar começou.

Confiando em Deus, eles passaram pela crise do casamento

Não havia vivacidade ou felicidade de tempos passados em sua casa. Parecia que o sorriso dos pombinhos apaixonados na foto pendurada na parede era estranho. Vendo que seu marido estava se encolhendo no canto do sofá, desanimado, o coração de Yiyi se compadeceu. Ela pensou: Eu sou mesmo irracional? Se estivesse no lugar dele, talvez eu também não conseguisse me suportar. Eu serei a primeira a me reconciliar com ele? Não, não é só minha culpa. Mas esta guerra fria não é o que quero. Ela relutou em seu interior, mas não teve coragem de se afastar.

Assim, ela veio diante de Deus e derramou seu coração para Ele. Ela sentiu que Ele observara suas ações e que não suportava vê-la sendo afligida e amarrada por seu caráter satânico corrupto. Portanto, ela arrependeu-se de não ter vindo diante de Deus, ou ter confiado nEle para resolver os problemas com a verdade com maior brevidade possível.

Yiyi disse a uma irmã que ela estava em tormento. A irmã pacientemente salientou que Yiyi confiava em seu caráter satânico corrupto para suspeitar do marido,e que ela precisava refletir sobre si mesma e colocar a verdade em prática de acordo com as palavras de Deus para mudar a si mesma o mais rápido possível.

Através da lembrança da irmã, Deus iluminou Yiyi e ela pensou em Suas palavras: “Aprecio muito quem não nutre suspeita de outras pessoas e também gosto muito de quem prontamente aceita a verdade; demonstro grande zelo por esses dois tipos de pessoas, porque, a Meu ver, são pessoas honestas.

Deus é fiel. Ele faz tudo de acordo com os fatos e nunca faz mal a ninguém. Por isso, Ele exige que não suspeitemos dos outros baseados na nossa própria imaginação e nos tornemos pessoas honestas. Olhando para trás, ela refletiu sobre si mesma: Foi por causa de sua própria suspeita que ela considerava sua imaginação como fatos e os impunha ao marido. Isto foi injusto com ele. Na verdade, seu marido explicou a ela uma vez por que ele ajudou sua colega e toda a história. No entanto, devido à sua natureza astuta, ela não confiava nele e, muitas vezes, criava problemas a partir do nada, de modo que o relacionamento deles chegou a um impasse. Naquele momento, Yiyi entendeu que toda a dor era causada por seu caráter corrupto e que, por causa de sua suspeita em relação ao seu marido, a discórdia se infiltrava em seu relacionamento estável. Ao pensar nisto, Yiyi estava um tanto estável e em paz em seu coração e não foi enganada por Satanás. Então, inconscientemente, o relacionamento deles começou a melhorar.

Mais tarde, ela leu estas palavras de Deus: “Se deseja que os outros confiem em você, primeiro você precisa ser honesto. Como uma pessoa honesta, primeiro você precisa desnudar seu coração de modo que todos possam olhar para ele, ver tudo que você está pensando e vislumbrar a sua verdadeira face; você não deve tentar se disfarçar ou se embalar para parecer bom. Só então as pessoas confiarão em você e o considerarão honesto. Essa é a prática mais fundamental e o pré-requisito de ser uma pessoa honesta. […] Se deseja ser uma pessoa honesta, então, independentemente do que fizer perante Deus ou dos outros, você deve ser capaz de se abrir e de se desnudar.

Yiyi percebeu que os dois não sabiam como se abrir um com o outro. Seu marido era introvertido e não era bom em se expressar. Muitos de seus pensamentos estavam no mais profundo dele e os guardava para si mesmo. Além disso, Yiyi era arrogante e caprichosa, e ela fechava a porta de seu coração se estivesse infeliz. Depois do casamento, embora raramente tivessem alguma briga, eles sempre reprimiam suas emoções e não tinham muita comunicação real que pudesse promover a intimidade e o entendimento entre si. Através da leitura das palavras de Deus, Yiyi soube: Deus exige que nós, seres humanos, sejamos pessoas honestas. Quando abrimos os nossos corações com sinceridade para os outros, através da comunicação verbal ou espiritual, nos tornamos íntimos um com o outro. Ela acreditou que, enquanto agisse de acordo com as palavras de Deus, o casamento deles poderia ser salvo.

Ao abrir seus corações, eles salvaram seu casamento à beira do divórcio

Numa noite quieta, o quarto deles estava confortável sob a luz quente. Yiyi e seu marido abriram seus corações um para o outro e compartilharam seus conhecimentos e ganhos recentes. Ela pediu desculpas a ele e confessou que suspeitou dele naqueles dias. Ela o interpretou mal e nem o deixou explicar o que havia acontecido. Ela pensava que fazia tudo isto por amor. No entanto, depois de vir diante de Deus e buscar a verdade, percebeu que era um caráter corrupto e uma expressão de hipocrisia. Então, Yiyi com sinceridade pediu ao seu marido que a perdoasse. E ele também se abriu e disse a Yiyi que ele se chateou com ela por não conseguir aceitar suas suspeitas e mal-entendidos sobre ele. Mas ao pensar nos requisitos de Deus que as pessoas devem aprender a ser tolerantes e pacientes e a compreender os outros, ele não se aborreceu mais.

Ao ouvir isto, Yiyi sentiu-se envergonhada que ambos tivessem vivido na miséria e caído no esquema de Satanás por causa de seu caráter corrupto. Seu marido disse que, ao enfrentar as tendências sociais malígnas no trabalho, afastava-se da tentação ao orar para que Deus o protegesse. Ouvindo estas palavras, Yiyi sorriu de forma involuntária e continuou agradecendo a Deus em seu interior. Foi a verdade expressa por Deus que os regou e os forneceu. E foi Deus quem os guiou passo a passo e os observou crescerem. E ele os ajudou a saber como viver e se comportar, logo eles não seguiram as tendências malígnas.

As palavras de Deus dizem: “Sempre que Satanás corrompe o homem ou inflige ao homem um dano descontrolado, Deus não fica olhando ociosamente e nem ignora ou finge que não vê aqueles que Ele escolheu. Deus entende com perfeita clareza tudo que Satanás faz. Não importa o que Satanás faça, não importa que tendência ele faça surgir, Deus sabe tudo que Satanás está tentando fazer, e Deus não desiste daqueles que Ele escolheu. Ao contrário, sem atrair qualquer atenção — em segredo e silêncio — Deus faz tudo que é necessário.

Contemplando as palavras de Deus e integrando suas recentes experiências com elas, Yiyi sentiu mais do amor de Deus. Eles viviam nesta sociedade maligna, mas por causa da proteção de Deus, ela e seu marido podiam ser fiéis um ao outro e não se divorciaram quando o casamento esteve abalado, mas refletiram sobre si mesmos de acordo com as palavras de Deus e encontraram a maneira de salvar o seu casamento. Foi por causa da graça e da proteção de Deus que eles salvaram seu relacionamento e seu casamento. Após desabafarem um com o outro, Yiyi e seu marido ofereceram juntos uma oração de agradecimento a Deus.

Por Yiyi

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.