Menu

Vida cristã: Como Deixar de Lado Nossas Grande Demandas ao Destino?

Vida cristã: Como Deixar de Lado Nossas Grande Demandas ao Destino?

Mudar o nosso destino é o sonho que muitos de nós buscam na vida. Quanto mais estamos insatisfeitos com nossa vida diária, nosso desejo de mudar nosso destino se torna mais intenso, como se a semente implantada em nossos corações quisesse florescer e dar frutos. Contudo, na realidade, apesar de nossos sonhos parecerem lindos, sempre somos retribuídos com tristeza e frustração após fazer muito esforço. Diante do sonho que nunca pode ser realizado no futuro, vamos continuar buscando-o sem fim?

Eu era uma dessas pessoas que lutava para mudar seu destino.

Quando estava no ensino fundamental, eu era muito fraco e doente e quase não conseguia terminar uma série. Quando estava no ensino fundamental dois, o “Bando dos Quatro” caiu, e os trabalhadores, camponeses e soldados entraram na comunidade educacional. Todo dia estava cheio de revolução, então as pessoas da minha geração perderam a chance de estudar na escola. Essa realidade cruel destruiu meu sonho de “obter fama e riqueza através da sabedoria”, causando que eu vivesse o resto da vida com um sonho esvanecido. Visto como um “produto semi-acabado” pela sociedade, eu apenas conseguia labutar com minhas mãos para viver uma vida indigna e difícil, sendo governado por outros. Naquela época, com frequência eu chorava e reclamava sobre meu destino e até gritava pela injustiça de ter nascido naquela época: Por que eu não posso ter uma vida com boas roupas e comida? Por que não posso ter fama e posição e ser uma pessoa chique? Contudo, eu não podia mudar a realidade ou reverter a roda do destino não importa o quanto eu chorasse. Eu não aceitava a derrota e não queria me submeter ao destino, e tinha que transferir meu sonho de mudar o destino para o meu filho.

Eu tentava muito fazer o meu filho entender: O diploma é o fundamento para mudar seu destino. Agora eu era uma pessoa sem futuro, preso em um emprego sem rumo, andando de bicicleta, indo pelas estradas na cidade do interior com minha lancheira de almoço todo dia, só para conseguir um salário de subsistência. Minha vida era totalmente sem sentido. Eu não queria que meu filho fosse pelo mesmo caminho e vivesse como eu, mas queria que ele entrasse em uma boa universidade e construísse uma carreira nas cidades grandes, pois estas estavam fundadas apenas para as pessoas educadas e que tinham fama e riqueza. Devíamos buscar viver uma vida decente lá. Portanto, eu esperava que meu filho vivesse uma vida afluente com uma casa e um carro através de seus esforços persistentes, e recebesse inveja ao invés de discriminação dos outros.

Eu fiquei planejando e esperando isso. Contudo, as coisas não foram de acordo com o que eu havia planejado para o destino de meu filho. Ele ficou viciado em jogar jogos online e até faltava aula para jogar, sem conseguir se libertar disso. No final, ele falhou passar no exame para entrar na faculdade. A realidade cruel quebrou novamente meu sonho de “obter fama e riqueza através da sabedoria”. A convicção que eu tinha persistido durante anos finalmente se rompeu. Meu filho estava repetindo a minha vida – vivendo com um salário de subsistência no nível baixo da sociedade. Eu gritei do meu coração, “Por que meu sonho se tornou uma ilusão num piscar de olhos justo quando estava prestes a se cumprir?” Arrastando meu corpo fraco, eu segui adiante estarrecido na escuridão, esperando que quando a noite acabasse, a luz apareceria e iluminaria minha vida obscura…

De repente, eu vi uma luz brilhando no final da noite.

Ouvi uma voz cheia de autoridade e poder me chamando…

A voz era doce como o orvalho e soava como uma mãe carinhosa chamando seu filho para voltar à casa. Ó! É a voz do Criador: “Quando chega a alvorada, uma estrela da manhã começa a brilhar no oriente. Essa é uma estrela que nunca esteve lá antes, e ela ilumina os céus tranquilos e cintilantes, reacendendo a luz extinta no coração dos homens. A humanidade não está mais solitária graças a essa luz, que brilha da mesma forma sobre você e os outros. […] Os olhos do Todo-Poderoso examinam cada membro da raça humana profundamente afligida. O que Ele ouve é o lamento dos que estão sofrendo, o que Ele vê é a falta de vergonha dos que estão aflitos, e o que Ele sente é o desamparo, o temor de uma raça humana que perdeu a graça da salvação” (“O suspirar do Todo-Poderoso”). “A sina do homem é controlada pelas mãos de Deus. Você é incapaz de controlar a si mesmo: apesar de estar sempre correndo e se ocupando em interesse próprio, o homem continua sendo incapaz de controlar a si mesmo. Se pudesse conhecer suas próprias expectativas, se pudesse controlar sua própria sina, você continuaria sendo um ser criado?” (“Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso”).

Eu finalmente entendi: Deus é Aquele que criou a vida e, além disso, Aquele que controla o destino do homem e o resultado. Somente se seguimos a lei da vida colocada por Ele é que temos um bom destino. Deus sempre espera que nos voltemos a Ele para obter Seu cuidado e proteção. Eu fiquei muito animado, pois finalmente entendi os mistérios da vida humana. Enquanto isso, também percebi que lutei contra meu destino como uma fera enjaulada no passado. Além disso, até tentei influenciar meu filho por isso, levando-o a se opor à soberania de Deus. Quão ignorante e cansado eu estava de viver assim! Deus disse: “As pessoas sabem que são impotentes, que não têm mais esperanças nesta vida, que não terão outra chance, outra esperança de distinguir-se dos outros, e que não têm opção a não ser aceitar seu destino. E assim elas projetam todas as suas esperanças, seus desejos e ideais irrealizados na geração seguinte, esperando que os filhos possam ajudá-las a concretizar seus sonhos e realizar seus desejos; que seus filhos e filhas trarão glória para o nome da família, serão importantes, ricos ou famosos. Em suma, querem ver a prosperidade de seus filhos decolar. Os planos e as fantasias das pessoas são perfeitos; elas não sabem que o número de filhos que têm, a aparência, as habilidades deles, e assim por diante, não são para elas decidirem, que nem um pouco do destino de seus filhos está nas mãos delas? Os humanos não são senhores do próprio destino, mas desejam mudar o destino da geração mais jovem; são impotentes para escapar do próprio destino, mas tentam controlar o de seus filhos e filhas. Eles não estão se superestimando? Isso não é tolice, ignorância humana?” (“O Próprio Deus, o Único III”).

Certo! Não importa o quão perfeito eu tinha planejado meu destino ideal, eu não podia escapar da soberania e arranjos do Criador. Nossa vida vem de Deus, e nosso destino é controlado pelas mãos de Deus. Mas no passado eu tentei mudar meu destino por meus esforços. Eu realmente me sobrestimei! Tentei planejar minha vida e o futuro do meu filho de acordo com a minha própria vontade. Como resultado, durante a época fundamental de minha vida, fiquei exausto mentalmente e fisicamente, preocupado com o que poderia ganhar ou perder todo dia. Ao mesmo tempo, coloquei muita pressão sobre meu filho. Agora, aceitei a salvação de Deus. Aprendi das palavras Dele qual o sentido da vida humana e entendi que devemos adorar a Deus e obedecer Sua soberania e arranjos para toda a nossa vida. Somente assim seremos abençoados por Ele e teremos paz e felicidade.

Hoje, me sinto aliviado e posso trazer também meu filho diante de Deus. Nós dois não reclamamos mais de nossa vida diária. Desde que temos a Deus como nosso navegador, não temos nada para nos preocupar. O que precisamos fazer é apenas buscar ler mais as palavras de Deus, as praticar e experimentar mais, e nos equipar mais com a verdade para dar testemunho Dele para que possamos retribuir o seu amor. Agora, nosso maior desejo é que possamos realizar o dever de espalhar o evangelho antes que chegue ao fim a obra de Deus de julgamento nos últimos dias.

Por Xia Chu

Leia mais artigo sobre percepção da vida:

Testemunho de fé: Adeus aos dias de lutar por conta própria

Nessa vida passageira, o que devemos buscar? | Percepção da Vida

Percepção da vida: Como obter uma vida feliz

Contate-nos

Esperas ansiosamente pela aparição do Senhor? Como o Senhor aparecerá? Como devemos acolher a Sua aparição? Convidamos-lhe sinceramente a juntar-se a nós na nossa reunião online para conversar sobre esse tópico connosco.